Banner Portal
"Tradução" da escola unitária de Gramsci pela pedagogia histórico-crítica de Saviani
PDF

Palavras-chave

Gramsci. Dermeval Saviani. Escola unitária. Pedagogia histórico-crítica.

Como Citar

MARTINS, Marcos Francisco. "Tradução" da escola unitária de Gramsci pela pedagogia histórico-crítica de Saviani. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 20, n. 4, p. 997–1017, 2018. DOI: 10.20396/etd.v20i4.8649915. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8649915. Acesso em: 29 maio. 2024.

Resumo

Este artigo é resultante de pesquisa bibliográfica sobre as formulações de Gramsci e de Saviani em relação à escola. Defende a ideia de que a pedagogia histórico-crítica, originariamente produzida por Saviani, é tradução da escola unitária de Gramsci. A exposição de argumentos que evidencia a tese é dividida em três partes: na primeira, consta a leitura do conceito de tradução e tradutibilidade em Gramsci; na segunda, encontra-se uma caracterização da escola unitária; na parte final, a concepção do sardo sobre a escola é aproximada da de Saviani, para demonstrar que esta pode ser interpretada como tradução daquela.  

https://doi.org/10.20396/etd.v20i4.8649915
PDF

Referências

AGGIO, Alberto. O Gramsci que “conhecemos” e o que ele inspirou. Site Gramsci e o Brasil, dezembro de 2015. Disponível em: http://www.acessa.com/gramsci/?age=visualizar&id=1886. Acesso em: 6 mai. 2017.

BETTI, G. Escuela, educación y pedagogía en Gramsci. Trad. de J. A. B. Barcelona-Espanha: Ediciones Martínez Roca, 1981.

BIANCHI, Álvaro. O laboratório de Gramsci: filosofia, história e política. São Paulo: Alameda, 2008.

BIANCHI, Álvaro. Lênin e a filosofia: notas para uma leitura metodológica. s/d. Disponível em: https://www.e-science.unicamp.br/marxismo/admin/projetos/documentos/documento_579_Lenin.pdf. Acesso em: 20 fev. 2017a.

BIANCHI, Álvaro. Um sardo no mundo grande e terrível. Revista Cult, Editora Bregantini, ano 20, nº 222, abril de 2017b, p. 26-30.

BOBBIO, Norberto. O conceito de sociedade civil. Trad. de C. N. Coutinho, 2ª ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1982.

BOOTHMAN, Derek. Tradutibilidade. In: LIGUORI, G. e VOZA, P. (org.). Dicionário gramsciano (1926-1937). Trad. de CHIARINI, A. M. e outros. 1ª ed. São Paulo: Boitempo, 2017, p. 782-784.

BOOTHMAN, Derek. Tradução. In: LIGUORI, G. e VOZA, P. (org.). Dicionário gramsciano (1926-1937). Trad. de CHIARINI, A. M. e outros. São Paulo: Boitempo, 2017, p. 779-782.

CARDOSO, Mário M. R; MARTINS, Marcos F. A catarse na Pedagogia Histórico-Crítica. HISTEDBR On-line, Campinas, nº 57, p. 146-164, jun2014. Disponível em: http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640409. Acesso em: 23 abr. 2017.

COUTINHO, Carlos N. Gramsci: um estudo sobre seu pensamento político. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

COUTINHO, Carlos N. e KONDER, L. Notas sobre Antonio Gramsci. In: GRAMSCI, A. Concepção dialética da história. Trad. de C. N. Coutinho. 10ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

DIAS, Edmundo. F. Gramsci em Turim: a construção do conceito de hegemonia. São Paulo: Xamã, 2000.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere – v. 1 – Antonio Gramsci: introdução ao estudo da filosofia; a filosofia de Benedetto Croce. Ed. e trad. de C. N. Coutinho; co-ed. de L. S. Henriques e M. A. Nogueira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere – v. 2 – Antonio Gramsci: os intelectuais; o princípio educativo; jornalismo. Ed. e trad. de C. N. Coutinho; coed. de L. S. Henriques e M. A. Nogueira. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000a.

GRAMSCI, Antonio. Escritos políticos - volume 1 - 1910-1920. Org., intr. e trad. de C. N. Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004a.

GRAMSCI, Antonio. Escritos políticos - volume 2 - 1921-1926. Org., intr. e trad. de C. N. Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004b.

