Banner Portal
Uso de narrativas ficcionais na formação docente
PDF

Palavras-chave

Narrativas ficcionais
Formação docente
Gestão da sala de aula

Como Citar

SILVA, Fábio Luiz da; JESUS, Adriana Regina de; LIMA, Claudia Maria de Sousa de. Uso de narrativas ficcionais na formação docente: desafios da gestão da sala de aula. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 23, n. 00, p. e023013, 2023. DOI: 10.20396/rho.v23i00.8668972. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8668972. Acesso em: 22 jun. 2024.

Resumo

A qualidade da educação está diretamente relacionada à formação dos professores. Assim, o objetivo deste artigo é realizar uma reflexão sobre a possibilidade do uso de obras de ficção na formação docente, por meio do estudo da obra da escritora canadense Lucy Maud Montgomery. Neste artigo, priorizamos a questão da gestão da sala de aula. Para isso, utilizamos autores que discutem este tema e aqueles que pesquisam sobre a formação docente e a utilização da literatura e dos filmes na compreensão do trabalho docente. Analisamos os livros: Anne de Green Gables (2009) e Anne de Avonlea (2017). Além disso, estudamos episódios da série Anne with an E (2017-2019). Foi possível verificar a importância da reflexão crítica a respeito de como a gestão da sala de aula é apresentada em tais narrativas. Isto permite ir além da visão meramente prescritiva das narrativas sobre professores e partir para uma compreensão da complexidade do trabalho docente.

https://doi.org/10.20396/rho.v23i00.8668972
PDF

Referências

ANNE with an E. Criação de Moira Walley-Beckett. Canadá: CBS, 2017-2019. Série exibida pela Netflix.

BISSONNETTE, S.; GAUTHIER, C.; CASTONGUAY, M. L’Enseignement explicite des comportements: pour une gestion efficace des éléves em classe et dans l’école. Montreal: Cheneliére, 2017.

BUENO, G. K. S. Representação da professora na literatura infantojuvenil do PNBE/2008. 2008. 115 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, 2008. Disponível em: https://bit.ly/404Mkpy. Acesso em: 24 jan. 2022.

BUTLEN, M. Os desafios da participação dos profissionais da escola na formação dos professores: um olhar sobre a experiência francesa de universalização e profissionalização docente. In: SILVA JUNIOR, C. A. et al. (org.). Por uma revolução no campo da formação docente. São Paulo: Editora da UNESP, 2015.

CONTE, E.; HABOWSKI, A. C. Os filmes como pretextos sensíveis às problematizações didáticas. Revista Imagens da Educação, v. 9, n. 2, p. 33-46, 2019. Disponível em: https://bit.ly/3GJlA74. Acesso em: 24 jan. 2022.

CUNHA, L. R. S. C.; MOURA, L. F. P.; LINHARES, R. N. Filmes sobre professores na formação docente. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE, 4., 2010. Anais [...]. 2010. Disponível em: https://bit.ly/3V6iT5I. Acesso em: 25 jan. 2022.

FENNELL, H. Reel stories of teaching: film and teacher education. Action in Teacher Education, v. 35, p. 445-461, 2013. DOI: https://doi.org/10.1080/01626620.2013.846762. Disponível em: https://bit.ly/3AmS6bJ. Acesso em: 21 abr. 2023.

FERNANDES, C. R. D. Leitura, literatura infanto-juvenil e educação. Londrina: Eduel, 2013.

GAMBOA, S. S. Epistemologia da pesquisa em educação. Campinas: Praxis, 1998.

GATTI, B. A. Formação de professores no Brasil: políticas e programas. Revista Paradigma, v. 42, n. extra 2, p. 1-17, maio, 2021. DOI: 10.37618/PARADIGMA.1011-2251. Disponível em: https://bit.ly/3Ap6wIh. Acesso em: 21 abr. 2023.

GATTI, B. A. Formação de professores, complexidade e trabalho docente. Revista Diálogos Educacionais, v. 17, n. 53, p. 721-737, 2017. Disponível em: https://bit.ly/41t8wdZ. Acesso em: 24 jan. 2022.

GATTI, B. A.; SHAW, G. S. L.; PEREIRA, J. G. L. T. Perspectivas para formação de professores pós pandemia: um diálogo. Revista Práxis Educacional, v. 17, n. 45, p. 511-535, 2021. DOI: 10.22481/praxisedu.v17i45.8361. Disponível em: https://bit.ly/3AnqCmc. Acesso em: 21 abr. 2023.

GAUTHIER, C. et al. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Editora da Unijuí, 2013.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

GOMES, M. de O. Residência educacional. In: SILVA JUNIOR, C. A. et al. (org.). Por uma revolução no campo da formação docente. São Paulo: Editora da Unesp, 2015.

IMBERNÓN, F. Novos desafios da docência no século XXI: a necessidade de uma nova formação docente. In: SILVA JUNIOR, C. A. et al. (org.). Por uma revolução no campo da formação docente. São Paulo: Editora da Unesp, 2015.

JACK, C. T. Education na ambition in Anne of Avonlea. History of Education Review, v. 38, n. 2, p. 109-120, 2009. DOI: https://doi.org/10.1108/08198691200900017. Disponível em: https://bit.ly/3N5zXGZ. Acesso em: 21 abr. 2023.

LIBÂNEO, J. C. Identidade da pedagogia e identidade do pedagogo. In: BRABO, T. S. A. M.; CORDEIRO, A. P.; MILANEZ, S. G. C. (org.). Formação da pedagoga e do pedagogo: pressupostos e perspectivas. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.

