A educação escolar indígena como fortalecimento da identidade cultural dos Potiguara da Paraíba/Brasil

considerações iniciais

Autores

Palavras-chave:

Educação escolar indígena, Potiguara, Interculturalidade, Identidade cultural

Resumo

Este artigo, elaborado a partir de uma pesquisa qualitativa, consiste em apresentar algumas reflexões suscitadas a partir da relação entre escolarização e tradição como contribuintes para o fortalecimento da identidade étnico-cultural dos indígenas Potiguara em uma escola estadual de ensino fundamental e médio da Paraíba-Brasil, traduzidas na experiência do fazer pedagógico intercultural. Nesse contexto, infelizmente, há professores que se deparam com a falta de instrumentos pedagógicos e práticos para o desenvolvimento de estratégias no sentido de melhor exercerem a interculturalidade indígena. Sendo assim, por meio deste trabalho, é possível compreender o processo histórico para se garantir uma educação escolar indígena intercultural, específica e diferenciada para o povo indígena Potiguara da Paraíba, a qual é hoje assegurada por lei, orientada para atender as situações concretas da realidade indígena, tendo como finalidade a autonomia, a sustentabilidade, a política, a economia, a gestão territorial e cultural dos Potiguaras da Paraíba. Inclusive compreender a importância da educação escolar indígena para esse povo, em particular para sua juventude, como possibilidade de um futuro mais promissor. O desenvolvimento deste espaço no ambiente escolar não se limita às teorias e às metodologias de inclusão, mas se perpetua como caminho para novas reflexões sobre a escola intercultural indígena de e para estudantes (não) indígenas por práticas emancipatórias de indivíduos que se querem partícipes socialmente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Lôbo dos Santos, Universidade Federal da Paraíba

Professor indígena da etnia Potiguara na Educação Básica dos municípios de Baia da Traição e Mataraca no estado da Paraíba/Brasil.

Eduardo Dias da Silva, Universidade de Brasília

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (PósLIT/UnB).

Referências

APURINÃ, Francisco. (2017) Um olhar reverso: da aldeia para universidade Amazôn. Rev. Antropol. v. 9, n. 1, p. 482-503.

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. (2014) Catequese, Aldeamentos e Missionação. In: FRAGOSO, João Luís Ribeiro; GOUVÊA, Maria de Fátima. (Org.). O Brasil Colonial 1443-1580. v. 1. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, p. 435-478.

ARNAUT DE TOLEDO, Cézar de Alencar; RUCKSTADTER, Flávio Massani Martins. (2003) A Filosofia Educacional dos jesuítas nas cartas do Padre José de Anchieta. Acta Scientiarum (UEM), Maringá, v. 25, n.2, p. 257-265. Disponível em: <http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciHumanSocSci/article/view/2179/1359> Acesso em: 17 jun. 2020.

BARCELLOS, Lusival. (2012) Práticas educativo-religiosas dos índios Potiguara da Paraíba. João Pessoa: Editora da UFPB.

BERGAMASCHI, Maria Aparecida; GOMES, Luana Barth. (2012) A temática indígena na escola: ensaios de educação intercultural. Currículo sem Fronteiras, v.12, n.1, p. 53-69, jan/abr. 2012. Disponível em: <http://www.curriculosemfronteiras.org/vol12iss1articles/bergamaschi-gomes.pdf> Acesso em: 17 jun. 2020.

BERGAMASCHI, Maria Aparecida; SILVA, Rosa Helena Dias da. (2007) Educação escolar indígena no Brasil: da escola para índios às escolas indígenas. Agora, Santa Cruz do Sul, v. 13, n. 1, p. 124 – 150, jan/jun. 2007.

BERGAMASCHI, Maria Aparecida; MEDEIROS, Juliana Schneider. (20100 História, memória e tradição na educação escolar indígena: o caso de uma escola Kaingang. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 30, n. 60, p. 55-75.

BRASIL. (1988) Constituição da República Federativa do Brasil. Presidência da República. Casa Civil. Brasília.

BRASIL. (1996) Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996). Presidência da República. Casa Civil. MEC: Brasília.

BRASIL. (1999) Resolução CEB n. 03, de 10 de novembro de 1999. Fixa Diretrizes Nacionais para o funcionamento das escolas indígenas e dá outras providências. MEC: Brasília.

BRASIL. (2001) Plano Nacional de Educação (Lei n. 10.172, de 09 de janeiro de 2001). Presidência da República. Casa Civil. MEC: Brasília.