GRAMSCI, Antonio. Cartas do Cárcere - volume 1 - 1926-1930. Org., intr. e trad. de L. S. Henrique. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005a.

GRAMSCI, Antonio. Cartas do Cárcere - volume 2 - 1931-1937. Org., intr. e trad. de L. S. Henrique. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005b.

JESUS, Antônio T. de. O pensamento e prática escolar de Gramsci. 2ª ed. Campinas-SP: Autores Associados, 2005.

LACORTE, Rocco. Sobre alguns aspectos da "tradutibilidade" nos Cadernos do Cárcere de Antonio Gramsci e algumas das suas implicações. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 28, n. 55, p. 59-98, jan./jun. 2014. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/24962/15246. Acesso em: 5 ago. 2016.

LÊNIN, Vladimir I. Cadernos filosóficos. Buenos Aires: Ediciones Estudio, 1972.

LÊNIN, Vladimir I. Obras escolhidas. São Paulo: Editora Alfa-Ômega, 1980. (Tomo 3)

LÊNIN, Vladimir I. As três fontes e as três partes constitutivas do marxismo. 5. ed. São Paulo: Global, 1985.

LO PIPARO, Franco. A linguística e o não marxismo de Gramsci. Trad. de J. Teixeira. Site Gramsci e o Brasil, junho-2008. Disponível em: http://www.acessa.com/gramsci/?page=visualizar&id=941. Acesso em: 15 mar. 2017.

MANACORDA, Mario A. O princípio educativo em Gramsci. Trad. de W. Lagos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

MANACORDA, Mario A. Marx e a pedagogia moderna. Trad. de N. R. Oliveira. São Paulo: Cortez; Campinas: Autores Associados, 1991.

MARTINS, Marcos F. Ensino técnico e globalização: cidadania ou submissão. Campinas-SP: Autores Associados, 2000.

MARTINS, Marcos F. Marx, Gramsci e o conhecimento: ruptura ou continuidade? Campinas-SP: Autores Associados; Americana-SP: UNISAL, 2008a.

MARTINS, Marcos F. Sociedade civil e "Terceiro Setor": apropriações indébitas do legado teórico-político de Gramsci. Revista de Filosofia Aurora, Curitiba, v. 20, n. 26, p. 75-100, jan./jun. 2008b. Disponível em: http://www2.pucpr.br/reol/pb/index.php/rf?dd1=1993&dd99=view&dd98=pb. Acesso em: 8 mar. 2017.

MARTINS, Marcos F. Gramsci, filosofia e educação. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 8, n. 1, p. 13-40, jan./jun. 2013. Disponível em: http://www.revistas2.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/5369/3466. Acesso em: 20 mar. 2017.

MARTINS, Marcos F. Educação e ensino no marxismo originário. In.: FRANCA, G. C. e LEITE, K. C. Cidade, natureza, educação: olhares marxistas. São Paulo: Xamã, 2016, p. 183-198.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Crítica da educação e do ensino. Trad. de A. M. Rabaça. Lisboa: Moraes, 1978.

MENESES, Jaldes R. Vocabulário gramsciano - tradução e tradutibilidade. site Gramsci e o Brasil. 2006. Disponível em: http://www.acessa.com/gramsci/texto_visualizar.php?mostrar_vocabulario=mostra&id=66. Acesso em: 20 abr. 2017.

NOSELLA, Paolo. A escola de Gramsci. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

NOSELLA, Paolo. Trabalho e perspectivas de formação dos trabalhadores: para além da formação politécnica. RBE, v. 12, nº. 34, jan./abr. 2007, p. 137-181. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n34/a11v1234.pdf. Acesso em: 18 abr. 2017.

NOSELLA, Paolo. Controvérsias marxistas sobre a leitura e recepção de Gramsci na educação brasileira. In.: LOMBARDI, J. C., MAGALHÃES, L. D. R. e SANTOS, W. S. S. (orgs.). Gramsci no limiar do século XXI. Campinas-SP: Librum Editora, 2013a, p. 45-59.

RAGAZZINI, Dario. A teoria da personalidade na sociedade de massa: a contribuição de Gramsci. Trad. de M. L. Menon. Campinas: Autores Associados, 2005.

