O documentário como forma de divulgar Ciência

uma análise da obra “Quando éramos macacos”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v17i00.8665095

Palavras-chave:

Recursos audiovisuais, Evolução de Primatas, Divulgação Científica

Resumo

Documentário constitui um gênero audiovisual com potencial para Divulgação Científica, que pode ser utilizado como recurso didático em sala de aula. O presente estudo teve como objetivo analisar o documentário “Quando éramos macacos” a partir de três categorias: modo de representação, características flutuantes e erros conceituais. A análise dos dados possibilitou identificar que o modo de representação participativo foi o predominante. Além disso, foram encontradas algumas características flutuantes, como por exemplo o uso de reconstituições, as quais podem auxiliar em um melhor entendimento do tema, assim contribuindo para a aproximação com o público. Destaca-se que aspectos da Natureza da Ciência foram abordados no documentário, entretanto, percebe-se erros conceituais, tanto relacionados ao conteúdo, quanto a dublagem. Por fim, entende-se que uma das contribuições deste estudo é de sinalizar para a importância de uma leitura crítica de recursos audiovisuais antes da sua utilização como potencial recurso educativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tayná de Souza Pereira, Bolsista de IC Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, CEFET, RJ, Brasil.

Graduanda em Biologia pela Universidade Celso Lisboa (UCL) e aluna de Iniciação científica pelo Laboratório de Divulgação Científica no Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, CEFET, RJ, Brasil.

Carlos Alberto Andrade Monerat, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, CEFET, RJ, Brasil.

Doutor em Ciência, Tecnologia e Educação e pesquisador colaborador pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ) e docente na Universidade Celso Lisboa (UCL) e na educação básica.

Danielle Cristina Duque Estrada Borim, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, CEFET, RJ, Brasil.

Doutora em Ciência, Tecnologia e Educação pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ) e docente da Secretaria Municipal de Educação (Itaguaí,RJ), Brasil.

Marcelo Borges Rocha, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, CEFET, RJ, Brasil.

Doutor em Zoologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), docente de graduação e pós-graduação no Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ) e na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Gabriel Mendes de Almeida, Docente no Colégio Itapuca, Niterói, RJ, Brasil.

Docente do Colégio Itapuca (Niterói,RJ), discente de doutorado em Educação em Ciências e Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pesquisador colaborador do Laboratório de Divulgação Científica e Ensino de Ciências (LABDEC) pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, CEFET, RJ, Brasil.

Referências

Batista, D. F., & Nunes, J. V. (2018). O uso de documentários como ferramenta didática no ensino de Biblioteconomia. Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, 5(2), 47-62. URL: https://ufg.emnuvens.com.br/rebecin/article/view/110.

Borba, B. A. (2006). A vida nada secreta dos animais: uma análise sobre documentários de natureza a partir dos Estudos Culturais. In: Reunião Científica Regional da ANPED, Educação movimentos sociais e políticas governamentais. Anais..., Curitiba: Paraná. URL: http://www.anpedsul2016.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2015/11/eixo11_B%C3%81RBARA-DE-ABREU-BORBA.pdf. Acesso 20.04.2020.

Cambridge International Dictionary of English. Cambridge, UK: Canbridge University Press. URL: https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/voice-over. Acesso 05.06.2021.

Couto, H. H. O. M. & Rezende, L. A. (2012). Documentário de divulgação científica. Ensino, Saúde e Ambiente, 5(2), 160-172.

Darwin, C. (2004). A Origem das Espécies. São Paulo: Ed. Martin Claret. 640p.

Figueiredo, S. D. & Cardoso, C. H. (2010). A aurora dos tempos modernos: Do desaparecimento dos dinossauros à Génese do homem. Lisboa: Ed. Cosmos. 184p.

Fontelles, M. J.; Simões, M. G.; Farias, S. H., & Fontelles, R. G. S. (2009). Scientific research methodology: Guidelines for elaboration of a research protocol. Revista Paraense de Medicina, 23(3).

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas.176p

Herculano-Houzel, S. (2012). Neuronal scaling rules for primate brains: The primate advantage. Progress in Brain Research, 195, 325-340. doi: 10.1016/B978-0-444-53860-4.00015-5.

