Banner Portal
Cala boca menino! O menino não cala, resiste
PDF

Palavras-chave

Resistência. Processos educativos. Educação pública.

Como Citar

LARCHERT, Jeanes Martins. Cala boca menino! O menino não cala, resiste. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 19, p. 9–22, 2017. DOI: 10.20396/etd.v19i0.8647837. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8647837. Acesso em: 16 jul. 2024.

Resumo

O presente ensaio teórico apresenta o debate sobre a resistência política educacional travada a partir do movimento que impôs a ocupação em diversas Universidades públicas e Escolas do Ensino Médio por todo país.  O Ocupa entra no debate político educacional nacional como luta contrária as decisões anti populistas do atual governo pós-impeachment/2016, problematizando a experiência de jovens estudantes que lutam pela democracia no país e por uma educação pública que respeite a diversidade e seja construída com os grupos populares. No campo teórico discutimos a resistência tendo como base a educação conscientizadora de Freire (1992), a epistemologia do sul de Santos (2005 ) e a exteriorização de Dussel (1997). Orientado por uma interpretação de sociedade na sua fase pós-colonial, o texto situa o movimento Ocupa como estratégia de resistência que sofre situações de opressão através da violência física e ideológica, mas que não foi suficientemente forte para extinguir a esperança dos estudantes que continuam a demonstrarem para toda sociedade as propostas explicitadas de resistência: é na negociação e no conflito que o movimento Ocupa foi tomando forma e conteúdo político educacional. 

https://doi.org/10.20396/etd.v19i0.8647837
PDF

Referências

DUSSEL, Enrique. Oito ensaios sobre cultura latino americana e libertação. (1965 – 1991) Tradução Sandra Tabuco Valenzuela. São Paulo: Paulinas, 1997.

DUSSEL, Enrique. Transmodernidad e interculturalidad (interpretación desde la filosofia de la libertación). México, D.F.: UAM, 2005.

FIORI, Ernani Maria. Conscientização e educação. Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 11, n. 1, p... , jan./jun. 1986.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação. 13. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

LOPES, Carlos. O legado de Amilcar Cabral face aos desafios da ética contemporânea. [S.l., 200-?] Disponível em: http://www.didinho.org/legado_de_amilcar_cabral_face_ao.htm. Acesso em: 12/06/2012.

LORROSABONDÍA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 19, p. 20-28, 2002.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. Tradução Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Abril cultural, 1988.

QUIJANO, Anibal. Colonialidade do poder e classificação social. In: SANTOS, Boaventura Souza; MENESES, Maria Paula. Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.

QUIJANO, Anibal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgardo (org). A colonialidade do saber: eurocentrismo e Ciências Sociais. Perspectivas latinoamericanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005. (Colección Sur Sur).

RANGER, Terence O. Iniciativas e resistência africanas em face da partilha e da conquista. In: BOAHEN, Albert Adu. História geral da África. VII. África sob dominação colonial, 1880-1935. Tradução João Alves dos Santos. 2. ed. rev. São Paulo: Ática, Brasília, DF : UNESCO, 2010. 7 v.

REIS, João José; GOMES, Flávio dos Santos. Liberdade por um fio. História dos quilombos no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

REIS, João José; SILVA, Eduardo. Negociação e conflito. A resistência negra no Brasil escravista. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

SANTOS, Boaventura de Souza. A gramática do tempo. Por uma nova cultura política. 3. ed. São Paulo, Cortez, 2010a.

SANTOS, Boaventura de Souza. A crítica da razão indolente. Contra o desperdício da experiência. São Paulo: Cortez, 2005A.

SANTOS, Boaventura de Souza. A crítica da razão indolente. Contra o desperdício da experiência. São Paulo: Cortez, 2005b.

SANTOS, Boaventura de Souza. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. In: SANTOS, Boaventura Souza; MENESES, Maria Paula. Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010b.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.