Técnicas de análise de resíduos de agrotóxicos em alimentos de origem vegetal: uma revisão

Autores

  • Ana Paula Gasques Meira Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v22i2.8642508

Palavras-chave:

Agrotóxicos. Análise. Multirresíduo. Resíduo.

Resumo

O objetivo deste artigo foi realizar a revisão bibliográfica dos principais métodos de análise de agrotóxicos em alimentos de origem vegetal. A importância dos métodos de análise de agrotóxicosneste tipo de alimento se dá em decorrência da ampla utilização desses produtos na produção de alimentos e do considerável consumo dos alimentos de origem vegetal. A exposição dos indivíduos aos agrotóxicos de forma aguda ou crônica pode ocasionar diversos tipos de agravos à saúde. Há, portanto, a necessidade de métodos de análise cada vez mais rápidos, de baixo custo, que utilizem menores quantidades de solventes e em contrapartida, que apresentem resultados precisos e englobem o maior número de compostos possível em uma única análise. Observou-se que os métodos de análise de agrotóxicos evoluíram significativamente e atualmente os métodos mais usuais e que conferem bons resultados são os métodos Quechers (Quick, Easy, Cheap, Effective, Ruged and Safe) para tratamento da amostra e a cromatografia líquida ou gasosa, acopladas ao espectrômetro de massas em série para separação, identificação e quantificação. As maiores dificuldades apontadas nos estudos analisados referem-se à complexidade da matriz analisada, as diferenças físico-químicas dos compostos a serem examinados e o alcance da sensibilidade metodológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Gasques Meira, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”

Nutricionista. Discente do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos (mestrado) da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ, Universidade de São Paulo. Correspondência: Rua Fortunata De Pareschi Demarchi, 130, Jardim Alcides Modenez, Iracemápolis, SP. CEP. 13495-000. Tel (19) 998314297.

Referências

Carneiro F, Pignati W, Rigotto R, et al. Um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. Rio de Janeiro: ABRASCO; 2012. 86 p. (Dossiê ABRASCO: parte 1: agrotóxicos, segurança alimentar e nutricional e saúde). Disponível em: http://www.abrasco.org.br/site/wp-content/uploads/2015/03/Dossie_Abrasco_01.pdf

BRASIL. Decreto nº 4.074, de 04 de janeiro de 2002. Regulamenta a Lei no 7.802, de 11 de julho de 1989, que dispõe sobre a pesquisa, a experimentação, a produção, a embalagem e rotulagem, o transporte, o armazenamento, a comercialização, a propaganda comercial, a utilização, a importação, a exportação, o destino final dos resíduos e embalagens, o registro, a classificação, o controle, a inspeção e a fiscalização de agrotóxicos, seus componentes e afins, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 08 jan. 2002.

Jardim ANO. Resíduos de pesticidas em alimentos: validação de metodologia analítica, análise em frutas e avaliação da exposição da população brasileira pelo método probabilístico [tese]. [Brasília]: Universidade de Brasília; 2012. 150 f..

World Health Organization, Food and Agriculture Organization of the United Nations. Codex alimentarius commission: procedural manual [Internet]. 20 ed. Roma: 2011 [Acesso em 30 abr 2015]. 212 p. Disponível em: ftp://ftp.fao.org/codex/Publications/ProcManuals/Manual_20e.pdf.

Faria NM, Fassa AC, Facchini LA. Intoxicação por agrotóxicos no Brasil: os sistemas oficiais de informação e desafios para realização de estudos epidemiológicos. Cien Saude Colet. 2007;12(1):25-38. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232007000100008

Midio AF, Martins DI. Herbicidas em Alimentos: aspectos gerais, toxicológicos e analíticos. São Paulo: Livraria Varela; 1997. 108 p.

Lichon MJ. Sample preparation for chromatographic analysis of food. J Chromatogr A. 1992;624(1-2):3-9.

Abakerli RB. Amostragem e sua influência nos resultados de resíduos. In: Encontro Nacional de Analistas de Resíduos de Pesticidas, 15; 1991 . São Paulo: Instituto Adolfo Lutz; 30-43p.

Trufelli H, Palma P, Famiglini G, et al. An overview of matrix effects in liquid chromatography– mass spectrometry. Mass Spectrom Rev. 2011;30(3):491-509.

Prestes OD, Adaime MB, Zanella R. QuEChERS: possibilidades e tendências no preparo de amostra para determinação multirresíduo de pesticidas em alimentos. Sci Chromatogr. 2011;3(1):51-64. Disponivel em: http://scientiachromatographica.com/files/v3n1/v3n1a4.pdf

Fumes BH. Avaliação do emprego da técnica MEPS na análise de agrotóxicos em caldo de cana-de-açúcar por GC-MS [dissertação]. [São Carlos]: Universidade de São Paulo; 2015. 83 f.. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75135/tde-07052015-104934/pt-br.php

Andreu V, Pico Y. Determination of currently used pesticides in biota. Anal Bioanal Chem. 2012;404(9):2659-81. Disponível em: http://link.springer.com/article/10.1007%2Fs00216-012-6331-x

Teranishi R. Sample preparation. In: Charalambous G, editor. Analysis of foods and beverages. London: Academic Press; 1984. p.1-12.

