Arquiescultura

um modo de abordagem da obra de Cristina Iglesias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/modos.v6i1.8667449

Palavras-chave:

Paisagem, Escultura, Arquitetura, Arquiescultura, Cristina Iglesias

Resumo

Apresento uma breve análise de conjuntos de obras de Cristina Iglesias: Celosías, Habitaciones Vegetales e Zonas Freáticas, por meio das quais reflito sobre as relações entre paisagem, escultura e arquitetura. O trabalho da artista trata da relação do homem com a natureza e com o espaço no qual está inserido. A reflexão desenvolvida permitiu chegar à ideia de arquiescultura, pensada a partir de Jacques Derrida e Yve-Alain Bois. Além de retomar algumas questões abordadas em minha tese de doutorado, nesse texto ensaio um desdobramento da ideia de arquiescultura como um ponto de partida para pensar a obra de outros artistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maryella Sobrinho, Instituto Federal do Paraná

Doutora em Arte (Teoria e História da Arte), pela Universidade do Estado de Santa Catarina, com realização de estágio-sanduíche na Universidad Autónoma de Madrid, com bolsa Capes. Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal do Paraná.

Referências

BELTING, H. A janela e o muxarabi: uma história do olhar entre Oriente e Ocidente. In ALLOA, E. (org.). Pensar a Imagem. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

BOIS, Y. A pintura como modelo. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

GARCÍA, M. Á. H. La Escultura de Cristina Iglesias. Dar Cuerpo a lo Imaginario. 2008. Tese (Doutorado em Filosofia). Departamento de Filosofia. Universidade de Múrcia. Múrcia: Nov. de 2008.

IGLESIAS, C. Intervención escultórica de Cristina Iglesias.Vídeo. 20 jul. 2017. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=2Xrt1Jdg6tc&t=3s

DERRIDA, J. Pensar em não ver: escritos sobre as artes do visível. Florianópolis: UFSC, 2012.

GONZÁLEZ, E.B. Conceptos Fundamentales del Lenguage Escultórico. Madrid: AKAL, 2006.

MADERUELO, J. El espacio raptado. Barcelona: Libre, 1990.

MOURE, G. The sense of space. Gloria Moure in conversation with Cristina Iglesias. In: Cristina Iglesias. Catálogo de Exposição. Julho de 2009. Milão: Fondazione Arnaldo Pomodoro, 2010.

SCHAMA, S. Paisagem e memória. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

SPINELLI, M. A Noção de Archê no Contexto da Filosofia dos Pré-Socráticos, Revista Hypnos, PUC/São Paulo, v. 7, n. 8, 2002, p. 72-92.

TASSINARI, A. O espaço moderno. São Paulo: Cosac Naify, 2001.

Downloads

Publicado

2022-01-01

Como Citar

SOBRINHO, M. Arquiescultura: um modo de abordagem da obra de Cristina Iglesias. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 1, p. 83–104, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i1.8667449. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8667449. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos - Colaborações