Influência da inclusão digital na alfabetização em saúde de idosos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v24i3.8661696

Palavras-chave:

Alfabetização tecnológica, Pessoa idosa, Educação para a saúde, Inclusão digital

Resumo

A alfabetização em saúde representa as habilidades dos indivíduos para obterem acesso, compreenderem e usarem informações para promover uma boa saúde. Em paralelo, a inclusão digital favorece o conhecimento de novas tecnologias e a integração entre comunidades, facilitando o aprendizado e a melhora da qualidade de vida. O objetivo desse estudo foi avaliar se a inclusão digital e fatores sociodemográficos favorecem a alfabetização em saúde de idosos. Estudo epidemiológico observacional transversal realizado nas cidades de Campinas-SP e Juiz de Fora-MG, considerando uma amostra probabilística de idosos. Foram aplicados três questionários: sociodemográfico, Health Literacy Scale-14 (HSL-14) e o NIDI (Nível de Inclusão Digital Individual). Após análise exploratória, as associações entre as variáveis e o desfecho, nível de alfabetização, foram analisadas por modelos de regressão logística simples, estimando-se os odds ratio brutos com os respectivos intervalos de 95% de confiança. A idade média da amostra de 291 idosos é de 68,2 anos com 50,5% com escolaridade até o fundamental completo, 72,5% com renda de até dois salários-mínimos, 49,8% com baixo nível de inclusão digital e 47,44% com baixo nível de literacia em saúde.  Idosos com menor escolaridade (OR=6,74; IC95%: 2,48-18,32) que moram acompanhados (OR=2,12; IC95%:1,22-3,68), que não possuem celular (OR=2,98; IC95%: 1,66-5,38) e que tem baixo nível de inclusão digital (OR=2,17; IC95%: 1,21-3,88) tem mais chance de apresentar menor nível de alfabetização (p<0,05). Conclui-se que a baixa inclusão digital, menor escolaridade, não possuir celular e morar acompanhado associam-se à menor alfabetização em saúde.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiana Costa Polonski, Faculdade São Leopoldo Mandic

Mestre em Saúde Coletiva na Faculdade São Leopoldo Mandic. Campinas, SP - Brasil.

Luciane Zanin, Faculdade São Leopoldo Mandic

Doutora em Cardiologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP - Brasil. Docente na Faculdade São Leopoldo Mandic. Campinas, SP - Brasil.

Arlete Maria Gomes Oliveira, Faculdade São Leopoldo Mandic

Doutora em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP - Brasil. Docente da Faculdade São Leopoldo Mandic. Campinas, SP - Brasil. 

Emiliane Rodrigues Dutra, Faculdade São Leopoldo Mandic

Mestre em Saúde Coletiva pela Faculdade São Leopoldo Mandic. Campinas, SP - Brasil. 

David Antonio da Silva Filho, Faculdade São Leopoldo Mandic

Mestre em Saúde Coletiva pela Faculdade São Leopoldo Mandic. Campinas, SP - Brasil.

Flávia Martão Flório, Faculdade São Leopoldo Mandic

Doutora em Cardiologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP - Brasil. Docente da Faculdade São Leopoldo Mandic. Campinas, SP - Brasil. 

Referências

ABBOTT Patricia, et al. Explorando doenças crônicas na Bolívia: um estudo transversal em La Paz. PLoS ONE, v. 13, n. 2, p. e0189218, 2018. DOI: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0189218

ADAMS, Robert J. et al. Health literacy--a new concept for general practice? Australian Family Physician. v. 38, n. 3, p. 144-147, 2009.

