Perspectiva de educação escolar em Altamira-PA no projeto de construção da Rodovia Transamazônica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v21i00.8664108

Palavras-chave:

Educação escolar, Projeto desenvolvimentista, Mémória

Resumo

Este artigo tem como objetivo discorrer sobre os impactos da construção da Rodovia Transamazônica na educação escolar no município de Altamira. Dessa forma partimos do problema: O projeto de construção da rodovia Transamazônica influenciou o condicionamento da política educacional de Altamira em vista de realizar uma formação profissionalizante? Busca-se assim, indagar sobre as decorrências causadas com abertura da Transamazônica no âmbito educacional e identificar os investimentos realizados por esse projeto de integração que foi o responsável pelo rápido aumento do índice populacional no município. A partir da análise de entrevistas e relatos de memórias, bem como dos documentos escolares, foi possível compreender a realidade da educação escolar em Altamira na década de 1970, o que nos levou a considerar que partir da construção da Rodovia Transamazônica, a organização social de Altamira foi totalmente modificada, a fim de acompanhar a lógica do desenvolvimento que o projeto pregava, com isso a organização do ensino teve que ser modificada, realizando uma educação para a formação técnica para a preparação da mão-de-obra apta ao trabalho imediato.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elica Né Oliveira Ribeiro, Município de Altamira

Graduada em Pedagoga pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Professora da Educação Infantil do Município de Altamira-Pa.

César Augusto Martins de Souza, Universidade Federal do Pará

Doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Professor da Universidade Federal do Pará (UFPA). 

Renato Pinheiro da Costa, Universidade Federal do Pará

Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Professor da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Referências

BRASIL. Decreto-Lei nº 4.244 de 9 de abril de 1942. Lei Orgânica do Ensino Secundário. Disponível em: Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/declei/1940-1949/decreto-lei-4244-9-abril-1942-414155-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 15 ago. 2019.

BRASIL. Decreto-Lei nº 8.529, 02 de jan. 1946. Lei Orgânica do Ensino Primário. Disponível em: http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/fontes_escritas/6_Nacional_Desenvolvimento/lei%20org%C2nica%20do%20ensino%20prim%C1rio%201946.htm. Acesso em: 02 ago. 2019.

BRASIL. I Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) – 1972-1974. Brasília: Presidência da República, 17 de dezembro de 1971. 1971b. Disponível em: https://www.normasbrasil.com.br/norma/lei-5727-1971_80434.html. Acesso em: 02 ago. 2019.

BRASIL. Lei nº. 5.692, de 11 de agosto de 1971. 1971a. Fixa diretrizes e bases para o ensino de 1o e 2o graus, e dá outras providências. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1970-1979/lei-5692-11-agosto-1971-357752-publicacaooriginal-1-pl.html. Acesso em: 01 ago. 2019.

CRUZ, V. A. G. Pesquisa em educação. São Paulo: Pearson Haal, 2009.

ESTADO DO PARÁ. Jornal de Propriedade de uma sociedade anônima, Belém, a. 1, edição 235, 1911. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/docreader.aspx?bib=800082&pasta=ano%20191&pesq=Altamira&pagfis=939. Acesso em: 12 set. 2019.

FREITAS, L. G. ; Alves A. L. M. S. . A infância em Altamira na década de 1970: os impactos socioculturais na educação da criança. Revista Profissão Docente (Online), v. 17, p. 109-119, 2017. Disponível em: http://www.revistas.uniube.br/index.php/rpd/article/viewFile/1079/1335. Acesso em: 02 abr. 2018.

IBGE. Censo Demográfico 2000: características gerais da população. Resultados da amostra. Rio de Janeiro: IBGE, 2000. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/83/cd_2000_caracteristicas_populacao_amostra.pdf. Acesso em: 10 ago. 2019.

LEME, R. B.; BRABO, T. S. A. M. Formação de professores na ditadura militar (1964 - 1985) e suas consequências na atualidade. In: XXV Semana da Educação e Pedagogia formação e atuação dos professores na escola pública, 2015, Presidente Prudente. Congresso Nacional de Formação de Professores, 2015. v. 02. p. 3952-3960. Disponível em: http://www.marilia.unesp.br/Home/Eventos/2015/jornadadonucleo/formacao-de-professores-na-ditadura-militar-1964--1985.pdf. Acesso em: 05 set. 2019.

