Banner Portal
A geodiversidade na geografia escolar da Rede Estadual de ensino do Paraná
PDF

Palavras-chave

Patrimônio geológico
Currículo
Diversidade natural
Interdependência

Como Citar

KRÜGER, Geovani; GUIMARÃES, Gilson Burigo. A geodiversidade na geografia escolar da Rede Estadual de ensino do Paraná. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 19, n. 00, p. e023023, 2023. DOI: 10.20396/td.v19i00.8673855. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8673855. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

Resumo: A educação é uma difusão da cultura produzida pela sociedade, que pretende contribuir com a formação de sujeitos críticos, autocríticos, criativos, participativos, responsáveis social, econômica e ambientalmente, munindo de ferramentas para sua atuação na complexidade planetária atual. Considerando a geodiversidade como uma parte integrante e constituinte do espaço geográfico, um todo complexo permeado de inúmeras relações, ela se constitui em uma temática na ciência geográfica e decorrente disso na geografia escolar. Buscou-se a partir da investigação qualitativa, analisar os recentes documentos curriculares do estado do Paraná para os Ensinos Fundamental e Médio, no que se refere a esse componente curricular. Constatou-se que em relação à BNCC, os documentos regionais, mais detalhados, representam um certo avanço, porém, ainda acabam apresentando em grande parte as mesmas carências do nacional. A incipiente abordagem relacional dos conteúdos aliada à adoção rígida do material didático foram os principais entraves do currículo à geoeducação.

https://doi.org/10.20396/td.v19i00.8673855
PDF

Referências

Bacci, D. C. (2015). Ensino de Geociências no contexto escolar. Múltiplas relações com a educação ambiental. In: Bacci, D. C. (Org.). (2015). Geociências e educação ambiental. Curitiba: Ponto Vital Editora. p.129-151.

Brasil. Ministério da Educação. (2018). Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Brasília, DF. 595p. URL: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso 14.05.2023.

Brasil. Ministério da Educação. (2023). Histórico da BNCC. URL: Histórico (mec.gov.br). Acesso 14.05.2023.

Brilha, J. B. R. (2005). Patrimônio Geológico e Geoconservação: a conservação da natureza na sua vertente geológica. Braga: Palimage. 190p.

Callai, H. C. (1995).O estudo do município ou a geografia nas séries iniciais. Boletim Gaúcho de Geografia, 20, 31-34. URL: https://seer.ufrgs.br/bgg/article/view/38030/24532. Acesso 14.05.2023.

Carneiro, C. D. R., Toledo, M. C. M. de, & Almeida, F.F.M. de. (2004). Dez motivos para a inclusão de temas de Geologia na Educação Básica. Revista Brasileira de Geociências, 34(4), 553-560. doi: 10.25249/0375-7536.2004344553560.

Costella, R. Z., & Rego, N. (2011). Em que momento um aluno aprende geografia. In: Rego, N., Castrogiovanni, A. C., & Kaercher, N. A. (Orgs.). (2011). Geografia: Práticas Pedagógicas para o Ensino Médio. Vol. 2, Porto Alegre: Penso. p. 104-118.

Cunha, L. F. F. (2018). A geografia escolar e as temáticas físico-naturais na BNCC: desafios a prática docente e à formação de professores. Itinerarius reflectiones, 14(2), 1-18. doi: 10.5216/rir.v14i2.51587.

Gray, M. (2004). Geodiversity: Valuing and Conserving Abiotic Nature. Londres: John Wiley & Sons. 434p.

Guimarães, E. M. (2004). A contribuição da Geologia na construção de um padrão de referência do mundo físico na educação básica. Revista Brasileira de Geociências, 34(1), 87-94.

Kozel, S. (1998). Ensinar geografia no terceiro milênio: Como? Por quê? RA’E GA – Revista do Departamento de Geografia UFPR, 2,141-152.

Liccardo, A., & Guimarães, G. B. (Org.) (2014). Geodiversidade na educação. Ponta Grossa: Estúdio Texto. 136p.

Moreira, J. C. (2011). Geoturismo e interpretação ambiental. Ponta Grossa: Editora UEPG. 157p.

Morin, E. (2000). Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2 ed. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO. 118p.

Paraná. (Estado). Secretaria da Educação e do Esporte. (2021a). Currículo da rede estadual paranaense. Curitiba. 69p. URL: https://www.educacao.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/documento/2021-05/crep_geografia_2021_anosfinais.pdf. Acesso 14.05.2023.

Paraná. (Estado). Secretaria da Educação e do Esporte. (2021b). Referencial curricular para o ensino médio do Paraná. Curitiba. 1062p. URL: https://www.educacao.pr.gov.br/sites/default/arquivos_restritos/files/documento/2021-08/referencial_curricular_novoem_11082021.pdf. Acesso 14.05.2023.

Piekarz, G. (2011). Geoturismo no Karst. Curitiba: Mineropar. 121p.

Pinheiro, I., & Lopes, C. S. (2021). A geografia na base nacional comum curricular (BNCC): percursos e perspectivas. Geo UERJ, 39, 1-23. doi: 10.12957/geouerj.2021.45521.

Ponciano, L. C., Castro, A. R., Machado, D. M. C., Fonseca, V. M. M., & Kunzler, J. (2011). Patrimônio Geológico-Paleontológico in situ e ex situ: definições, vantagens, desvantagens e estratégias de conservação. In: Carvalho, I. S., Srivastava, N. K., Strochschoen Jr., O., & Lana, C. C. (Eds.). (2011). Paleontologia: Cenários de Vida. Rio de Janeiro: Interciência, v. 4., p. 853-870.

Sharples, C. (1993). A Methodology for the Identification of Significant Landforms and Geological Sites for Geoconservation Purposes. Tasmania: The Forestry Commission. 33p.

Silva, J. M., & Mendes, E. P. P. (2013). Abordagem qualitativa e geografia: pesquisa documental, entrevista e observação. In: Marafon, G. J., Ramires, J. C. L., Ribeiro, M. A., & Pessôa, V. L. S. (Comps.). (2013). Pesquisa qualitativa em geografia: reflexões teórico-conceituais e aplicadas. Rio de Janeiro: Ed. UERJ. p. 207-221. doi: 10.7476/9788575114438.0013.

Silva, J. V. M., & Moura-Fé, M. M. (2020). A geodiversidade na geografia escolar: reflexões teóricas e a importância da geoeducação. Geomae, 11(1), 143-157.

Silvone, B. R., & Tsukamoto, R. Y. (2006). Nos passos da aprendizagem: o trabalho de campo como método de ensino de geografia. In: Antonello, I. T., Moura, I. D. P., & Tsukamoto, R. Y. (Orgs.). (2006). Múltiplas geografias: ensino-pesquisa-reflexão. Vol. III. Londrina: Edições Humanidades. p. 71-105.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Geovani Krüger, Gilson Burigo Guimarães

Downloads

Não há dados estatísticos.