Banner Portal
Projeto de uma colônia agrícola de surdos
Foto de capa: Antonio Carlos Dias Júnior
PDF

Palavras-chave

Surdotopia
Língua de Sinais
Joseph Théobald
Colônia agrícola
História da educação de surdos

Como Citar

SOUZA , Regina Maria de; BRITO, Fábio Bezerra de; GIL, Cristina. Projeto de uma colônia agrícola de surdos: uma surdotopia no século XIX francês?. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 24, n. 4, p. 796–810, 2022. DOI: 10.20396/etd.v24i4.8669147. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8669147. Acesso em: 18 maio. 2024.

Resumo

Em 1870, dez anos antes do conhecido II Congresso Internacional de Educação para Surdos de Milão, Joseph Théobald, um dos quatro surdos nele presentes, detalha os motivos pelos quais a criação de uma colônia agrícola de surdos seria um projeto relevante para ser implementado com o apoio da Sociedade de Educação e de Assistência para os Surdos-Mudos na França. O objetivo deste trabalho é oferecer escuta à demanda de Théobald em seu projeto, analisando o contexto histórico (político, social, educacional) da França do século XIX, que permitiu a emergência de uma proposta que, hoje, nos impactaria: a da criação de uma colônia agrícola de surdos. A metodologia consiste na análise de discurso da fonte histórica primária – Projet d´une colonie agricole de sourds-muets – e sua discussão a partir do estudo de processos históricos ocorridos no século XIX, em especial na França. Além disso, à luz da investigação sobre Surdotopia, integrando Estudos Surdos, Estudos de Cultura e Estudos de Utopia, procuramos entender os contornos da vida e da obra de Théobald como potencial manifestação de Surdotopia. O nosso recorte considera, principalmente, as iniciativas feitas por surdos para poderem viver e ser surdos.

 

https://doi.org/10.20396/etd.v24i4.8669147
PDF

Referências

ANDERSON, Benedict. Imagined communities: Reflections on the origin and spread of nationalism. Londres: Verso, (1983) 1991.

BERNARD, Yves. Utopies silencieuses. Paris: Éditions du Fox, 2016. Disponível em: https://2-as.org/editions-du-fox/bernard-yves/45-utopies-silencieuses-yves-bernard.html. Acesso em: 28 mar. 2022.

BERNARD, Yves. Par delà les signes. Paris: Éditions du Fox, [201- ?]. Disponível em:https://2-as.org/editions-du-fox/bernard-yves/44-par-dela-les-signes-yves-bernard.html. Acesso em: 28 mar. 2022.

BERNSTEIN, Serge; MILZA, Pierre. História do Século XIX. Lisboa: Publicações Europa-América, 1997.

BERTIN, Fabrice. Les sourds: une minorité invisible. Paris: Éditions Autrement, 2010.

BRESCIANI, Maria Stella M. Londres e Paris no século XIX: o espetáculo da pobreza. São Paulo: Brasiliense, 1982.

CANTIN, Yann. Une catégorie fragile: les sourds-muets et la réforme de lʼéducation dans les années 1880. In: EHESS-CRH Seminário ESOP, 11 de janeiro de 2011. Disponível em: http://cernach.free.fr/travaux/educationsourd.pdf. Acesso em: 28 mar. 2022.

CANTIN, Yann; CANTIN, Angélique. Dictionaire biographique des grands sourds en France – Les Silencieux de France (1450 – 1930). Paris: Archives & Culture, 2017.

CLAEYS, Gregory. Utopia: a história de uma ideia. São Paulo: Edições SESC, 2013.

DEGERANDO, Joseph-Marie. Dos signos e da arte de pensar considerados em mútuas relações. In: CIVITA, V. (Org.). São Paulo: Abril Cultural, 1793, p. 329-441. Publicado em Paris em 1800. (Série Os Pensadores, v. XXVII).

ENCREVÉ, Florence. A « família » dos surdos-mudos face à ideia do progresso no século XIX. Moara, Belém, n. 51, p. 261-282, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.18542/moara.v1i51.7347 . Disponível em: https://bityli.com/WvLvo . Acesso em: 11 fev. 2022.

FLOURNOY, John Jacobus. Reply to objections. American Annals of the Deaf and Dumb, v. 10, p. 140-151, 1858.

AILLARD, Henri. Vie sociale des sourds-muets. Carrières et professions des sourds-muets. Mémoire lu. In: CONGRÈS INTERNATIONAL DES SOURDS-MUETS, 1893, Paris., Paris: 1894. Encontrado em: Paris: Impr. D´ouvries sourds-muets, 1900. Disponível em: https://data.bnf.fr/fr/temp-work/e1906bad51870ef8eb3c895bd8cfde47/ . Acesso em: 28 mar. 2022.