ALVES Luciana Correia; LEITE Iúri da Costa; MACHADO Carla Jorge. Fatores associados à incapacidade funcional dos idosos no Brasil: análise multinível. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 44, n. 3, p. 468-478, 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89102010005000009

ANJOS, Thaiana Pereira; GONTIJO, Leila Amaral. Descomplicando o uso do telefone celular pelo idosos: desenvolvimento de interface de celular com base nos princípios de usabilidade e acessibilidade. Production, São Paulo, v. 25, n. 4, p. 791-811, out-dez. 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/0103-6513.091312

ANTUNES, Hanna Karen Moreira et al. Escores de depressão, ansiedade e qualidade de vida em idosos após um programa de exercícios de endurance. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 27, n. 4, p. 266-71, dez. 2005.

ARANTES, Rodrigo Caetano et al. Arranjos domiciliares e saúde dos idosos: um estudo piloto qualitativo em um município do interior de Minas Gerais. Belo Horizonte: UFMG/Cedeplar; 2010.

BARBOSA, Maria Teresa Gama. Comportamentos de Risco. Estudo sobre Evolução das Avaliações de Comportamentos de Risco em Utentes da UCSP de Azevedo Quadernsanimacio.net. nº 17, 2013. Disponível em: http://quadernsanimacio.net. Acesso em: 18 abr 2020

.

BAZARGAN Mohsen, et al. Non-adherence to medication regimens among older African-American adults. BMC Geriatrics, v. 17, n. 1, p. 163, jul. 2017, DOI: https://doi.org/10.1186/s12877-017-0558-5

BEZ, Maria Rosangela; PASQUALOTTI Paulo Roberto; PASSERINO Liliana Maria. Inclusão digital da terceira idade no centro Universitário Feevale. In: Anais do XVII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação – SBI-UNB, Brasília; 2006. p. 61-70.

BLACKMAN, Stephanie et al. Ambient assisted living technologies for aging well: A scoping review. Journal of Intelligent Systems, v. 25, n. 1, p. 55-69, 2016. DOI: https://doi.org/10.1515/jisys-2014-0136

BOLZAN Larissa Medianeira, et al. Validação de um instrumento capaz de identificar o nível de inclusão digital individuam. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 23, n. 2, p. 75-88, maio-ago. 2013

Brasil. Ministério da Saúde. Envelhecimento ativo: uma política de saúde; 2005

Cabral Filho Adilson Vaz. Sociedade e tecnologia digital: entre incluir ou ser incluída. Liinc em Revista, Brasília, v.2, n. 2, p. 110-9, set. 2006 DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v2i2.207

CAMARGOS Mirela Castro Santos, RODRIGUES Roberto Nascimento. Idosos que vivem sozinhos: como eles enfrentam dificuldades de saúde. In: XVI Encontro Nacional de Estudos Populacionais, Caxambu- MG; 2008.

CASTRO Camila Menezes Sabino et al. Influência da escolaridade e das condições de saúde no trabalho remunerado de idosos brasileiros. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 24, n. 11, p. 4153-4162, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-812320182411.05762018

CHEHUEN NETO José Antonio et al. Letramento funcional em saúde nos portadores de doenças cardiovasculares crônicas. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 24, n. 3, p. 1121-1132, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232018243.02212017

FEBRÔNIO, Rodrigo José Vieira. Inclusão digital na terceira idade: o processo de ensino/aprendizagem e dificuldades do idoso na informática. Ideias & Inovação, Aracaju, v. 3, n. 3, p. 51-58, abr. 2017

FERREIRA Olívia Galvão Lucena et al. Envelhecimento ativo e sua relação com a independência funcional. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 21, n. 3, p. 513-518, jul-set. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-07072012000300004

FRANCO Juliana Aparecida, SOUZA Dércia Antunes. Inclusão digital para pessoas de terceira idade: a importância do acesso a informação. In: XII Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia. 2015. Disponível em: https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos15/13722126.pdf. Acesso em: 20 maio 2020.

JANTSCH Anelise et al. As Redes Sociais e a Qualidade de Vida: os Idosos na Era Digital. IEEE-RITA, v. 7, n. 4, p. 173-179, nov. 2012.

MARQUES Ana Carolina Paula. Tradução, adaptação transcultural e validação de um instrumento de alfabetização em saúde para adultos [dissertação]. Piracicaba: Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual de Campinas; 2017.