BRASIL. (2010) Povos indígenas. IBGE. FUNAI. Ministério da Justiça. Brasília. Disponível em: <https://indigenas.ibge.gov.br/images/indigenas/mapas/pop_indigena_per_2010.pdf> Acesso em: 21 jun. 2020.

BRASIL. Terras indígenas: o que é?. FUNAI. Ministério da Justiça. Brasília. S/d. Disponível em: < http://www.funai.gov.br/index.php/2014-02-07-13-24-32> Acesso em: 21 jun. 2020.

COLLET, Célia Letícia Gouvêa. (2006) Interculturalidade e Educação Escolar Indígena: um breve histórico. In: GRUPIONI, Luís Donisete Benzi (Org.). Formação de professores indígenas: repensando trajetórias. MEC/SECADI. Brasília.

LOPES, Eliane Marta T. (1985) Colonizador – colonizado: uma relação educativa no movimento da história. Belo Horizonte: UFMG.

MARQUES, Cássio Ferreira (Org.). (2009) Lendas e Causos do Povo Potiguara. João Pessoa: Editora da UFPB.

MELIÁ, Bartolomeu. (1979) Educação indígena e alfabetização. São Paulo: Loyolla.

MOONEN, Frans. (1988) Antropologia aplicada. São Paulo: Ática.

MOONEN, Frans; MAIA, Luciano Mariz. (Orgs.). (2008[1992]) Etnohistória dos índios Potiguara. João Pessoa: Procuradoria da República na Paraíba/Secretaria da Educação e Cultura do Estado da Paraíba. Disponível em: <http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/lucianomaia/moonen_1500_1983_indios_potiguaras.pdf> Acesso em: 21 jun. 2020.

OLIVEIRA, João Pacheco de (Org.) (1999). A Viagem da volta: Etnicidade, Política e Reelaboração Cultural no Nordeste Indígena (Territórios Sociais, 2) Rio de Janeiro, Contra Capa.

PAIVA, José Maria. Educação jesuítica no Brasil colonial. (2007) In: LOPES, Eliane Marta T; FARIA FILHO, Luciano M. de; VEIGA, Cynthia G. (Orgs.) 500 anos de educação no Brasil. 3. Ed. Belo Horizonte: Autêntica.

PALHANO SILVA, Paulo Roberto. (2018) A economia indígena Potiguara: a arte no artesanato é patrimônio cultural Potiguara sustentando potencialidades culturais, sociais, econômicas, religiosas e simbólicas. In: PALHANO SILVA, Paulo Roberto. Práticas educativas e Economia Solidária no Vale do Mamanguape. João Pessoa: Ideia.

PALITOT, Estevão Martins. (2005) Os Potiguara da Baía da Traição e Monte-Mór: história, etnicidade e cultura. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

PARAÍBA. (2003) Resolução n. 207/2003. Governo do Estado da Paraíba. Secretaria da Educação e Cultura. Conselho Estadual de Educação. João Pessoa.

SANTOS, Cassio Cabral (Org.) (2014). Legislação Educacional da Paraíba. João Pessoa: Editora UNEPI.

SANTOS, Pedro Lôbo dos; SILVA, Eduardo Dias da. (2017) Além do arco e flecha: a construção étnico-identitária a partir da educação bilíngue indígena Potiguara-PB. Revista Espaço Acadêmico, v. 17, n. 199, p. 49-58, 5 dez. 2017. Disponível em: <http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/37842/21308> Acesso em: 17 jun. 2020.

SILVA, Patrícya Karla Ferreira. (2010) Educação escolar indígena: uma análise a partir da perspectiva da sexualidade e gênero no município indígena de Baía da Traição/PB. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB.

SILVA, Maria Alda Tranquilo da. (2017) Saberes docentes constituídos na Prática Pedagógica de Professores da EJA indígena Potiguara na Baía da Traição -PB. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

SILVA, Simone Maria; BORGES, Claudia Cristina do Lago. (2019) Educação Escolar indígena Potiguara: uma análise material e estrutural. Tellus, ano 19, n. 38, jan./abr. DOI: https://doi.org/10.20435/tellus.v19i38.592

Downloads

Publicado

2021-05-21

Como Citar

SANTOS, P. L. dos .; SILVA, E. D. da. A educação escolar indígena como fortalecimento da identidade cultural dos Potiguara da Paraíba/Brasil: considerações iniciais. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 60, n. 1, p. 105–113, 2021. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8661506. Acesso em: 18 set. 2021.