A rota da transregionalização, da transnacionalização e dos oligopólios educacionais na educação a distância no Maranhão

Palavras-chave: Educação a distância, Oligopólios, Maranhão

Resumo

O artigo aborda a transregionalização, a transnacionalização e os oligopólios educacionais focados na Educação a Distância, como uma expressão da financeirização do capital na educação superior, referenciada pelas premissas neoliberais que orientam a reprodução do capital. O processo de construção teórico-prático deste estudo partiu do pressuposto de que esse fenômeno só pode ser compreendido a partir de uma perspectiva de análise que o considera como uma totalidade concreta. Dessa forma, o universo de investigação foi composto por todas as Instituições de Ensino Superior que ofertam Educação a Distância no Maranhão e os dados foram coletados a partir de consultas no portal do Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior - Cadastro e-MEC e nos documentos públicos sobre Educação a Distância. Os resultados indicaram que a massificação da Educação a Distância no Maranhão é um fenômeno concreto e que esse estado é rota crescente dos oligopólios educacionais transregionais e transnacionais, fomentados pelo grande capital em busca de alta lucratividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alberico Francisco do Nascimento, Instituto Federal do Maranhão

Professor do Magistério Superior do Instituto Federal do Maranhão (IFMA).

Referências

ABED. Censo EAD.BR: Relatório Analítico da Aprendizagem a Distância no Brasil 2017. Analytic Report of Distance Learning in Brazil/[livro eletrônico]/[organização] ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância [traduzido por Maria Thereza Moss de Abreu]. – Curitiba: 2018.

BANCO MUNDIAL. Construir sociedades del conocimiento: nuevos retos para la educación terciaria. Washington, 2003. Disponível em: htpp/www. Banco mundial.org.br. Acesso em: 8 dez. 2018.

BANCO MUNDIAL. La enseñanza superior: las lecciones derivadas de la experiencia. Washington, 1994. Disponível em: htpp/www.bancomundial.org.br. Acesso em: 8 dez. 2018.

BRASIL. Decreto nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o Art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015- 2018/2017/decreto/. Acesso em: 20 dez. 2018.

BRASIL. Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017a. Regulamenta o Art.80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015- 2018/2017/decreto/D9057.htm. Acesso em: 19 dez. 2018.

BRASIL. E-MEC. Relação dos municípios e da quantidade de IES que ofertam EAD no Maranhão em 2018. 2018b. I Quadro.

BRASIL. Ministério da Educação. Censo da Educação Superior 2017: notas estatísticas. Brasília, 2018a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman &view=download&alias=71221-notas-sobre-censo-educacao-superior-2016-pdf&category_ slug=agosto-2018-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 10 dez. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 15 dez. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Normativa n° 11, de 20 de junho de 2017b. Estabelece normas para o credenciamento de instituições e a oferta de cursos superiores a distância, em conformidade com o Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 21 jun. 2017.

CHESNAIS, F. A mundialização do capital. São Paulo: Xamã, 1996.

HARVEY, D. O enigma do capital e as crises do capitalismo. São Paulo: Boitempo Editorial, 2011.

MÉSZÁROS, I. Para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2002.

NASCIMENTO. A. F. Educação a distância e fetichismo tecnológico: estado e capital no projeto de ensino superior no Brasil. 2011. 233 f. Tese (Doutorado em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2011.

OMC. Servicios de enseñanza – nota documental de la secretaria. 1998.

RUMBLE, G. A gestão dos sistemas de ensino a distância. Brasília: Editora Universidade de Brasília: UNESCO, 2003.

SANTOS, B. S. A universidade no século XXI. Para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

VERGARA, S. C. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. 4. ed. São Paulo: Ed. Atlas, 2003.

WTO. World Trade Organization. Ministerial declaration (Doha). 2001.

Publicado
2019-12-13
Como Citar
Nascimento, A. F. do. (2019). A rota da transregionalização, da transnacionalização e dos oligopólios educacionais na educação a distância no Maranhão . Revista HISTEDBR On-Line, 19, e019053. https://doi.org/10.20396/rho.v19i0.8655290