Segurança Alimentar e Nutricional e fatores associados em municípios baianos de diferentes portes populacionais

Palavras-chave: Segurança Alimentar e Nutricional, Fatores associados, Indicadores.

Resumo

O artigo apresenta resultados da avaliação da Insegurança Alimentar (IA) em municípios da Bahia, Brasil. Aplicou-se um protocolo com 23 indicadores que medem a Segurança Alimentar e Nutricional nas quatro dimensões. Foram investigados 57 municípios de diferentes portes (pequeno, médio e grande). Foram utilizados estatísticas descritivas  e os testes de Correlação de Pearson e Qui-quadrado de Pearson. Todos os municípios foram classificados em situação de IA (24,6% IA leve, 71,9% IA moderada e 3,5% IA grave), independente do porte. A IA foi identificada em todas as dimensões, mas sob uma perspectiva estatística, houve correlação significante principalmente entre indicadores da dimensão de acesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marlus Henrique Queiroz Pereira, Universidade Federal do Oeste da Bahia

Professor do Centro das Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal do Oeste da Bahia.

Maria Luiza Amorim Sena Pereira, Universidade Federal do Oeste da Bahia

Professora assistente do Centro das Ciências Biológicas e da Saúde - Universidade Federal do Oeste da Bahia.

Barbara Eduarda Panelli-Martins, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Professora  do Centro de Ciências da Saúde - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Sandra Maria Chaves dos Santos, Universidade Federal da Bahia

Professora da Escola de Nutrição - Universidade Federal da Bahia.

Referências

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicilio (PNAD) – Segurança Alimentar e Nutricional 2004-2013. Rio de Janeiro: IBGE; 2014.

Kepple A, Segal-Corrêa AM, Santos LP, Del Grossi ME. O estado da segurança alimentar e nutricional no Brasil – agendas convergentes. Brasília: FAO-Brasil; 2015.

Rasella D, Aquino R, Santos CA, Paes-Sousa R, Barreto ML. Effect of a conditional cash transfer programme on childhood mortality: a nationwide analysis of Brazilian municipalities. The Lancet. 2013;382:57-64.

Food and Agriculture Organization. The state of food insecurity in the World. Rome: FAO; 2000.

Pangaribowo EH, Gerber N, Torero M. Food and nutrition security indicators: a review. ZEF Working Paper. 2013;108.

Perez-Escamilla R, Segall-Correa AM. Food insecurity measurement and indicators. Revista de Nutrição. 2008;21:15s-26s.

Santos SMC, Santos LMP. Aspectos metodológicos para a avaliação de políticas públicas de Segurança Alimentar e Nutricional. In: Santos SMC, Santos LMP. Avaliação de Políticas Públicas de Segurança Alimentar e Nutricional no Estado da Bahia. 2. ed. São Paulo: Prol Editora Gráfica; 2008. p. 27-54.

Kepple AW, Segall-Correa AM. Conceituando e medindo segurança alimentar e nutricional. Ciência & Saúde Coletiva. 2011;16:187-199.

Carvalho ATD, Almeida ERD, Nilson EAF, Ubarana JÁ, Fernández IM, Immink M. Métodos de análise em programas de segurança alimentar e nutricional: uma experiência no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva. 2013;18:309-321.

Gubert MB, Benício MHD, Dos Santos LMP. Estimates of severe food insecurity in Brazilian municipalities. Cadernos de Saúde Pública. 2010;26:1595-1605.

Food and Agriculture Organization. Comité de Seguridad Alimentaria Mundial. Indicadores básicos propuestos para vigilar la situación de la seguridad alimentaría. Roma: FAO; 2000.

Morón C. Guía para la gestión municipal de programas de seguridad alimentaria y nutrición. Santiago: FAO, Oficina Regional para América Latina y el Caribe; 2001.

Panelli-Martins BE, Santos SMC, Assis AMO. Segurança alimentar e nutricional: desenvolvimento de indicadores e experimentação em um município da Bahia, Brasil. Rev. Nutr. 2008;21:65-81.

Ribeiro JCS. Avaliação da insegurança alimentar e nutricional em um consórcio de segurança alimentar e desenvolvimento local CONSAD na Bahia [dissertação]. Salvador: Universidade Federal da Bahia; 2012.

Pereira MHQ. Avaliação da Segurança Alimentar e Nutricional: contribuições em âmbito municipal [dissertação]. Salvador: Universidade Federal da Bahia; 2014.

Pimentel FC, Albuquerque PCD, Martelli PJDL, Souza WVD, Acioli RML. Caracterização do processo de trabalho das equipes de saúde bucal em municípios de Pernambuco, Brasil, segundo porte populacional: da articulação comunitária à organização do atendimento clínico. Cadernos de Saúde Pública. 2012;28.