SAVIANI, Dermeval. Educação: do senso comum à consciência filosófica. 2ª ed. São Paulo: Cortez e Autores Associados, 1982.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação política. São Paulo: Cortez e Autores Associados, 1983.

SAVIANI, Dermeval. Apresentação. In: WACHOWICZ, L. A. O método dialético na didática. Campinas: Papirus, 1989.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 34, jan./abr. 2007a. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n34/a12v1234.pdf. Acesso em: 10 mai. 2017.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2007b.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 10 ed. rev. Campinas-SP: Autores Associados, 2008a.

SAVIANI, Dermeval. A pedagogia no Brasil: história e teoria. Campinas-SP: Autores Associados, 2008b.

SAVIANI, Dermeval. Origem e desenvolvimento da pedagogia histórico-crítica. 2012. Disponível em: https://www.fe.unicamp.br/eventos/ged/histedbr2016/xhistedbr/paper/view/887/181. Acesso em: 6 mai. 2017.

SAVIANI, Dermeval. Gramsci e a educação brasileira. In.: LOMBARDI, José C., MAGALHÃES, Lívia D. R. e SANTOS, W. S. (Orgs.). Gramsci no limiar do século XXI. Campinas-SP: Librum Editora, 2013a, p. 60-79.

SAVIANI, Dermeval. A pedagogia histórico-crítica, as lutas de classe e a educação escolar. Germinal: marxismo e educação em debate, Salvador, v. 5, n. 2, p. 25-46, dez. 2013b. Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2017.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: para além da “teoria da curvatura da vara”. Germinal: marxismo e educação em debate, Salvador, v. 5, n. 2, p. 227-239, dez.2013c. Disponível: www.portalseer.ufba.br/index.php/revistagerminal/article/.../9713/7100. Acesso em: 28 mai. 2014.

SAVIANI, Dermeval. A nova Internacional: Michael Löwy, Franck Seguy, Alfredo Saad e Dermeval Saviani. 2h35. Publicado em: 01/12/2014. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=EyQ5qWKNy30. Acesso em: 03 mai. 2017.

SAVIANI, Dermeval. Catarse na pedagogia histórico-crítica: a concepção de Saviani. Crítica Educativa (Sorocaba/SP), v. 1, n. 1, p. 163-217, jan. /jun. 2015a. Disponível em: http://www.criticaeducativa.ufscar.br/index.php/criticaeducativa/article/view/29/177. Acesso em: 02 mai. 2017.

SAVIANI, Dermeval. O conceito dialético de mediação na pedagogia histórico-crítica em intermediação com a psicologia histórico-cultural. Germinal: marxismo e educação em debate, Salvador, v. 7, n. 1, p. 26-43, jun. 2015b. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/revistagerminal/article/view/12463/9500. Acesso em: 03 mai. 2017.

SAVIANI, Dermeval. História do tempo e tempo da história: estudos de historiografia e história da educação. Campinas-SP: Autores Associados, 2015c.

SCHIRRÙ, Giancarlo. Antonio Gramsci e a linguística. Revista Cult, Editora Bregantini, ano 20, nº 222, abril de 2017, p. 40-43.

SECCO, Lincoln. Gramsci e o Brasil: recepção e difusão de suas idéias. São Paulo: Cortez, 2002.

SEMERARO, Giovanni. Gramsci e a sociedade civil: cultura e educação para a democracia. Petrópolis-RJ: 1999, Vozes.

SILVEIRA JÚNIOR, Adilson A. Gramsci e o “problema da tradutibilidade” na filosofia da práxis. Crítica Marxista, n. 40, p. 63-82, 2015. Disponível em: http://www.ifch.unicamp.br/criticamarxista/arquivos_biblioteca/artigo2016_08_03_12_37_18.pd. Acesso em: 2 ago. 2016.

SNYDERS, Georges. Escola, classe e luta de classes. Lisboa: Moraes Editora. 1976.

SOARES, Rosemary D. Gramsci, o Estado e a escola. Ijuí: Editora Unijuí, 2000.

SOARES, Rosemary D. Gramsci e o debate sobre a escola pública no Brasil. Cadernos CEDES, Campinas, v. 26, nº 70, p. 329-352, set./dez. 2006.

STACCONE, Giuseppe. Gramsci - 100 anos: revolução e política. Petrópolis: Vozes, 1995.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.