Hickmann Jr., C. P.; Roberts, L. S.; Keen, S. L.; Eisenhour, D. J.; Larson, A. & L’anson, H. (2019). Princípios Integrados de Zoologia. 16. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 1405p.

Hunt, K. D. (1994). The evolution of human bipedality: ecology and functional morphology. Journal of Human Evolution, 26, 183-202. doi: 10.1006/jhev.1994.1011.

Kemper, A. (2008). A evolução biológica e as revistas de divulgação científica: potencialidades e limitações para o uso em sala de aula (Dissertação de Mestrado). Brasília: Faculdade de Educação, Universidade de Brasília. URL: http://www.repositorio.unb.br/bitstream/10482/1038/1/2008_AlessandraKemper.pdf. Acesso 16.05.2020.

Marcello, F. A. & Ripoll, D. (2016). A educação ambiental pelas lentes do cinema documentário. Ciência & Educação (Bauru), 22, 1045-1062. doi: https://doi.org/10.1590/1516-731320160040013.

Melo, C. T. V. (2002). O documentário como gênero audiovisual. Comunicação & Informação. 5, 25-40.

Mendes, G. & Rocha, M. B. (2015). Contrução coletiva de um documentário ambiental com alunos de Gestão Ambiental. In: Anais... VII EPEA – Encontro Pesquisa em Educação Ambiental, Rio de Janeiro. URL: http://epea.tmp.br/epea2015_anais/pdfs/plenary/48.pdf . Acesso 05.06.2021.

Michaelis. (2021) Moderno Dicionário da Língua Portuguesa. São Paulo: Editora Melhoramentos. URL: http://michaelis.uol.com.br/busca?id=OWQE. Acesso 18.08.2020.

Morris, D. (1967). O macaco nu. São Paulo: Círculo do Livro, 272p.

Nichols, B. (2005). Introdução ao documentário. 5. ed. São Paulo: Papirus Ed. 336p.

Paesi, R. A. (2018). Evolução humana nos livros didáticos de Biologia: o antropocentrismo em questão. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 17(1), 143-166.

Pough, F. H., Heiser, J. B., & Janis, C. M. (2004). A vida dos vertebrados. 4. ed. São Paulo: Atheneu Editora, 750p.

Ridley, M. (2007). Evolução. 3 ed. Porto Alegre: Artmed. 752p.

Rodrigues, F. L. (2010). Uma breve história sobre o cinema documentário. CES Revista, 24, 60-73.

Roso, A. (2010). Psicologia e história: acerca da construção de árvores genealógicas ou como retomar lembranças de família em sociedades de rede. PSICO, 41(3), 385-392.

Sousa, J. C. (2020). Documentários científicos sobre o mundo natural no ensino de Biologia. Ciência & Educação (Bauru), 26, 1-18. doi: 10.1590/1516-731320200002.

Souza P. H. R., & Rocha, M. B. (2017). Análise da linguagem de textos de divulgação científica em livros didáticos: contribuições para o ensino de Biologia. Ciência e Educação (Bauru), 23(2), 321-340.doi: 10.1590/1516-731320170020003.

Vieira, S. S., & Sabbatini, M. (2015). Documentários de divulgação científica em tempos de redes sociais e cibercultura. Revista de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística, 5(2), 91-100.

Zabotti, K.; Nascimento, J. E.; Cunha, M. B., & Justina, L. A. D. (2017). Enfoque da Evolução Biológica em uma revista de divulgação científica brasileira. In: Anais...XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, Santa Catarina. URL: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/xi-enpec/anais/resumos/R2391-1.pdf. Acesso 10.07.2020.

Downloads

Publicado

2021-08-22

Como Citar

PEREIRA, T. de S.; MONERAT, C. A. A.; BORIM, D. C. D. E.; ROCHA, M. B.; ALMEIDA, G. M. de. O documentário como forma de divulgar Ciência: uma análise da obra “Quando éramos macacos”. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 17, n. 00, p. e021024, 2021. DOI: 10.20396/td.v17i00.8665095. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8665095. Acesso em: 23 out. 2021.