Banner Portal
Ser professora de escola pública na segunda metade do século XIX
PDF

Palavras-chave

História da educação
Instrução pública do século XIX
Prática docente feminina

Como Citar

BRISKIEVICZ, Danilo Arnaldo. Ser professora de escola pública na segunda metade do século XIX: a trajetória de Francisca Leite Teixeira (c.1840-1911) no Norte de Minas Gerais. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 23, n. 00, p. e023040, 2023. DOI: 10.20396/rho.v23i00.8669953. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8669953. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

Investigamos a formação escolar de Francisca Leite Teixeira (c.1840-1911) nascida em Diamantina/MG, analisamos o processo do seu concurso público para o provimento da vaga da escola mista de Três Barras (Serro/MG) a partir de documentos governamentais e listamos e analisamos as matérias que devia dominar para se tornar professora. Contamos através de documentos encontrados em arquivos públicos (pesquisa bibliográfica e documental) o cotidiano da escola da mestra Chiquinha Leite e os dilemas da profissão docente na segunda metade do século XIX (análise histórico-crítica), em especial com as mudanças econômicas cuja abolição da escravidão de 1888 é um dos exemplos, seguida da Proclamação da República de 1889. Este estudo permite avaliar as características ético-morais necessárias para o exercício do magistério das professoras no “Brasil profundo” do Norte de Minas Gerais.

https://doi.org/10.20396/rho.v23i00.8669953
PDF

Referências

ANDRADE, R. F. M. de. Organização da instrução na província de Minas Gerais: da legislação aos relatórios dos presidentes (1850-1889). Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.

ARANHA, M. L. de A. História da educação e da pedagogia. 4. ed. São Paulo: Moderna, 2020.

ARQUIVO pessoal Maria Eremita de Souza. Cadernos. Caderno [77] 08-04-1980 Caderflex,

BILAC, O. “Discurso em resposta à recepção de Afonso Arinos na Academia Brasileira de Letras, proferido em 18 de setembro de 1903”. In: BILAC, O. Discursos Acadêmicos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1934.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. 2. ed. Lisboa: Edições 70, 2011.

BRISKIEVICZ, D. A. Comarca do Serro do Frio. História da educação entre os séculos XVIII ao XX. Curitiba: Appris, 2020.

BRISKIEVICZ, D. A. Fundamentação da história da educação brasileira: o gesto pedagógico colonial, os processos para consulta e os regimentos, séculos XVII-XVIII. Revista Brasileira de História da Educação, v. 21, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.4025/rbhe.v21.2021.e162. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/view/54705. Acesso em: 28 maio 2022.

DINIZ, B. Conversão hipotética dos réis para o atual real. Disponível em: https://www.diniznumismatica.com. Acesso em: 28 maio 2022.

DURÃES, S. J. A. Processos disciplinares e trabalho docente na escola primária de Minas Gerais (1869-1890). Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 25, n. 02, p.15-43, ago. 2009.

IPHAN SERRO. Documentos avulsos. Ofício ao governador. Cx. 154, Doc. 143, 04 jul. 1881.

IPHAN SERRO. Documentos avulsos. Pedido para decretar a criação de uma escola de primeiras letras no povoado de Três Barras. Cx. 80, Doc. 103, 21 out. 1879.

MINAS GERAIS. Coleção das Leis e Decretos do Estado de Minas Gerais (1835-1889). Regulamento n. 44, de 03/04/1859. Arquivo Público Mineiro, 1889.

MINAS GERAIS. Coleção das Leis e Decretos do Estado de Minas Gerais. Regulamento nº. 84, de 21 de março de 1879. Arquivo Público Mineiro, 1879.

MINAS GERAIS. Collecção de leis da Assembléa Legislativa da província de Minas Geraes: 1866-1870. Ouro Preto: Typographia do Universal: Typografia do Correio de Minas, 1871a.

MINAS GERAIS. Collecção de leis da Assembléa Legislativa da província de Minas Geraes: 1866-1870. Regulamento n. 56, de 1867. Ouro Preto: Typographia do Universal: Typografia do Correio de Minas, 1871b.

MINAS GERAIS. Collecção de leis da Assembléa Legislativa da província de Minas Geraes: 1878-1881. Ouro Preto: Typographia da Actualidade, 1882a.

MINAS GERAIS. Collecção de leis da Assembléa Legislativa da província de Minas Geraes: 1878-1881. Lei n. 2.680, de 30/11/1880. Cria cadeiras de Instrução Primária em diversas localidades. Ouro Preto: Typographia da Actualidade, 1882b.

MINAS GERAIS. Lei 13, de 28/03/1835. Regula a criação das cadeiras de Instrução primária, o provimento e os ordenados dos professores. Disponível em: https://www.almg.gov.br. Acesso em: 28 maio 2022.

MORLEY, H. Minha vida de menina. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

MOURA, C. Dicionário da escravidão negra no Brasil. São Paulo: Edusp, 2013.

O JEQUITINHONHA, n. 136, Diamantina/MG, 09 jun. 1872.

O SERRO, s/n, Serro/MG, 12 out. 1890.

PASSOS, M. (org.). A mística da identidade docente. Tradição, missão e profissionalização. Belo Horizonte: Fino Traço, 2011. p. 91-123.

RIBEIRO, Da. O povo brasileiro. A formação e o sentido do Brasil. 3. ed. São Paulo: Global, 2015.

SALLES, J. de. Se não me falha a memória. 2. ed. São Paulo: Instituto Moreira Salles, 1993.

SAVIANI, D. História das ideias pedagógicas do Brasil. 4. ed. Campinas: Autores Associados, 2013.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Danilo Briskievicz

Downloads

Não há dados estatísticos.