Possíveis aproximações sobre o conceito de trabalho coletivo em Freinet e Freire

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v24i3.8663714

Palavras-chave:

Formação de professores

Resumo

Os movimentos de revisita e análise dos/nos escritos de Freire, em “Pedagogia do Oprimido” e “Pedagogia da Esperança”, e de Freinet, em “Para uma Escola do Povo” e “Educação para o Trabalho”, sobre a existência do conceito de trabalho coletivo desvelam palavras que dialogam sobre os seus fundamentos e nos levam a compreender princípios fundantes de uma educação outra. Os textos, apesar de não mencionarem ipsis litteris tal expressão em sua forma composta, se revelam como leituras íntimas em relação ao tema. Freire discute os conceitos de solidariedade, dialogicidade/diálogo, reflexão, libertação, colaboração, comunhão e trabalho como ideias que corroboram outras leituras balizadoras do processo de compreensão sobre o trabalho coletivo. Freinet explora princípios que o cotejam por intermédio dos seguintes temas: educação pelo trabalho, cooperação, auto-organização. Ambos os teóricos remetem a leituras que lançam a concepção de trabalho coletivo em consonância com um projeto de educação que se faz para e com o povo. Enquanto Freire se detém aos processos de educação mais amplos e o coletivo se projeta no processo de humanização, Freinet trabalha com esses conceitos no campo da organização do trabalho escolar, nos levando a refletir e a estabelecer uma proposta concreta de trabalho cooperativo com estudantes e professores. São leituras que se constituem como dissonantes, uma vez que recuperam obras de autores e as aproximam de uma necessária educação para os excluídos, para e com as vozes dissonantes da sociedade, as quais, ao mesmo tempo, fazem parte da composição social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Varani, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP - Brasil. Professora Doutora da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP - Brasil.

Adriana Alves Fernandes Costa, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) - Campinas, SP - Brasil. Pós-doutora  pela Universidade de Coimbra. Coimbra, PT. Professora adjunta da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Seropédica, RJ - Brasil.  

Referências

BOLEIZ JÚNIOR, Flávio. Freinet e Freire: educadores populares que dialogam. Revista de Educação Popular, Uberlândia, v. 9, p. 37-45, jan/dez. 2010.

BOLEIZ JÚNIOR, Flávio. Trabalho e práxis e sua relação com as pedagogias de Célestin Freinet e de Paulo Freire. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. 1, p. 49-62, jan./mar. 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-97022015011744

COSTA, Adriana Alves Fernandes; VARANI, Adriana. Do trabalho coletivo docente: o conceito revisitado. Revista Crítica Educativa (Sorocaba/SP), v. 3, n. 1, p. 50-66, jan./jun.2017. DOI: https://doi.org/10.22476/revcted.v3i1.105

FREINET, Célestin, Educação pelo Trabalho. São Paulo: Martins Fontes, 1988.

FREINET, Célestin. Para uma Escola do Povo: guia prático para a organização material, técnica e pedagógica da escola popular. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREITAS, Ana Lúcia Souza de; FOSTER, Mari Margarete dos Santos. Paulo Freire na formação de educadores: contribuições para o desenvolvimento de práticas crítico-reflexivas. Educar em Revista, Curitiba. n. 61. p. 55-69, jul./set. 2016. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-4060.47206

GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes: o cotidiano e as ideias de um moleiro perseguido pela Inquisição. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

OLIVEIRA, Anne Marie Milon. Célestin Freinet: raízes sociais e políticas de uma proposta pedagógica. Rio de Janeiro: Papéis e Cópias de Botafogo, 1996.

VARANI, Adriana. Da constituição do trabalho docente coletivo: re-existência docente na descontinuidade das políticas educacionais. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, 2005. Acesso em: 17 de agosto de 2020.

VICENTINI, Adriana Alves Fernandes. O trabalho coletivo docente: contribuições para o desenvolvimento profissional dos professores. Universidade Estadual de Campinas. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Ca,pínas, SP, Mestrado, 2006. Acesso em: 10 de agosto de 2020.

Downloads

Publicado

2022-08-22

Como Citar

Varani, A., & Costa, A. A. F. . (2022). Possíveis aproximações sobre o conceito de trabalho coletivo em Freinet e Freire. ETD - Educação Temática Digital, 24(3), 633–650. https://doi.org/10.20396/etd.v24i3.8663714