Bahia. Secretaria do Planejamento. Territórios de Identidade [Internet]. 2013 [acesso em 10 out 2013. Disponível em: http://www.seplan.ba.gov.br/territorios-de-identidade

Calmon SL, Santos SMC, Pereira MHQ. Acesso aos alimentos e segurança alimentar e nutricional: avaliação da situação em municípios baianos. Demetra: Food, Nutrition and Heath. 2016;11:1351-1366.

Jannuzzi PM. Indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil. Revista do Serviço Público. 2005;56:137-160.

Santos SMC. Relatório de pesquisa. Avaliação da Segurança Alimentar e Nutricional em Âmbito Municipal no Estado da Bahia: aplicação, avaliação e reajustes de um protocolo de indicadores. Salvador: Escola de Nutrição/Universidade Federal da Bahia; 2010.

Hackett M, Melgar-Quiñonez H, Álvarez MC. Household food insecurity associated with stunting and underweight among preschool children in Antioquia, Colombia. Revista Panamericana de Salud Pública. 2009;25:506-510.

Rossi M, Ferre Z, Curuchet MR, Giménez A, Ares G. Influence of socio-demographic characteristics on different dimensions of household food insecurity in Montevideo, Uruguay. Public Health Nutrition. 2017;20(4):620-629.

Sandoval L, Carpio CE. Measuring prevalence, profiling and evaluating the potential of policy impacts using two food security indicators in Guatemala. In: 2017 Annual Meeting, February 4-7, 2017, Mobile, Alabama. Southern Agricultural Economics Association; 2017.

Food and Agriculture Organization. IFAD and WFP. 2015. The state of food insecurity in the World 2015. Meeting the 2015 international hunger targets: taking stock of uneven progress. Rome: FAO; 2015.

De Toledo Vianna RP, Hromi-Fiedler AJ, Segall-Correa AM, Pérez-Escamilla R. Household food insecurity in small municipalities in northeastern Brazil: a validation study. Food Security. 2012;4:295-303.

De Souza Bittencourt L, Santos SMC, Jesus Pinto E, Aliaga MA, Ribeiro-Silva CR. Factors associated with food insecurity of households of public schools students in the City of Salvador, Bahia. Journal of Health, Population and Nutrition. 2013;1:471.

Hoffmann R. Determinantes da insegurança alimentar no Brasil: análise dos dados da PNAD de 2004. Segur. Aliment. Nutr. 2008;15:49-61.

Aliaga MA, Chaves-dos-Santos SM. Food and nutrition security public initiatives from a human and socioeconomic development perspective: Mapping experiences within the 1996 World Food Summit signatories. Social Science & Medicine. 2014;104:74-79.

Dos Santos AR, Vieira NS, Sant’Ana TT. Agricultura familiar e segurança alimentar e nutricional: análise dos resultados do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Doação Simultânea) nos Estados da Bahia e Minas Gerais. Cadernos Gestão Social. 2012;3:9-24.

Silva V. O Papel do Programa de Aquisição de alimentos – PAA – para o fortalecimento da agricultura familiar: o caso da Cooperativa da Agricultura Familiar Rural Integrada – COOPAFI – de Capanema, PR [dissertação]. Pato Branco: Universidade Tecnológica Federal do Paraná; 2013.

Baiphethi MN, Jacobs PT. The contribution of subsistence farming to food security in South Africa. Agrekon. 2009;48:459-482.

Monego ET, Peixoto MDRG, De Morais Cordeiro M, Costa R. M. (In)segurança alimentar de comunidades quilombolas do Tocantins. Segur. Aliment. Nutr. 2010;17:37-47.

Bartram J, Lewis K, Lenton R, Wright, A. Focusing on improved water and sanitation for health. The Lancet. 2005;365:810.

Tingay RS, Tan CJ, Tan NCW. et al. Food insecurity and low income in an english inner city. Journal of Public Health. 2003;25:156-159.

Babatunde RO, Qaim M. Impact of off-farm income on food security and nutrition in Nigeria. Food Policy. 2010;35:303-311.

Cabral CS, Lopes AG, Lopes JM, Vianna RPDT. Food security, income, and the Bolsa Família program: a cohort study of municipalities in Paraíba State, Brazil, 2005-2011. Cadernos de Saúde Pública. 2014;30:393-402.

Dos Santos Interlenghi G, Salles-Costa R. Inverse association between social support and household food insecurity in a metropolitan area of Rio de Janeiro, Brazil. Public Health Nutrition. 2015;18:2925-2933.

Bezerra TA, Olinda RA, Pedraza DF. Insegurança alimentar no Brasil segundo diferentes cenários sociodemográficos. Ciência & Saúde Coletiva. 2017;22:637-651.

Publicado
2019-06-12
Como Citar
Pereira, M. H. Q., Pereira, M. L. A. S., Panelli-Martins, B. E., & Santos, S. M. C. dos. (2019). Segurança Alimentar e Nutricional e fatores associados em municípios baianos de diferentes portes populacionais. Segurança Alimentar E Nutricional, 26, e019022. https://doi.org/10.20396/san.v26i0.8653447
Seção
Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)