Kristenson EM, Ramos L, Brinkman UA. Recent advances in matrix solid-phase dispersion. Trends Analyt Chem. 2006;25(2):96-111.

Costa AI. Análise multirresíduos de agrotóxicos em alface por cromatografia gasosa [dissertação]. [Viçosa]: Universidade Federal de Viçosa; 2011. 118 f.. Disponível em: http://repositorio.ufv.br/handle/123456789/2099

Eskilsson CS, Bjoërkjund E. Analytical-scale microwave-assisted extraction. J Chromatogr A. 2000;902(1):227-50.

Chen L, Ding L, Haiyan J, et al. The determination of organochlorine pesticides based on dynamic microwave-assisted extraction coupled with on-line solid-phase extraction of high-performance liquid chromatography. Anal Chim Acta. 2007;589(2):239-46.

Cabrera LC, Martins ML, Primel EG, et al. Extração em fase sólida dispersiva na determinação de resíduos e contaminantes em alimentos. Sci Chromatogr. 2012;4(3):227-40. Disponível em: http://www.scientiachromatographica.com/doi/10.4322/sc.2012.013

Bjoërkjund E, Nilsson T. Pressurised liquid extraction of persistent organic pollutants in environmental analysis. Trends Analyt Chem. 2000;19(7):434-45.

Ramos L, Kristenson EM, Brinkman UA. Current use of pressurised liquid extraction and subcritical water extraction in environmental analysis. J Cromatogr A. 2002;975(1):3-29.

Carabias-Martínez R, Rodríguez-Gonzalo E, Revilla-Ruiz P, et al. Pressurised liquid extraction in the analysis of food and biological samples. J Cromatogr A. 2005;1089(1-2):1-17.

Chuang JC, Hart K, Chang JS, et al. Evaluation of analytical methods for determining pesticides in baby foods and adult duplicate-diet samples. Anal Chim Acta. 2001;444(1):87-95.

Cho SK, Abd El-Aty AM, Jeon HR, et al. Comparison of different extraction methods for the simultaneous determination of pesticide residues in kiwi fruit using gas chromatography-mass spectrometry. Biomed Chromatogr. 2008;22(7):727-35.

Barker SA. Applications of matrix solid-phase dispersion in food analysis. J Cromatogr A. 2000;880(1-2):63-8.

Rodrigues SA, Caldas SS, Primel EG. A simple, efficient and environmentally friendly method for the extraction of pesticides from onion by matrix solid-phase dispersion with liquid chromatography-tandem mass spectrometric detection. Anal Chim Acta. 2010;678(1):82-9.

Rezić I, Horvat AJ, Babić S, et al. Determination of pesticides in honey by ultrasonic solvent extraction and thin-layer chromatography. Ultrason Sonochem. 2005;12(6):477-81.

García-Valcárcel AI, Tadeo JL. A combination of ultrasonic assisted extraction with LC-MS/MS for the determination of organophosphorus pesticides in sludge. Anal Chim Acta. 2009;641(1-2):117-23.

Anastassiades M, Maštovská K, Lehotay SJ. Evaluation of analyte protectants to improve gas chromatographic analysis of pesticides. J Cromatogr A. 2003;1015(1-2):163-84.

Soares CE. Extração sólido-líquido com partição a baixa temperatura e seu emprego na análise multirresíduos de agrotóxicos em uva e derivados [dissertação]. [Viçosa]: Universidade Federal de Viçosa; 2011. 108 f.. Disponível em: http://repositorio.ufv.br/handle/123456789/2101

Ivanoff JP. Avaliação da potencialidade de utilização do método Quechers na análise multirresíduo de agrotóxicos em hortigranjeiros [monografia]. [Porto Alegre]: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2011.38 f.. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/37222

Maštovská K, Lehotay SJ. Evaluation of common organic solvents for gas chromatographic analysis and stability of multiclass pesticide residues. J Cromatogr A. 2004;1040(2):259-72.

Lehotay SJ, Lightfield AR, Harman-Fetcho JA et al. Analysis of pesticide residues in eggs by direct sample introduction/gas chromatography/tandem mass spectrometry. J Agric Food Chem. 2001;49(10):4589-96.

Lehotay SJ, Maštovská K, Yun SJ. Evaluation of two fast and easy methods for pesticide residue analysis in fatty food matrixes. J AOAC Int. 2005;88(2):630-8.

Li L, Wei L, Dongmei Q, et al. Application of graphitized carbon black to the QuEChERS method for pesticide multiresidue analysis in spinach. J AOAC Int. 2009;92(2):538-47.