LUKÁCS, G. Introdução a uma estética marxista: sobre a particularidade como categoria da estética. São Paulo: Instituto Lukács, 2018.

MACEDO, K. B. Anne Shirley do século XXI: a adaptação da personagem na série Anne With an E. 2021. 87 f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2021. Disponível em: https://bit.ly/41qrXEk. Acesso em: 24 jan. 2022.

MACEDO, R. S.; SANTOS, C. F. A Teoria etnoconstitutiva de currículo e a construção por professores municipais do “referencial curricular franciscano”. Revista Espaço do Currículo, v. 14, n. 1, p. 1-14, 2021. Disponível em: https://bit.ly/3UB8KNS. Acesso em: 17 fev. 2022.

MARTINS, L. M. O Desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar. Campinas: Autores Associados, 2013.

MAYRINK, M. F. Luzes... câmera... reflexão: formação inicial de professores mediada por filmes. 2007. 284 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: https://bit.ly/43w453T. Acesso em: 24 jan. 2022.

MELLO, D. E.; ARRAIS, L. F. L. Os Programas Pibid e residência pedagógica: em discussão a formação do professor da educação básica. Revista Interfaces da Educação, v. 12, n. 35, p. 506-531, 2021. Disponível em: https://bit.ly/3ocS17I. Acesso em: 24 jan. 2022.

MONTGOMERY, L. M. Anne de Avonlea. Vitória: Pedra Azul, 2017.

MONTGOMERY, L. M. Anne de Green Gables. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

NIEMI, N.; SMITH, J. B.; BROWN, N. The Portrayal of teachers in children’s popular fiction. Journal of Research in Education, v. 20, n. 2, p. 58-80, 2014. Disponível em: https://bit.ly/3UAaLdp. Acesso em: 27 jan. 2022.

OLIVEIRA, L. A.; GONÇAVES, J.P. O Uso de filmes de ficção como recursos pedagógicos ou “ver por meio de uma gramática desconhecida”. Revista Holos, ano 34, v. 7, p. 117-131, 2018. Disponível em: https://bit.ly/3UE9D8n. Acesso em: 25 jan. 2022.

PADIAL, M. N. O Professor e sua figura no cinema: uma análise da docência e da Educação escolar retratada em dois filmes hollywoodianos. 2010. 113 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: https://bit.ly/3UGC1qv. Acesso em: 24 jan. 2022.

PERRENOUD, P. et al. As Competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre: Artmed, 2007.

POORNIMA, D. The Trend of ecofeminism in L.M. Montgomery’s Anne of Green Gables. 2018. Disponível em: https://bit.ly/41aMe0Y. Acesso em: 28 jan. 2022.

ROGERS, B. Gestão de relacionamento e comportamento em sala de aula. Porto Alegre: Artmed, 2008.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. B. Metodologia de pesquisa. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANDEFUR, S. J.; MOORE, L. The “Nuts and Dolts” of teacher images in childrens Picture storybooks: a contente analysis. Education, v. 125, n. 1, p. 41-55, out. 2004. Disponível em: https://bit.ly/3GKhED9. Acesso em: 27 jan. 2022.

SILVA, M. G.; GUIMARÃES, R. H. S. Anne with an e: história da educação em série. Revista Caminhos da Educação, v. 1, n. 3, p. 111-131, set./dez., 2019. DOI: https://doi.org/10.26694/caedu.v1i3.10150. Disponível em: https://bit.ly/3N5A6Kx. Acesso em: 21 abr. 2023.

SILVEIRA, R. M. H. Ela ensina com amor e carinho, mas toda enfezada, danada da vida: representações da professora na literatura infantil. Revista Educação & Realidade, v. 22, n. 2, p. 147-151, jul./dez., 1997. Disponível em: https://bit.ly/3KGua7W. Acesso em: 26 jan. 2022.

TANURI, L. M. História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação, n. 14, p. 61-88, ago., 2000. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782000000200005. Disponível em: https://bit.ly/40C9BiG. Acesso em: 21 abr. 2023.

TILLMAN, L. C.; TRIER, J. Boston Public as public pedagogy: implications for teacher preparation and school leadership. Peabody Jornal of Education, v. 82, n. 1, p. 121-149, 2007. DOI: https://doi.org/10.1080/01619560709336539. Disponível em: https://bit.ly/3AnreIw. Acesso em: 21 abr. 2023.

TRIER, J. Using popular “school films” to engage student teachers in critical reflection. Annual Meeting of the American Educational Research Association, abr., 2000. Disponível em: https://bit.ly/3mASArj. Acesso em: 24 jan. 2022.

UNIVERSITY OF PRINCE EDWARD ISLAND. About L. M. Montgomery. Disponível em: https://bit.ly/2Be9ctf. Acesso em: 26 jan. 2022.

VAILLANT, D. Para uma mudança radical na formação inicial de professores. In: SILVA JUNIOR, C. A. et al. (org.). Por uma revolução no campo da formação docente. São Paulo: Editora da Unesp, 2015.

VARANI, A.; CHALUH, L. N. O uso do filme na formação de professores. Revista Educação Temática Digital, v. 10, n. 1, p. 1-23, dez. 2008. Disponível em: https://bit.ly/3L0DGUy. Acesso em: 25 jan. 2022.

ZILBERMAN, R. Literatura e história da educação: representações do professor na ficção brasileira. Revista História da Educação, v. 8, n. 15, p. 73-87, jan./jun., 2004. Disponível em: https://bit.ly/3A3lzY1. Acesso em: 24 jan. 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Revista HISTEDBR On-line

Downloads

Não há dados estatísticos.