Práticas pedagógicas em prevenção ao abuso de drogas: aspectos motivacionais

Autores

  • Marília Saldanha da Fonseca Centro Universitário de Barra Mansa

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v10in.esp..948

Palavras-chave:

Formação de professores. Drogas-abuso. Drogas-prevenção. Motivação.

Resumo

Pesquisas reconhecem a presença de drogas psicotrópicas nas escolas e abuso dessas substâncias entre alunos. Apontam a necessidade de melhorar a formação de professores em prevenção ao consumo de drogas. Estudos demonstram que o contexto da sala se aula e a atuação do professor são elementos determinantes para assegurar o interesse e o entusiasmo na aprendizagem. O objetivo desse trabalho foi investigar se as atuais práticas docentes são apropriadas à demanda do abuso de drogas entre estudantes. Realizou-se uma intervenção pedagógica entre professoras (23) de educação básica fundamentada no método dialético: tese, antítese e síntese. No presente estudo, o planejamento e a estruturação da intervenção tiveram como foco criar um clima que viabilizasse a motivação para aprender dos professores participantes. Os resultados mostram que a construção de um ambiente de aprendizagem estimulante está associado à motivação de quem aprende. Além disso, sugerem que as propostas inconsistentes do início da intervenção foram se redefinindo até a formulação de propostas novas e adequadas ao contexto social, evidenciando articulação de conhecimentos sobre prevenção ao uso de drogas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marília Saldanha da Fonseca, Centro Universitário de Barra Mansa

Pedagoga pelo Centro Educacional Augusto Motta (SUAM), Mestre em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Coordenadora Acadêmica de Cursos de Pós –Graduação na Coordenadoria de Pós-Graduação e Pesquisa (COPEP) do Centro Universitário de Barra Mansa (UBM).

Referências

ARANTES, V. J. Psicologia e psicopedagogia. In: SISTO, F. F. et al. Atuação psicológica e aprendizagem escolar. Petrópolis: Vozes, 1996.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BUCHER, R. A abordagem preventiva. In: BUCHER, R. (Org.). As drogas e a vida: uma abordagem biopsicossocial. São Paulo, SP: EPU, 1988. p.55-67.

BZUNECK, J. A.. A. A motivação do aluno: aspectos introdutórios. In: BORUCHOVITCH, E.; BZUNECK, J. A. (Org.). A motivação do aluno: contribuições da psicologia contemporânea. Petrópolis: Vozes, 2001 p.9-36.

DEMO, P. Metodologia científica em Ciências Sociais. 3. ed. São Paulo, SP: Atlas, 1995.

GALDURÓZ, J. C. F et al. V Levantamento sobre o uso de drogas entre estudantes do ensino fundamental e médio 27 capitais brasileiras. São Paulo, SP: Centro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas – CEBRID; Departamento de Psicobiologia da Escola Paulista de Medicina, 2004.

GUIMARÃES, S. E. R. G. Necessidade de pertencer: um motivo humano fundamental. In: BORUCHOVITCH, E.; BZUNECK, J. A. (Org.). Aprendizagem: processos psicológicos e o contexto social na escola. Petrópolis: Vozes, 2004.

GUIMARÃES, S. E. R. G. Motivação intrínseca, extrínseca e o uso em sala de aula. In: BORUCHOVITCH, E.; BZUNECK, J. A. (Org.). A motivação do aluno: contribuições da Psicologia Contemporânea. Petrópolis: Vozes, 2009 p.37-57.

GRIFFITH, E. A toxicomania tem muitas faces. O Correio da UNESCO. O mosaico das drogas. Rio de Janeiro, ano 10, n.3, p. 11, mar.1982.

FONSECA, M. S. Prevenção ao abuso de drogas na prática pedagógica dos professores do Ensino Fundamental. 2006. 186 fl. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, 2006.

MACEDO, L. Apresentação. In: COOL, C. Psicologia e Currículo: uma aproximação psicopedagógica à elaboração do currículo escolar. São Paulo, SP: Ática, 1999, p.7-21.

MARTINS, P. L. O. Didática teórica / Didática prática: para além do confronto. São Paulo, SP: Loyola, 1989.

NUNES, C. SILVA, E. A educação sexual da criança: subsídios teóricos e propostas práticas para uma abordagem da sexualidade para além da transversalidade. Campinas: Autores Associados, 2000.

SANTOS, R. M. S. Prevenção de drogas na escola: uma abordagem psicodramática. Campinas: Papirus, 1997.

SAVIANI, D. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. 31. ed. Campinas: Autores Associados, 1977.

TURATO, E. R. Tratado da metodologia da pesquisa clínico-qualitativa: construção teórico-epistemológica, discussão comparada e aplicação nas áreas da saúde e humanas. Petrópolis: Vozes, 2003.

Downloads

Publicado

2009-11-06

Como Citar

Fonseca, M. S. da. (2009). Práticas pedagógicas em prevenção ao abuso de drogas: aspectos motivacionais. ETD - Educação Temática Digital, 10, 329–346. https://doi.org/10.20396/etd.v10in.esp.948

Edição

Seção

Relato de Experiência