Análise multimodal

noções e procedimentos fundamentais

Autores

Palavras-chave:

Facebook, Multimodalidade , Análise multimodal, Instanciação, Realização, Tela

Resumo

Partindo da Teoria Sistêmico-Funcional e da proposta decomposicional de Bateman, Wildfeuer e Hiippala (2017), este artigo delineia noções e procedimentos que consideramos fundamentais para a análise de textos multimodais, particularmente os digitais, fornecendo uma proposta teórico-metodológica que permite ao analista um maior comprometimento com uma organização clara e replicável do procedimento analítico. Assim, em primeiro lugar introduzimos os conceitos fundamentais de realização e instanciação e suas implicações para o estudo da multimodalidade; depois, parte-se para a noção de “tela” e para a classificação multidimensional das materialidades semióticas; em seguida, explicitam-se os passos básicos para a fundamentação da análise de textos multimodais; e, finalmente, o modelo é exemplificado com a análise sumária da composição em telas de postagens de Facebook.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Theodoro Casalotti Farhat, Universidade de São Paulo

Graduando do curso de Letras da Universidade de São Paulo.

Paulo Roberto Gonçalves-Segundo, Universidade de São Paulo

Doutorado em Filologia e Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo. Professor Doutor Adjunto da Universidade de São Paulo.

Referências

BATEMAN, J. A. (2008). Multimodality and Genre: A Foundation for the Systematic Analysis of Multimodal Documents. New York: Palgrave.

BATEMAN, J. A.; WILDFEUER, J.; HIIPPALA, T. (2017). Multimodality – Foundations, Research and Analysis: A Problem-Oriented Introduction. Berlim: de Gruyter.

BENVENISTE, E. (1974). Problemas de linguística geral II. 2a ed. Campinas: Pontes, 2006.

COPE, B.; KALANTZIS, M. (2009). “Multiliteracies”: New literacies, new learning. Pedagogies: An international journal, v. 4, n. 3, p. 164-195.

EKMAN, P.; FRIESEN, W. V.; ELLSWORTH, P. (1982). What emotion categories or dimensions can observers judge from facial behavior? In: EKMAN, P. (ed.) Emotion in the human face. Nova York: Cambridge University Press, p. 39-55.

FARHAT, T. C.; GONÇALVES-SEGUNDO, P. R. “Manas, preciso de ajuda”: análise de pedidos de ajuda multimodais de um grupo de Facebook. Texto Livre: Linguagem e Tecnologia, v. 14, n. 1, p. 1-19, 2021a.

FARHAT, T. C.; GONÇALVES-SEGUNDO, P. R. Identidades em comunhão: estratégias multimodais de individuação em um grupo de Facebook. Texto Digital, v. 17, n. 2, p. 35-71, 2021b.

FENG, D.; O’HALLORAN, K. L. (2012). Representing emotive meaning in visual images: A social semiotic approach. Journal of Pragmatics, v. 44, n. 14, p. 2067-2084.

FORCEVILLE, C. (2020). Visual and Multimodal Communication: Applying the Relevance Principle. New York: Oxford University Press.

GUALBERTO, C. L.; SANTOS, Z. B. (2019). Multimodalidade no contexto brasileiro: um estado de arte. DELTA: Documentação de Estudos em Linguística Teórica e Aplicada, v. 35, p. 1-30.

HALLIDAY, M. A. K.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. (2014). Introduction to Functional Grammar. 4a ed. New York/London: Routledge.

JEWITT, C.; BEZEMER, J.; O’HALLORAN, K. (2016). Introducing multimodality. London: Routledge.

KRESS, G. (2010). Multimodality: A social semiotic approach to contemporary communication. Oxon: Routledge.

KRESS, G.; VAN LEEUWEN, T. (1996). Reading Images: The Grammar of Visual Design. 2a ed. London/New York: Routledge, 2006.

MARTIN, J. R. (1992). English Text: system and structure. Amsterdam: John Benjamins.

MATTHIESSEN, C. M. I. M. (2009). Multisemiosis and context-based register typology. In: VENTOLA, E.; GUIJARRO, A. J. M. (org.). The World Told and the World Shown: Multisemiotic Issues. London: Palgrave Macmillan, p. 11-38.

NORRIS, S.; MAIER, C. D. (org.). (2014). Interactions, Images and Texts: A Reader in Multimodality. Berlim: de Gruyter.

O’TOOLE, M. (1994). The Language of Displayed Art. London: Leicester University Press.

Downloads

Publicado

2022-09-12

Como Citar

FARHAT, T. C.; GONÇALVES-SEGUNDO, P. R. Análise multimodal: noções e procedimentos fundamentais. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 61, n. 2, p. 435–454, 2022. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8666675. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos