A questão da formação a partir de ‘Proust e os signos’ – o acaso do encontro e a necessidade do pensamento

Autores

  • Rosimeri de Oliveira Dias Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Maria Elizabeth Barros de Barros Universidade Federal do Espírito Santo
  • Heliana Conde de Barros Rodrigues Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v20i4.8649718

Palavras-chave:

Formação de professores. Deleuze. Escola básica. Universidade.

Resumo

O artigo parte de um projeto de formação inventiva de professores apoiado nos trabalhos de Gilles Deleuze. Tal característica permite distanciar esse projeto de abordagens outras, recognitivas e capacitadoras, aproximando-o, outrossim, do tema da invenção. Para fortalecer esse modo de pensamento e ação, Proust e os signos, livro de Deleuze, é trazido centralmente à cena, dando ênfase à correlação entre encontro, signo e pensamento. Narrativas e trechos dos diários de campo de alguns participantes do projeto são apresentados, no intuito de ligar o acaso do encontro (que força a pensar) e a necessidade do pensamento (que só ocorre se a tanto forçado). A efetiva vinculação entre universidade e escola básica é também enfatizada, com vistas à construção de perspectivas problematizadoras da formação de professores, indispensáveis no presente, um tempo de ‘escola sem...’.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosimeri de Oliveira Dias, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutorado em Psicologia  - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil. Professor Associado  - Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil.

Maria Elizabeth Barros de Barros, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutorado em Educação - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil. Professor Titular - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - Vitória, ES - Brasil. Professora - Instituto de Psicologia - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - Vitória, ES - Brasil.

Heliana Conde de Barros Rodrigues, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Doutorado em Psicologia - Universidade de São Paulo (USP) - São Paulo, SP - Brasil. Professor Associado -  Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil.

Referências

CASTELO BRANCO, Guilherme. Agonística e palavra. Revista de Filosofia Aurora. Dossiê Parrhesia, v.23, n. 32, jan. /jun. 2011, p. 145-155. Disponível em: http://www2pucpr.br/reol/index.php/RF?dd1=305. Acesso em: 01 jun. 2017.

DELEUZE, Gilles. Proust e os signos. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

DELEUZE, Gilles. Diferença e repetição. São Paulo: Graal, 2006.

DELEUZE, Gilles. Péricles e Verdi: a filosofia de François Châtelet. Rio de Janeiro: Pazulin, 1999.

DELEUZE, Gilles. L’abécédaire Gilles Deleuze. Paris: Éditións Montparnasse, 1997. I Videocassete. Sublinhado em português pelo MEC, TV Escola.

DELEUZE, Gilles. O que é um dispositivo? In: DELEUZE, G. O mistério de Ariana. Lisboa: Vega, 1996, p. 83-96.

DIAS, Rosimeri de Oliveira. Deslocamentos na formação de professores: aprendizagem de adultos, experiência e políticas cognitivas. Rio de Janeiro: Lamparina, 2011.

DIAS, Rosimeri de Oliveira. Formação inventiva de professores. Rio de Janeiro: Lamparina, 2012.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade II: o uso dos prazeres. 7.ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1994.

FOUCAULT, Michel. Conversa com Michel Foucault. In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos VI: repensar a política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010. P. 289-347.

ORSO, Paulino José. Reestruturação curricular no caminho inverso ao do ideário do Escola sem partido. In: FRIGOTTO, G. (Org.). Escola “sem” partido: esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. Rio de Janeiro: UERJ, LPP, 2017, p. 133-144.

ROLNIK, Suely. Despedir-se do absoluto. Cadernos de Subjetividade. São Paulo: PUC- SP, n.esp., p. 245-256, jun., 1996.

SCHÉRER, René. Aprender com Deleuze. Educação e Sociedade, Campinas, v.6, n.93, p. 1183-1194, set. /dez., 2005.

ZOURABICHVILI, François. Deleuze: uma filosofia do acontecimento. São Paulo: Editora 34, 2016.

Downloads

Publicado

2018-10-14

Como Citar

Dias, R. de O., Barros, M. E. B. de, & Rodrigues, H. C. de B. (2018). A questão da formação a partir de ‘Proust e os signos’ – o acaso do encontro e a necessidade do pensamento. ETD - Educação Temática Digital, 20(4), 947–962. https://doi.org/10.20396/etd.v20i4.8649718

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)