A construção da noção social de greve

um estudo evolutivo piagetiano

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v22i4.8655348

Palavras-chave:

Greve, Conhecimento social, Teoria piagetiana

Resumo

A partir dos estudos piagetianos sobre a construção do conhecimento social, o artigo apresenta os dados de uma pesquisa de caráter qualitativo e quantitativo, cujo objetivo consistiu em investigar a compreensão da noção de greve em estudantes da rede pública e particular, de idades entre 6 e 21 anos. A pesquisa com delineamento evolutivo transversal contou com 80 participantes, distribuídos da seguinte forma: 20 sujeitos de 06 anos, 20 de 11 anos, 20 de 16 anos e 20 de 21 anos. Ainda, para cada grupo etário, houve divisão quanto à origem da instituição escolar, assim, 10 participantes eram de instituições públicas e 10 de instituições privadas. O instrumento utilizado foi uma entrevista clínico-crítica que versava sobre a noção de greve. As entrevistas foram analisadas em consonância com os níveis de compreensão da realidade social, mediante a construção de subníveis, acrescida de estatística analítica de correlação entre variáveis. De modo geral, verificou-se que as ideias dos estudantes se concentraram no subnível IIa, revelando um entendimento da noção de greve pouco elaborado, pautado em juízos mais pessoais e aspectos aparentes. A análise estatística comprovou não haver diferença nas respostas conforme as escolas em que os participantes estavam matriculados. Discute-se aspectos relevantes sobre a construção do conhecimento social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Giachetto Saravali, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Doutora em Educação. Docente do Departamento de Psicologia da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação.

Amanda de Mattos Pereira Mano, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Doutora em Educação - Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professora adjunta da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, câmpus do Pantanal.

Angélica Pall Oriani, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Pós-Doutora em Educação - Universidade Estadual Paulista. Doutora e Mestre em Educação - Universidade Estadual Paulista. Coordenadora do curso de Pedagogia do Centro Universitário Sagrado Coração de Jesus em Bauru.

Taislene Guimarães, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Doutora em Educação - Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho"

Liliane Ubeda Morandi Rotoli, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Referências

ALMEIDA, Elisângela Áreas; Eliane Giachetto Saravali. As noções étnico-raciais e o currículo escolar de língua portuguesa: uma proposta de intervenção pedagógica. Rev. Teoria e Prática da Educação, v.20, n.1, p. 133-150, 2017. Disponível em: periodicos.uem.br/ojs/index.php/TeorPratEduc/article/download/37301/pdf. Acesso em: 04 abr. 2019.

AMAR, José. et al. Pensamiento económico em jóvenes universitarios. Revista Latinoamericana de Psicología, Colômbia, v.39, n.2, p. 363-373, 2007. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rlp/v39n2/v39n2a11.pdf. Acesso em: 14 mar. 2019.

BARROSO, Larissa. As ideias das crianças e adolescentes sobre seus direitos: um estudo evolutivo à luz da teoria piagetiana. 2000. 327f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

BRASIL. Decreto nº 21.396, de 12 de maio de 1932. Institui Comissões Mistas de Conciliação e dá outras providências. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-21396-12-maio-1932-526753-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 2 fev. 2018.

BRASIL. Constituição dos Estados Unidos do Brasil, de 10 de novembro de 1937. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao37.html. Acesso em: 4 mar. 2019.

BRASIL. Decreto-Lei nº 9.070, de 15 de março de 1946. Dispõe sobre a suspensão ou abandono coletivo do trabalho e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCIVil_03/Decreto-Lei/Del9070.htm. Acesso em: 2 fev. 2018.

BRASIL. Lei nº 4.330, de 1º de junho de 1964. Regula o direito de greve, na forma do art. 158. Disponível em: www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/1950-1969/L4330.htm. Acesso em: 4 mar. 2019.

BRASIL. Decreto-Lei nº 1.632, de 4 de agosto de 1978. Dispõe sobre a proibição de greve nos serviços públicos e em atividades essenciais de interesse da segurança nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del1632.htm. Acesso em: 2 fev. 2018.

BRASIL. Lei nº 7.783, de 28 de junho de 1989. Dispõe sobre o exercício do direito de greve, define as atividades essenciais, regula o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, e dá outras providências. Disponível: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L7783.htm. Acesso em: 2 fev. 2018.

CANTELLI, Valeria. Um estudo psicogenético sobre as representações de escola em crianças e adolescentes. 2000. 227 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

CASSAR, Vólia Bomfim. Resumo do direito do trabalho. 6.ed. São Paulo: Método, 2018.

