Docência, formação e inovação: percursos interconectados na configuração do conhecimento pedagógico na educação superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v20i1.8649170

Palavras-chave:

Educação superior. Docência. Formação continuada. Ação pedagógica

Resumo

Este artigo analisa o impacto de um curso híbrido de atualização profissional à ação pedagógica de professores universitários. O curso representa uma ação do programa de formação docente de uma universidade pública do Nordeste. O estudo tem o interesse de saber: como a formação continuada de professores recém-ingressos impactou à ação pedagógica em sala de aula? Referencia-se na abordagem qualitativa, delineada pelo estudo de caso, com foco na investigação do trabalho docente de um grupo de treze professores, egressos do curso híbrido, na busca por indícios que legitimassem a aplicação de saberes e práticas derivados da referida experiência formativa. Estabelece-se interface com as teorias que abordam saberes da docência no ensino superior, processos formativos para a profissionalização docente e o potencial formativo dos ambientes virtuais de aprendizagem (AVA). Na análise da prática pedagógica do grupo de professores, os dados evidenciaram a aplicação de aspectos teórico-metodológicos que se configuram como saberes docentes inovadores, sinalizando uma crescente reconfiguração da ação pedagógica na educação superior. O estudo apresenta, portanto, aspectos didático-pedagógicos potencializados pela formação continuada e incorporados na ação docente de um grupo de professores universitários egressos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Lucia Pontes dos Santos, Universidade Federal de Alagoas

Mestre em Educação (UFAL/2016), membro do Grupo de Pesquisa Tic e formação de Professores (PPGE/UFAL), pedagoga na Pró-Reitoria de Graduação (UFAL/2011).

Cleide Jane de Sá Araújo Costa, Universidade Federal de Alagoas

Doutora em Educação (Université de Provence Aix-Marseille I, 2002) e em Linguística (UFAL, 2002), mestre em psicologia (Université de Provence Aix-Marseille I, 1996), Bacharel em Administração (UFPB, 1989), licenciada em Psicologia (UEPB, 1990). Atualmente é professor Assocoado I do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas, atuando no Programa Modelagem Computacional do Conhecimento (IC) e Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, na linha de pesquisa Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação (PPGE).

Referências

BASTOS, Fabio et al. Regularidades e Transformações em Hipermídia Educacional. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 22, n. 1, p. 67-78, 2014.

BEHAR, Patrícia. Modelos pedagógicos em educação a distância. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BOLZAN, Doris; ISAIA, Silvia; MACIEL, Adriana. Formação de professores: a construção da docência e da atividade pedagógica na educação superior. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 13, n. 38, p. 49-68, jan./abr. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 9.394. Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução 1. Diretrizes e Normas Nacionais para a oferta de Programas e Cursos de Educação Superior na Modalidade a Distância. Brasília, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 4.059. Dispõe sobre oferta à distância de disciplinas dos cursos presenciais. Brasília, 2004.

DIAS, Ana Maria. Leitura e (auto) Formação: caminhos percorridos por docentes na educação superior. In: VEIGA, I. P.; VIANA, C. M. (Org.). Docentes para a educação superior: processos formativos. Campinas: Papirus, 2010, p. 71-100.

FILATRO, Andrea. Design instrucional na prática. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

LEITE, Denise. et al. A avaliação institucional e os desafios da formação do docente da universidade pós-moderna. In: MASETTO, M. T. (Org.). Docência na universidade. Campinas: Papirus, 2012, p. 41-59.

LUCKESI, Cipriano. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. São Paulo: Cortez, 2006.

MASETTO, Marcos. Professor universitário: um profissional da educação na atividade docente. In: MASETTO. (Org.). Docência na universidade. Campinas: Papirus, 2012.

MORAN, José Manuel. Ensino e aprendizagem inovadores com apoio de tecnologias. In: MORAN; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 21. ed. são Paulo: Papirus, 2013, p. 11-72.

MORAN, José Manuel. Formação de educadores inovadores para uma nova escola. Boletim Salto para o Futuro. Brasília, DF, ano 18I, n. 18, p. 40-48, set./out. 2008.

NEUMEIER, Petra. A closer look at blended learning: parameters for designing a blended learning environment for language, teaching and learning. Recall, 2005. p. 163-178.

NOVAK, Joseph; GOWIN, Bob. (1996). Aprender a aprender. Lisboa: Plátano Edições Técnicas. Tradução de Learning how to learn. (1984). Ithaca, N.Y.: Cornell University Press.

PALFREY, John; GASSER, Urs. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração de nativos digitais. Porto Alegre: Artmed, 2011.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa. Docência no ensino superior. São Paulo: Cortez, 2010.

PIMENTA, Selma Garrido; ALMEIDA, Maria Isabel. Pedagogia universitária. São Paulo: Cortez, 2011.

RAMOS, Kátia. Reconfigurar a profissionalidade docente universitária: um olhar sobre ações de atualização pedagógica-didática. Porto: Porto Editorial, 2010.

ROSEMBERG, Dulcinéa. O processo de formação continuada de professores universitários: do instituído ao instituinte. Niterói: Wak, 2002.

SANTOS, Vera Lucia Pontes dos. Docência na educação superior e a ação pedagógica resultante da formação continuada de professores recém-ingressos na Ufal/Dissertação de Mestrado, PPGE da Ufal, Maceió, 2016.

SILVA, Marcos. Sala de aula interativa. São Paulo: Loyola, 2012.

UFAL. Conselho Universitário. Resolução n. 07 de 17 de março de 2014. Programa de Formação Continuada em Docência do Ensino Superior. Maceió, Consuni, 2014.

VALENTE, José Armando. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista, Curitiba, n. 4, p. 79-97, 2014.

VEIGA, Ilma Passos. Alternativas pedagógicas para a formação do professor da educação superior. In: VEIGA; VIANA, C. M. (Org.). Docentes para a educação superior: processos formativos. Campinas: Papirus, 2010. p. 13-28.

ZABALZA, Miguel. O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Downloads

Publicado

2018-01-15

Como Citar

SANTOS, V. L. P. dos; COSTA, C. J. de S. A. Docência, formação e inovação: percursos interconectados na configuração do conhecimento pedagógico na educação superior. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 20, n. 1, p. 210–233, 2018. DOI: 10.20396/etd.v20i1.8649170. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8649170. Acesso em: 3 dez. 2021.