GAILLARD, Henri; JEANVOINE, Henri. CONGRÈS INTERNATIONAL POUR L’ETUDE DES QUESTIONS D’ASSISTANCE ET D’EDUCATION DES SOURDS-MUETS (sections des sourds-muets). Paris: Imprimerie D’Ouvriers Sourds-Muets, 1900.

GIL, Cristina. Deaftopia: Utopian representations and community dreams by the deaf. 2020. Tese (Doutoramento em Estudos de Cultura) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, 2020.

HARVEY, David. París: capital de la modernidad. Madrid: Ediciones Akal, 2006.

HOBSBAWM, Eric J. A era do capital: 1848-1875. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

LESOURD, Jean-Alain. A França de 1848 a 1870. In: NÉRÉ, Jacques. História contemporânea. 4. ed. Rio de Janeiro: Bertrand, 1991.

MILZA, Pierre. Napoléon III. Paris: Perrin Éditions, 2008.

PATRIOTA DA SILVA, Morena Dolores; SOUZA, Regina Maria de. Erradicação da surdez: a eugenia na escolarização dos surdos no século XIX. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 20, n. 43, p. 183-201, 2018. Disponível em: https://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/pedagogica/article/view/3942. Acesso em: Acesso em: 28 mar. 2022.

PRICE, Roger. The French Second Empire: An anatomy of political power. Cambridge: Cambridge University Press, 2001.

PRUTSCH, Markus J. Caesarism in the Post-Revolutionary Age. London: Bloomsbury Academic, 2020.

QUARTARARO, Anne T. The perils of assimilation in modern France: The deaf community, social status, and educational opportunity, 1815-1870. Journal of Social History, Oxford, v. 29, n. 1, p. 5-23, 1995.

RIBEIRO, Maximina. Resgatados do silêncio – surdez e pedagogia. O instituto “Araújo Porto” (1893-1945). Coimbra: Almedina, 2018.

ROSENBLATT, Helena. A história esquecida do liberalismo. Lisboa: Edições 70, 2021.

SALIBA, Elias T. As utopias românticas. 2. ed. São Paulo: Estação Liberdade, 2003.

SARGENT, Lyman Tower. Utopianism: A very short introduction. Oxford: Oxford University Press, 2010.

SOUZA, Regina Maria. Ferdinand Berthier e a organização do movimento surdo: resistência aos desafios e polarizações políticas na França do século XIX. In: SOUZA, Regina Maria de; RODRIGUES, José Raimundo. Ferdinand Berthier (1809-1886): erudito, professor, ativista surdo e suas contribuições para o nosso presente. Curitiba: CRV, 2021. (Coleção A história é a de quem conta: Narrativas de autores surdos esquecidos pela história, v. 2).

SPITZER, Alan B. The Good Napoleon III. French Historical Studies. Durham, NC, v.2, n. 3, p. 308-329, 1962. DOI: 10.2307/285884. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/285884 . Acesso em: 4 fev. 2022.

THÉOBALD, Joseph. Projet d´une colonie agricole de sourds-muets. Paris: Éditions du Fox, 1870a. Disponível em: https://rb.gy/uuewfm. Acesso em: 28 mar. 2022.

THÉOBALD, Joseph. De l'enseignement de l'histoire sainte aux sourds-muets et de ses rapports avec l'enseignement de la langue française, lettre à un ami, par J. Théobald. Chambéry: 1870b. Paris: Biblioteca Nacional da França; Editora online Gallica: gálica.bnf.fr. Disponível em: https://rb.gy/epceyt. Acesso em: 28 mar. 2022.

URBINATI, Inoã Pierre Carvalho. Ordem social e práticas agrícolas: a França como fonte inspiradora de projetos de colônias agrícolas no Brasil Império. Ideias, Campinas, SP, v. 6, n. 1, p. 253-278, 2015. DOI: 10.20396/ideias.v6i1.8649486. Disponível em: encurtador.com.br/hCMP0. Acesso em: 13 fev. 2022.

VALADE-GABEL, Jean-Jacques. Guide des instituteurs primaires pour commencer l'éducation des sourds-muets. Paris: Éditions du Fox, 1863. Disponível em: https://rb.gy/1ysfre. Acesso em: 28 mar. 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 ETD - Educação Temática Digital

Downloads

Não há dados estatísticos.