Banner Portal
O avesso da aprendizagem
PDF

Palavras-chave

Psicanálise
Educação
Capitalismo
Quatro discursos

Como Citar

SCHMIDLEHNER, M. F.; ALVES NETO, F. R. O avesso da aprendizagem: um ensaio sobre educação, psicanálise e capitalismo. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 22, n. 1, p. 181–201, 2020. DOI: 10.20396/etd.v22i1.8653751. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8653751. Acesso em: 23 fev. 2024.

Resumo

O presente texto visa, baseado nas teorias de Jacques Lacan e autores neo-lacanianos, descrever e analisar como ao longo da tradição pedagógica ocidental, genuína aprendizagem está sendo inibida por meio da implementação de discursos de dominação social. Através de pesquisa bibliográfica, o trabalho abordará primeiramente o conceito da subversão do sujeito em Lacan e, em seguida, sua teoria dos quatro discursos, evidenciando que o processo de genuína aprendizagem, assim como a cura psicanalítica pressupõem a admissão da condição subvertida do sujeito. Em seguida, o texto discute a presença de elementos discursivos descritos por Lacan nas obras de Platão, mostrando como nelas se inicia a constituição de um sujeito de conhecimento com a negação de sua condição subvertida. As seções seguintes descrevem o aproveitamento das descobertas da psicanálise pelo sistema capitalista e a consequente alteração de processos de subjetivação a partir da segunda metade do século XX, analisando estes processos por meio de um quinto discurso, introduzido mais tarde por Lacan como Discurso do Capitalista. Finalmente é mostrado, como a manifesta repressão pelo discurso do mestre hoje dá lugar para o anonimato de uma hegemonia do conhecimento e pela auto-comodificação de sujeitos. O texto conclui, que a relação interpessoal que viabiliza genuína aprendizagem, a despeito da sistemática repressão pelo sistema educacional, pode ser estabelecida, dependendo da prontidão do educador ou da educadora em admitir sua condição de sujeito subvertido.

https://doi.org/10.20396/etd.v22i1.8653751
PDF

Referências

BERNAYS, Edward. Propaganda. New York: Horace Liveright, 1928.

COELHO, Carolina Marra S. Psicanálise e laço social-uma leitura do Seminário 17. Mental, Barbacena. v. 4, n. 6, p. 107-121, 2006.

CURTIS, Adam. Century of the self. London, UK: BBC Four, 2002.

EVANS, Dylan. An introductory dictionary of lacanian psychoanalysis. London: Routledge, 2006.

FINKELDE, Dominik. Das (postmoderne) subjekt ideologischer anrufung nach Lacan. In: FRICK, Eckhard (Org.), Freuds religionskritik und der 'spiritual turn'. Stuttgart: Kohlhammer Verlag, p. 97-111, 2014.

FREUD, S. Vorlesungen zur einführung in die psychoanalyse. Wien: Internationaler Psychoanalytischer Verlag, 1926.

FREUD, S. Die Zerlegung der psychischen Persönlichkeit – Neue Folge der Vorlesung zur Einführung in die Psychoanalyse. In: Gesammelte Werke. Frankfurt am Main: Fischer Verlag, p. 62-86, 1932;

FREUD, S. Das Unbehagen in der Kultur und andere kulturtheoretische Schriften. Frankfurt A.M.: Fischer, 2013.

HUTT, William H. Economists and the public: a study of competition and opinion. New Jersey: Transaction, 1936.

JAEGER, Werner. Paideia: A formação do homem grego. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

LACAN, Jacques. O seminário, livro 2: o eu na teoria de Freud e na técnica da psicanalise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985?.

LACAN, Jacques. O seminário, livro 3: as psicoses. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985a.

LACAN, Jacques. O seminário, livro 17: o avesso da psicanálise, 1969-1970. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1992.

LACAN, Jacques. Função e campo da fala e da linguagem em psicanálise. In: LACAN, Jacques. Escritos. Tradução Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. p. 238-324.

LAQUIEZE-WANIEK, Eva. Herrensignifikant: diskurs, symbolische ordnung und machtwechsel bei Jacques Lacan. In: GURSCHLER, I.; IVADY, S.; WALD, A. (Org.). Lacan 4D: Zu den vier Diskursen in Lacans Seminar XVII. Wien: Turia+Kant, 2013, p. 165-195.

MAZUR, Paul. American prosperity: its causes and consequences. New York, NY: Viking Press, 1928.

PASSONE, Eric Ferdinando Kanai. Psicanálise e educação: o discurso capitalista no campo educacional. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 15, n. 3, p. 407-424, dez. 2013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/1263/1278 . Acesso em: 20 out. 2018.

PLATÃO. Diálogos - Teeto, Crátilo. Tradução de C. A. Nunes, Belém PA: UFPA, 2001.

PLATÃO. Diálogos, Fedro - cartas, o primeiro Alcibíades. Tradução de C. A. Nunes. Belém PA: UFPA, 1975.

PLATÃO. A República, Tradução de M.H. da Rocha Pereira, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2005.

TOMŠIČ, Samo. The capitalist unconscious – Marx and Lacan. Edinburgh: Verso, 2015.

VOLKER, Camila Bylaardt. As palavras do oráculo de delfos: Um estudo sobre o De Pythiae Oraculis de Plutarco. 2007. 143f. Trabalho de Conclusão do Curso de Especialização (Programa de Pós-Graduação em Letras), Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007.

ŽIŽEK Slavoj. Eles não sabem o que fazem: o sublime objeto da ideologia. Rio de Janeiro RJ: Zahar, 1992.

ŽIŽEK Slavoj. Interrogating the real. New York: Bloomsbury Academic, 2013.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.