MORAN, E. F. Estratégias de sobrevivência: o uso de recursos ao longo da rodovia Transamazônica. Acta Amazônica, Manaus, v. 7, p. 363-379, 1977. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/aa/v7n3/1809-4392-aa-7-3-0363.pdf. Acesso em: 10 ago. 2018.

MORBACH, M. R. A Publicidade no Período Médici: os efeitos da propaganda de ocupação da Amazônia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 24., Campo Grande, 2001. Anais [...]. Campo Grande: INTERCOM, 2001. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2001/papers/NP3MORBACH.PDF. Acesso em: 02 set. 2019.

OLIVEIRA C. et al. Processos de colonização cidade de Altamira-Pa. Recanto das Letras, Julho de 2010. Disponível em: https://www.recantodasletras.com.br/artigos/2408787. Acesso em: 30 maio 2018.

PARÁ. Governador, 1909-1912 (João Antônio Luiz Coelho). Mensagem ao Congresso Legislativo do Pará. Belém: Imprensa Oficial do Estado do Pará, 1912 Disponível em: http://ddsnext.crl.edu/titles/172?terms=6%20de%20novembro%20de%201911&item_id=3973#?h=6%20de%20novembro%20de%201911&c=4&m=144&s=0&cv=1&r=0&xywh=-648%2C1072%2C3159%2C2229. Acesso em: 11 mar. 2021.

REGO, R. L. A integração cidade-campo como esquema de colonização e criação de cidades novas: do Norte Paranaense à Amazônia Legal. R. B. Estudos urbanos e regionais, v. 17, n. 1, abr. 2015. Disponível em: https://rbeur.anpur.org.br/rbeur/article/view/4978. Acesso em: 9 fev. 2018.

ROMANI, C.; SOUZA, C. M.; NUNES F. A. Conflitos, fronteiras e territorialidades em três diferentes projetos de colonização na Amazônia. Tempos Históricos, v. 18, 2. Semestre, p. 164-190, 2014. Disponível em: http://saber.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/viewFile/11610/8276. Acesso em: 20 fev. 2018.

SESI. Relatório Anual. Escola Primária de Altamira. Altamira: [s. n.], 1973.

SILVA NETO, M. A. Políticas públicas, propaganda e movimentos sociais na Amazônia do período militar. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA DA ANPUH, 17., 2013, Natal, RN. Anais [...]. Natal, RN: UFRN, 2013. Disponível em: http://www.snh2013.anpuh.org/resources/anais/27/1394142879_ARQUIVO_PAPER.pdf. Acesso em: 05 set. 2019.

SILVA, C. B. Autores, textos e leitores: diferentes formas de narrar o “tempo dos exames de admissão ao ginásio” (1950-1970). História Oral, vol. 19, n.1, p.81-114, jan./jun. 2016. Disponível em: http://revista.historiaoral.org.br/index.php?journal=rho&page=article&op=view&path%5B%5D=631&path%5B%5D=pdf. Acesso em 17 fevereiro 2018.

SOUZA, C. A. M. de. A estrada invisível: memórias da Transamazônica. 2012. Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2012.

SOUZA, C. A. M. de. Ditadura, grandes projetos e colonização no cotidiano da Transamazônica. Revista Contemporânea, ano 4, v. 1, n. 5, 2014. Dossiê 1964-2014: 50 Anos Depois, A Cultura Autoritária Em Questão.

THEODORO, S. H. Mediação de conflitos socioambientais. Rio de Janeiro: Garamond Universitário, 2005.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

UMBUZEIRO, A. U. B.; UMBUZEIRO, U. M. Altamira e sua história. Belém: Ponto Press, 2012.

Downloads

Publicado

2021-05-03

Como Citar

RIBEIRO, E. N. O.; SOUZA, C. A. M. de .; COSTA, R. P. da. Perspectiva de educação escolar em Altamira-PA no projeto de construção da Rodovia Transamazônica. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 21, n. 00, p. e021005, 2021. DOI: 10.20396/rho.v21i00.8664108. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8664108. Acesso em: 20 set. 2021.