MIRANDA, Letícia Miranda; FARIAS, Sidney Ferreira. Contributions from the internet for elderly people: a review of the literature, Interface - Comunicação, Saúde e Educação, Botucatu, v. 13, n.29, p. 383-394, abr-jun. 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-32832009000200011

NUTBEAM Don. Health literacy as a public health goal: A challenge for contemporary health education and communication strategies into the 21st century. Health Promotion International, v. 15, n. 3, p. 259-267, set. 2000. DOI: https://doi.org/10.1093/heapro/15.3.259

SAMPAIO, Talita Santos Oliveira; SAMPAIO, Lucas Silveira; VILELA, Alba Benemérita Alves. Conteúdos e estrutura representacional sobre família para idosos em corresidência. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 24, n. 4, p. 1309-1316, abr. 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232018244.09122017

SANTOS, Maria Izabel Penha de Oliveira; PORTELLA, Marilene Rodrigues. Conditions of functional health literacy of an elderly diabetics group. Revista Brasileira de Enfermargem, Brasília, v. 69, n. 1, p. 144-152, jan-fev. 2016.

SERRA Deuzimar Costa, FURTADO Eliane Dayse Pontes. OS IDOSOS NA EJA: UMA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Olhar de professor, Ponta Grossa, 19(2): 149-161, 2016. Disponível em: http://www.uepg.br/olhardeprofessor. Acesso em: 28 set. 2020. DOI: https://doi.org/10.5212/OlharProfr.v.19i2.0002

SILVEIRA Michele Marinho, PORTUGUEZ Mirna Wetters. Analysis of life quality and prevalence of cognitive impairment, anxiety, and depressive symptoms in older adults. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 34, n. 2, p. 261-268, abr-jun. 2017 DOI: https://doi.org/10.1590/1982-02752017000200007

SUDORE Rebecca L. et al. Limited literacy and mortality in the elderly: the health, aging, and body composition study. Journal of General Internal Medicine, v. 21, n. 8, p. 806-812, Aug. 2006. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1525-1497.2006.00539.x

SUKA Machi et al. The 14-item health literacy scale for Japanese adults (HLS-14). Environmental Health and Preventive Medicine, v. 18, n. 5, p. 407-415, 2013. DOI: https://doi.org/10.1007/s12199-013-0340-z

TURKOGLU Ali Riza et al. Evaluation of the relationship between compliance with the follow-up and treatment protocol and health literacy in bladder tumor patients. Aging Male. v. 22, n. 4, p. 266-271, 2019. DOI: https://doi.org/10.1080/13685538.2018.1447558

United Nations. Population indicators. In: World population prospects 2017. New York: United nations, Department of Economic and Social Affair, Population Division. 2017. Disponível em: https://esa.un.org/unpd/wpp/Download/Standard/Population//. Acesso em: 25 maio 2020.

WANZINACK, Clóvis; BERTOLA, Izabela Pichinin; SIGNORELLI, Marcos Cláudio. Inclusão digital de idosos no litoral paranaense: uma proposta interdisciplinar. Divers@ Revista Eletrônica Interdisciplinar, v. 6, n. 1, p. 1-73, 2013. DOI: https://doi.org/10.5380/diver.v6i1.33933

ZAINE I et al. Apoio ao letramento digital de idosos: adesão e avaliação da população idosa a um aplicativo móvel de incentivo ao uso de smartphones e tablets em ambiente natural. Medicina, v. 50, n. 3, p. 60-63, 2017

Downloads

Publicado

2022-08-22

Como Citar

Polonski, T. C. ., Zanin, L., Oliveira, A. M. G. ., Dutra, E. R., Silva Filho, D. A. da ., & Flório, F. M. . (2022). Influência da inclusão digital na alfabetização em saúde de idosos. ETD - Educação Temática Digital, 24(3), 584–597. https://doi.org/10.20396/etd.v24i3.8661696