Entre o palco e a canção
PDF

Palavras-chave

Teatro
MPB
ditadura
anos 1960.

Como Citar

GARCIA, M. Entre o palco e a canção : Afinidades eletivas entre a Música Popular Brasileira (MPB) e o Teatro Engajado na década de 1960. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 264–283, 2017. DOI: 10.24978/mod.v1i3.892. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8662233. Acesso em: 2 mar. 2024.

Resumo

Nos anos 1960 houve no Brasil um movimento de aproximação entre diversos artistas e movimentos artísticos, das mais variadas linguagens e formas de expressão, que se deu no âmbito político e também estético. Antes de 1964, o que os aproximava eram as possibilidades de engajamento artístico e interpretação do nacional-popular. Depois do golpe, as variações de resistência cultural como estratégia de luta contra a ditadura. Esse artigo tem, portanto, como objetivo analisar a aproximação de expoentes do Teatro de Arena com ícones da emergente MPB que, no plano político, pode ser analisado a partir da categoria afinidades eletivas e, no plano estético, como resultado da polifonia.

https://doi.org/10.24978/mod.v1i3.892
PDF

Referências

ARENA vai contar a verdade sobre Zumbi. Folha de S. Paulo, São Paulo, 27 abr. 1965.

BESANCENOT, Olivier; LÖWY, Michael. Afinidades revolucionárias: nossas estrelas vermelhas e negras. Por uma solidariedade entre marxistas e libertários. São Paulo: Unesp, 2016.

BIÁFORA, Rubem. Contradição e Equívoco. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 19 jan. 1968.

BOAL, Augusto. A deliciosa e sangrenta aventura latina de Jane Spitfire: espiã e mulher sensual! Rio de Janeiro: Codecri, 1977.

BRANDÃO, Tania. Uma empresa e seus segredos: Companhia Maria Della Costa. São Paulo: Perspectiva; Rio de Janeiro: Petrobras, 2009.

CAMPOS, Cláudia de Arruda. Zumbi, Tiradentes (e outras histórias contadas pelo Teatro de Arena de São Paulo). São Paulo: Perspectiva, 1988.

CAVALCANTE, Edi. A famigerada passeata contra a guitarra elétrica. Disponível em < https://anos60.wordpress.com/2012/04/02/a-famigerada-passeata-contra-a-guitarra-eletrica/>. Acesso em 28 set. 2016.

CONVERSA com Carlos Lyra. O Jornal, Rio de Janeiro, 1 dez. 1963.

CORRÊA, José Celso Martinez. A hora é de libertar. Folha de S. Paulo, São Paulo, 9 jul. 1978. Folhetim, p. 2-4. Entrevista realizada por Jary Cardoso.

COSTA, Armando; VIANNA FILHO, Oduvaldo; PONTES, Paulo. As intenções de Opinião. Programa do espetáculo. São Paulo: Teatro Ruth Escobar, abr. 1965.

FREDERICO, Celso. “Afinidades eletivas” ou “relações perigosas”, por Michael Löwy. Estudos Avançados, São Paulo, v. 29, nº 83, p. 331-334, jan./abr. 2015.

FREDERICO, Celso. A política cultural dos comunistas. In: MORAES, João Quartim de Moraes (org.) História do marxismo no Brasil: Volume III: Teorias, Interpretações. Campinas: UNICAMP, 1998, p. 275-304.

GARCIA, Miliandre. Da resistência à desobediência: Augusto Boal e a I Feira Paulista de Opinião (1968). Varia Historia. Belo Horizonte, v. 32, nº 59, p. 357-398, maio/ago. 2016.

GARCIA, Miliandre. Do teatro militante à canção engajada: a experiência do CPC da UNE. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2007.

GIL, Gilberto. Expresso 70. O Estado de S. Paulo, 28 jan. 2012. Caderno 2. Entrevista realizada por Júlio Maria. Disponível em <http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/20120128-43201-nac-84-cd2-d5-not>. Acesso em 28 set. 2016.

GOETHE, Johann Wolfgang von. As afinidades eletivas. São Paulo: Nova Alexandria, 1992.

GUARNIERI, Gianfrancesco. Sufoco. Folha de S. Paulo, São Paulo, 11 nov. 1979. Folhetim, p. 3. Entrevista realizada por Florestan Fernandes Jr..

HERMETO, Miriam. ‘Olha a Gota que falta’: um evento no campo artístico-intelectual brasileiro (1975-1980). Belo Horizonte, 2010. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais.

HOLLANDA, Heloísa Buarque de. Impressões de viagem: CPC, vanguarda e desbunde: 1960/70. 3a ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1992.

KÜHNER, Maria Helena. Teatro em tempo de síntese. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1971.

LÖWY, Michael. Sobre o conceito de “afinidade eletiva” em Max Weber. Plural, São Paulo, v. 17, nº 2, p. 129-142, 2010.

MAGALDI, Sábato. Um palco brasileiro: o Arena de São Paulo. São Paulo: Brasiliense, 1984.

MALETTA, Ernani de Castro. A formação do ator para uma atuação polifônica: princípios e práticas. Belo Horizonte, 2005. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais.

MALETTA, Ernani. Imagens sonoras: a música no Grupo Galpão como criadora de espaços cênicos-dramáticos. In: PARANHOS, Kátia Rodrigues; LEHMKUHL, Luciene; PARANHOS, Adalberto (orgs.) História e imagens: textos visuais e práticas de leituras. Campinas: Mercado das Letras, 2010, p. 33-51.

MOSTAÇO, Edélcio (org.). Para uma história cultural do teatro. Florianópolis/Jaraguá do Sul: Design Editora, 2010.

MOSTAÇO, Edélcio. Teatro e história cultural. Baleia na Rede, Marília, v. 1, nº 9, p. 1-14, jul./dez. 2012.

NAPOLITANO, Marcos. 1964: história do regime militar. São Paulo: Contexto, 2014.

NAPOLITANO, Marcos. A arte engajada e seus públicos (1955/1968). Estudos Históricos, Rio de Janeiro, nº 28, p. 103-124, 2001.

NAPOLITANO, Marcos. Coração civil: arte, resistência e lutas culturais durante o regime militar brasileiro (1964-1980). São Paulo, 2011. Tese (Livre-docência em História) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

ORTIZ, Renato. A moderna tradição brasileira: cultura brasileira e indústria cultural. São Paulo: Brasiliense, 1988.

PACE, Eliane. Sérgio Ricardo: Canto Vadio. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2010.

SERÔDIO, M. H. Zumbi. O Diário, Lisboa, 24 fev. 1978.

VIANNA FILHO, Oduvaldo. Um pouco de pessedismo não faz mal a ninguém. Revista Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, a. 4, nº 2, p. 69-78, jul. 1968.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 MODOS

Downloads

Não há dados estatísticos.