Sobhanzadeh E, Bakar NK, Abas MR, Nemati K. A simple and efficient multi-residue method based on QuEChERS for pesticides determination in palm oil by liquid chromatography time-of-flight mass spectrometry. Environ Monit Assess. 2012;184(9):5821-8.

Prestes OD, Friggi CA, Adaime MB, et al. Quechers: método moderno de preparo de amostras para determinação multirresíduo de pesticidas em alimentos por métodos cromatográficos acoplados à espectrometria de massas. Quim Nova. 2009;32(6):1620-34. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422009000600046

Oshita D, Jardim IC. Morango: uma preocupação alimentar, ambiental e sanitária, monitorado por cromatografia líquida moderna. Sci Chromatogr. 2012;4(1):52-76. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4322/sc.2012.005

Andrade GCRM. Análise multirresíduos de pesticidas em tomate utilizando LC-MS/MS e avaliação dos efeitos de lavagem na descontaminação [tese]. [Piracicaba]: Universidade de São Paulo; 2013.133 f. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64135/tde-18102013-094514/pt-br.php

Rebelo AM. Desenvolvimento e validação de método analítico, via LC-ESI-MS/MS, para determinação de agrotóxicos em arroz irrigado (Oryza sativa, L.) [tese]. [Curitiba]: Universidade Federal do Paraná; 2014. 220 f.. Disponível em: http://hdl.handle.net/1884/36455

Silva EP. Validação de método de extração e análise de multirresíduo de agrotóxicos em carne bovina por cromatografia gasosa [dissertação]. [Viçosa]: Universidade Federal de Viçosa; 2008. p. 102. Disponível em: http://repositorio.ufv.br/handle/123456789/2069

Harris DC. Análise Química Quantitativa. 7 ed. Rio de Janeiro: LCT Editora; 2008. 868 p.

Araújo JM. Química de Alimentos: teoria e prática. 2 ed. Viçosa: Ed Viçosa UFV; 1999. 416 p.

Fernández-Alba AR. Chromatographic - mass spectrometry food analysis for trace determination of pesticide residues. . Amsterdam: Elsevier; 2005. 510 p. (Barceló D, editor. Comprehensive Analytical Chemistry; vol. 43).

Aquino Neto FR, Nunes DSS. Cromatografia: princípios e técnicas afins. Rio de Janeiro: Interciencia; 2003. 188 p.

Vékey K. Mass spectrometry and mass-selective detection in chromatography.J Cromatogr A. 2001;921(2):227-36.

Chiaradia MC, Collins CH, Jardim IC. O estado da arte da cromatografia associada à espectrometria de massas acoplada a espectrometria de massas na análise de compostos tóxicos em alimentos. Quim Nova. 2008;31(3):623-36. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422008000300030

World Health Organization, Food and Agriculture Organization of the United Nations. Codex alimentarius commission: proposed draft revision of the list of methods for pesticide residue analysis at step 3. Roma: Food and Agriculture Organization of the United Nations; 2007. 7 p . Relatório No.: Codex Document CX/PR 07/39/06. Disponível em: ftp://ftp.fao.org/codex/meetings/ccpr/ccpr39/pr39_06e.pdf

Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia . Orientação sobre validação de métodos analíticos - DOQ-CGCRE-008 - Revisão 3. Rio de Janeiro: INMETRO; 2010. [Acesso em 30 abr 2015]. Disponível em: http://www.inmetro.gov.br/Sidoq/Arquivos/CGCRE/DOQ/DOQ-CGCRE-8_03.pdf

European Commission. Method validation and quality control procedures for pesticide residues analysis in food and feed. Brussels: EU Reference Laboratories for Residues of pesticides; 2011. 41 p. Relatório No.: SANCO/12495/2011 [Acesso em 30 abr 2015]. Disponível em: http://www.eurl-pesticides.eu/library/docs/allcrl/AqcGuidance_Sanco_2011_12495.pdf

Ribani M, Bottoli CB, Collins CH, et al. Validation for chromatographic and electrophoretic methods. Quim Nova. 2004;27(5):771-80. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422004000500017

Paschoal JA, Rath S, Airoldi FP, et . Validation of chromatographic methods for the determination of residues of veterinary drugs in foods. Quim Nova. 2008;31(5):1190-8. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422008000500048

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Dispõe sobre os critérios para a realização de estudos de resíduos de agrotóxicos para fins de registro de agrotóxicos no Brasil. Resolução RDC nº 4, de 18 de janeiro de 2012. Diário Oficial da União, Brasília, DF, n. 16, p. 40-46, 2012.

Downloads

Publicado

2015-12-28

Como Citar

1.
Meira APG. Técnicas de análise de resíduos de agrotóxicos em alimentos de origem vegetal: uma revisão. Segur. Aliment. Nutr. [Internet]. 28º de dezembro de 2015 [citado 29º de setembro de 2021];22(2):766-77. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8642508

Edição

Seção

Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional