A produção de resumos acadêmicos na universidade

percepções de modelos de ensino-aprendizagem na perspectiva dos letramentos

Autores

Palavras-chave:

Letramentos acadêmicos, Escrita de gêneros acadêmicos, Resumo acadêmico

Resumo

Este trabalho faz parte de um projeto interinstitucional e interdisciplinar que pretende analisar as práticas de escrita que envolvem o gênero resumo acadêmico na construção do software AutorIA, que tem como objetivo colaborar na produção de resumos por estudantes de graduação. Defendendo um viés social e ideológico dos letramentos (STREET, 2010a), realizamos um recorte dessa pesquisa mais ampla, com o objetivo de investigar as percepções sobre letramentos acadêmicos envolvidas na produção do gênero resumo de uma turma de primeiro semestre de Letras, tanto na visão dos estudantes quanto da professora da turma. Nossa ancoragem teórica é baseada nos Novos Estudos de Letramento – NEL (STREET, 2010a; LEA; STREET, 1998; LILLIS; SCOTT, 2007). Em termos metodológicos, realizamos uma pesquisa qualitativa de cunho interpretativista, com base nos preceitos da Linguística Aplicada. Os resultados obtidos sugerem que o ensino e a aprendizagem da produção de textos acadêmicos devem ser promovidos considerando, de modo complementar, os modelos de habilidades de estudos, de socialização acadêmica e dos letramentos acadêmicos, para que tanto a materialidade linguística quanto os aspectos sociodiscursivos sejam contemplados no processo. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Cristina Silva, Universidade Federal de Juiz de Fora

Professora do curso de Letras da UFJF e do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Brasil.

Laura Silveira Botelho, Universidade Federal de São João Del Rei

Doutora em Linguística pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Professora adjunta do curso de Letras da Universidade Federal de São João Del Rei.  

Marília de Carvalho Caetano Oliveira, Universidade Federal de São João Del Rei

Doutora em Linguística e Lingua Portuguesa pela PUC- MG. Professora do Departamento de Letras da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), Brasil. 

Referências

BAKHTIN, M. (1952). Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

BEZERRA, B. Letramentos acadêmicos e construção da identidade: a produção do artigo científico por alunos de graduação. Linguagem em (Dis)curso – LemD, Tubarão, SC, v. 15, n. 1, p. 61-76, jan./abr. 2015.

BEZERRA, B. Letramentos acadêmicos na perspectiva dos gêneros textuais. Fórum Linguístico, Florianópolis, v. 9, n. 4, p. 247-258, out./dez. 2012.

BOTELHO, L. S.; FARIA; SILVA; DAMASCENO-MORAIS. (2018). Letramentos e formação inicial docente: iniciação à pesquisa científica. In: CADILHE, GARCIA-REIS, MAGALHÃES. Formação docente: linguagens, práticas e perspectivas. Campinas: Pontes Editores.

BOTELHO, L. S.; SILVA, M. C. (2014). O gênero monografia em um curso de Pedagogia: um estudo exploratório. In: APARÍCIO, A. S. e SILVA, S. (Orgs) Gêneros textuais e perspectivas de ensino. Campinas: Pontes.

CAETANO OLIVEIRA, M. de C. (2020). A produção de resumos acadêmicos: um estudo preliminar sobre a usabilidade do software “AutorIA – meu resumo”. Fólio – Revista de Letras, Vitória da Conquista, v. 12, n. 1, jan./jun.

CELANI, M. A. (2005). Questões de ética na pesquisa em Linguística Aplicada. Linguagem & Ensino, Pelotas, v. 8, n. 1, p.101-122.

FIAD, R. (Org.) (2017). Letramentos Acadêmicos: contextos, práticas e percepções. São Carlos, SP: Pedro & João Editores.

LEA, M. (2006). Explorando abordagens linguísticas à aprendizagem e avaliação online. In: SILVA, M. e SANTOS, E. (Org.). Avaliação da aprendizagem em educação online. São Paulo: Edições Loyola.

LEA, M.; STREET, B. (2014). O modelo dos letramentos acadêmicos: teoria e aplicações. Tradução de Komesu e Fischer In: Revista da USP. v. 16, n. 2, p. 477-493, jul./dez. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/flp/article/viewFile/79407/pdf_20>. Acesso em: 30 jan. 2015.

LEA, M; STREET, B. (1998). Student writing in Higher Education: an academic literacies approach. Studies in Higher Education, Jun, Vol. 23 Issue 2, p. 157-172.

LILLIS, T.; SCOTT, M. (2007). Defining academic literacies research: issues of epistemology, ideology and strategy. Journal of Applied Linguistics, v. 4, p. 5-32, jan. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/42798579_Defining_academic_literacies_research_Issues_of_epistemology_ideology_and_strategy. Acesso em: 06/05/2019.

MACHADO, A. R. (Coord.); LOUSADA, E.; ABREU-TARDELLI, L. S. (2004). Resumo. São Paulo: Parábola.

MACHADO, A. R. (2002). Revisitando o conceito de resumos. In: DIONÍSIO; A. P.; MACHADO, A. R.; BEZERRA, M. A. (Orgs). Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna. p. 139-150.

MATENCIO, M. (2003). Referenciação e retextualização de textos acadêmicos: um estudo do resumo e da resenha. Projeto Letramento Temático Letramento do Professor, Campinas, p. 1-11, 2003. Disponível em: file:///G:/PÓSDOUTORADO/Projeto%20Software%20hipermidia%20para%20resumos/Referencial%20teórico/Textos%20a%20ler/Referenciacao_e_retextualizacao%20(Matencio,%202003).pdf>. Acesso em: 8 abr. 2019.

MATENCIO, M. (2002). Atividades de retextualização em práticas acadêmicas: um estudo do gênero resumo. Scripta, Belo Horizonte, v. 6, n. 11, p. 25-32.

MOTTA-ROTH, D. (2000). Tese de Doutoramento. Rhetorical features and disciplinary cultures: A genre-based study of academic book reviews in linguistics, chemistry, and economics. In: V. J. LEFFA (Compilador). Pelotas, RS: UCPEL. ISBN 85-7590-006-4. Pelotas, RS: UCPEL.

NASCIMENTO, M. I. (2005). A produção do gênero resumo. 144p. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Letras. Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

PASQUOTTE-VIEIRA, E. A. (2014) Letramentos Acadêmicos: (re)significações e (re)posicionamentos de sujeitos discursivos. Tese de Doutorado – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

RUSSELL, D.; LEA, M.; PARKER, J.; STREET, B.; DONAHUE, T. Exploring notions of genre in 'academic literacies' and 'writing in the disciplines': approaches across countries and contexts. In: BAZERMAN; BONINI; FIGUEIREDO (Ed.). Genre in a Changing World. Perspectives on Writing. Colorado: The WAC Clearinghouse and Parlor Press. http://wac.colostate.edu/books/genre/, 2009.

STREET, B. (2014). Letramentos sociais: abordagens críticas do letramento no desenvolvimento, na etnografía e na educação. São Paulo: Parábola.

STREET, B. (2010a). Academic Literacies approaches to genre? Revista Brasileira de Linguística Aplicada, Belo Horizonte, v. 1, n.2, p.347-362.

STREET, B. (2010b). Dimensões “escondidas” na escrita de artigos acadêmicos. Tradução Silveiro e Fischer. Perspectiva, Florianópolis, v.28, n 2, p. 541 – 597, jul/dez.

STREET, B. (2003). What's 'new' in New Literacy Studies? Critical approaches to literacy in theory and practice. Current Issues in Comparative Education. 5(2) May 12, P. 77-91.

STREET, B. (1984). Literacy in Theory and Practice. Cambridge: Cambridge University Press.

Downloads

Publicado

2021-09-14

Como Citar

SILVA, M. C.; BOTELHO, L. S.; CAETANO OLIVEIRA, M. de C. A produção de resumos acadêmicos na universidade: percepções de modelos de ensino-aprendizagem na perspectiva dos letramentos. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 60, n. 2, p. 580–594, 2021. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8660840. Acesso em: 19 out. 2021.