COOPER, Sandra Iarê; STOLTZ, Tania. Conhecimento social: o caso do pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito. Ensino em Re-vista, Uberlândia, v.25, n.1, p. 82-106, 2018. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/em revista/issue/view/1546. Acesso em: 14 mar. 2019.

DELVAL, Juan. La construcción del conocimiento sobre la sociedade. Ensino Em Re-Vista Uberlândia, MG, v.25, n.1, p. 11-32, p. 82-106, 2018.Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/em revista/issue/view/1546. Acesso em: 14 mar. 2019.

DELVAL, Juan. Aspectos de la construcción del conocimiento sobre la sociedad. Educar em revista. Curitiba: Editora da UFPR, n. 30, p.45-64, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n30/a04n30 . Acesso em: 14 mar. 2019.

DELVAL, Juan. Introdução à prática do método clínico: descobrindo o pensamento das crianças. Tradução Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2002.

DENEGRI, Marianela. A construção do conhecimento social na infância e a representação da pobreza e desigualdade social: desafios para a ação educativa. In: ASSIS, Mucio e FAGUNDES, Antonio Jayro Fonseca da Motta. Descrição, definição e registro de comportamento. São Paulo: Edicon, 1981.

GOUVEIA; Andréa Barbosa; FERRAZ, Marcos Alexandre dos Santos. Sindicalismo docente e política educacional: tensões e composições de interesses corporativos e qualidade da educação. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n.48, p.111-129, abr./jun. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n48/n48a08.pdf. Acesso em: 29 jun. 2018.

GREVE DOS MESTRES QUASE TOTAL EM SP. Correio da manhã. Rio de Janeiro. Sexta-feira, 18 de outubro de 1963. n. 21.639, ano LXIII. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/Hotpage/HotpageBN.aspx?bib=089842_07&pagfis=44933&url=http://memoria.bn.br/docreader#. Acesso em: 21 jun. 2018.

MANO, Amanda de Mattos Pereira; SARAVALI, Eliane Giachetto. As relações entre a construção da abstração reflexionante e o conhecimento social: um estudo psicogenético. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v.23, p.759-779, 2014. Disponível em: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/1327 . Acesso em: 14 mar. 2019.

MANTOVANI DE ASSIS, Orly. ENCONTRO NACIONAL DE PROFESSORES DO PROEPRE - A criança e a escola, 15., 1998. Anais... Campinas: UNICAMP/FE/LPG, p. 43-54, 1998.

MONTEIRO, Tamires; SARAVALI, Eliane Giachetto. Psicogênese da noção de violência: um estudo evolutivo a partir da perspectiva piagetiana. Educação: Revista do Centro de Educação da UFSM, v.36, n.12, maio/ago., 2011, p. 279-296. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/2361. Acesso em: 18 jan. 2018.

PERALTA, Tânia; OLIVEIRA, Francismara Neves. A relação entre escola e trabalho: a realidade social na perspectiva de crianças. Educação em Questão, UFRN, Natal, v. 55, n. 45, p. 200-226, jul./set. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/12751. Acesso em: 14 mar. 2019.

PIAGET, Jean. A equilibração das estruturas cognitivas. Tradução de Marion Merlone dos Santos Penna, Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

PIAGET, Jean. A representação do mundo na criança. Tradução Rubens Fiúza. Rio de Janeiro: Record, 1979.

QUINO. Toda a Mafalda: da primeira à última tira. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

SARAVALI, Eliane Giachetto; GUIMARÃES, Taislene. Ambientes educativos e conhecimento social: um estudo sobre as representações de escola. Educação em revista, Belo Horizonte, v.26, n.1, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-46982010000100008&script=sci_abstract&tlng=pt . Acesso em: 14 mar. 2019.

SOUZA, Emilyn Fernanda Pereira de; SARAVALI, Eliane Giachetto. As relações entre o raciocínio lógico-matemático e a construção do conhecimento social: um estudo evolutivo. Cadernos de Educação, Pelotas, n.53, p.101-122, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/view/9155 . Acesso em: 14 mar. 2019.

VICENTINI, Paula Perin; LUGLI, Rosário Genta. História da profissão docente no Brasil. São Paulo: Cortez, 2009.

Downloads

Publicado

2020-11-09

Como Citar

SARAVALI, E. G.; MANO, A. de M. P.; ORIANI, A. P.; GUIMARÃES, T.; ROTOLI, L. U. M. A construção da noção social de greve: um estudo evolutivo piagetiano . ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 22, n. 4, p. 948–968, 2020. DOI: 10.20396/etd.v22i4.8655348. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8655348. Acesso em: 4 dez. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)