Trabalho de artista

Imagem e autoimagem (1826-1929)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24978/mod.v3i2.4220

Palavras-chave:

Ateliês de artista, artistas e modelos, retratos, história da arte brasileira.

Resumo

O autor analisa a exposição Trabalho de artista: imagem e autoimagem (1826-1929), realizada na Pinacoteca do Estado de São Paulo de 8 de dezembro de 2018 a 25 de fevereiro de 2019, com curadoria de Fernanda Pitta e co-curadoria de Ana Cavalcanti e Laura Abreu. A exposição apresentou um conjunto de 120 obras de 33 artistas e buscou refletir sobre os retratos e autorretratos dos artistas, as alegorias sobre o ofício da arte, as representações dos ateliês e os modelos utilizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tadeu Chiarelli, Universidade de São Paulo

Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação de Artes Visuais da Universidade de São Paulo. Entre 1996 e 2000 foi Curador-Chefe do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Coordenou o Centro de Estudos Arte&Fotografia e o Grupo de Estudos em Crítica de Arte e Curadoria (2005-2013), ambos no Departamento de Artes Plásticas da ECA-USP. Entre 2010 e 2014 foi Diretor do Museu de Arte Contemporânea da USP. Assumiu a Pinacoteca de São Paulo, como Diretor Geral entre 2015 e 2017.

Downloads

Publicado

2019-05-18

Como Citar

CHIARELLI, T. Trabalho de artista: Imagem e autoimagem (1826-1929). MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 3, n. 2, p. 284–288, 2019. DOI: 10.24978/mod.v3i2.4220. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8663019. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Ex-posições / Resenhas