Banner Portal
Educação científica na Linguística Aplicada
PDF

Palavras-chave

Ensino de língua materna
Formação de professores
Letramentos

Como Citar

SILVA, Wagner Rodrigues; MENDES, Jaquelene. Educação científica na Linguística Aplicada: contribuições para o ensino básico. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 62, n. 1, p. 158–177, 2023. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8671566. Acesso em: 17 jun. 2024.

Dados de financiamento

Resumo

Este artigo apresenta uma abordagem da educação científica elaborada para auxiliar na inovação do ensino de português como língua materna a partir de práticas investigativas em escolas básicas. A proposta foi construída colaborativamente por professores do ensino básico e por docentes do ensino superior, integrantes de um projeto de pesquisa vinculado a um programa governamental brasileiro idealizado para fortalecer a educação cientifica de estudantes. Configura-se (a) uma pesquisa bibliográfica dedicada à caracterização da abordagem mencionada (LAUGKSCH, 1999; SILVA, 2020a; SOARES, 2003a), e (b) uma análise documental do enfoque da educação científica em uma diretriz curricular nacional (BRASIL, 2018) e das impressões escritas sobre o referido projeto, compartilhadas por professores em formação continuada. Trata-se de um estudo situado no campo indisciplinar dos estudos linguísticos aplicados. A proposta pedagógica se materializou na produção de alguns instrumentos mediadores do aprendizado discente, dentre os quais se destacam uma unidade didática, um circuito de planejamento pedagógico informado pela abordagem da educação científica e um laboratório virtual de estudo da gramática.

PDF

Referências

BATISTA, A. A. (2001) Aula de Português: discurso e saberes escolares. São Paulo: Martins Fontes.

BERRY, R. (2010). Terminology in English Language Teaching: Nature and Use. Bern: Peter Lang.

BRASIL. (2018). Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 19 out. 2022.

BRASIL. (1998). Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental, Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/portugues.pdf. Acesso em: 24 out. 2022.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: primeiro e segundo ciclos do Ensino Fundamental, Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1997. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro02.pdf. Acesso em: 24 out. 2022.

CHASSOT, A. (2016). Das disciplinas à indisciplina. Curitiba: Appris Editora.

CUNHA, R. B. (2019). Por que falar em letramento científico? Raízes do conceito nos estudos da linguagem. Campinas: Estante Labjor/Nudecri/ Unicamp.

DEMO, P. (2010) Saber pensar é questionar. Brasília: Liber Livro.

FREIRE, P. (2016). Conscientização. Tradução de Tiago José Reis Leme. São Paulo: Cortez.

FREIRE, P. (1977). Extensão ou comunicação. 11 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

GONÇALVES, M.; JORGE, N. (2018). Literacia científica na escola. Lisboa: Nova FCSH-CLUNL. Disponível em: https://app.box.com/s/895euxr6d1wwkop5h6stf4nsk6igkuxa. Acesso em: 27 out. 2022.

HALLIDAY, M. A. K.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. (2014). Halliday’s Introduction to Functional Grammar. London: Routledge.

HURD, P. D. H. (1958). Science Literacy for American Schools. Educational Leadership. n. 16, p. 13-16. Disponível em: https://files.ascd.org/staticfiles/ascd/pdf/journals/ed_lead/el_195810_hurd.pdf. Acesso em: 02 nov. 2022.

HURD, P. D. H. (1998). Scientific Literacy: New Minds for a Changing World. Science Education, v. 82, n. 3, p. 407-416. https://doi.org/10.1002/(SICI)1098-237X(199806)82:3<407::AID-SCE6>3.0.CO;2-G

KLEIMAN, A. B. (1995). Modelos de letramento e as práticas de alfabetização na escola. In: KLEIMAN, A. B. (org.). Os significados do letramento: uma perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas: Mercado de Letras. p. 15-61.

LAUGKSCH, R. C. (1999). Scientific Literacy: A Conceptual Overview. Science Education, v. 84, p. 71-94. https://doi.org/10.1002/(SICI)1098-237X(200001)84:1<71::AID-SCE6>3.0.CO;2-C.

LEAL, A. (2018). Multimodalidade e multiliteracia: elementos verbais e não verbais nos textos de divulgação científica. In: GONÇALVES, M.; JORGE, N. (org.). Literacia científica na escola. Lisboa: Nova FCSH-CLUNL, p. 43-54.

LIU, X. (2009). Beyond Science Literacy: Science and the Public. International Journal of Environmental & Science Education, v. 4, n. 3, p. 301-311.

RABELO, H. (2022). Alfabetização e sintaxe: noção de “frase”. In: FARIA, E.; SILVA, W. R. (org.). AlfabetiAÇÕES. Campinas: Pontes Editores, p. 101-130.

RIBEIRO, M. A. (2021). Produção de jogos didáticos digitais para conscientização gramatical: aspectos dinâmicos e protocolos de atuação. Dissertação de Mestrado em Letras. Universidade Federal do Tocantins, Porto Nacional.

RIBEIRO, M. A.; SILVA, W. R. (2021). Professores como protagonistas na produção de jogo. Revista da ANPOLL, v. 52, p. 62-89. https://doi.org/10.18309/ranpoll.v52i2.1537

SANTANA, B. R.; SILVA, W. R.; FREITAS, M. (2022). O Show da Luna como gênero mediador de educação científica. Ciência & Educação, v. 27, p. 1-18, 2021. https://doi.org/10.1590/1516-731320210003

SHAMOS, M. H. (1995). The Myth of Scientific Literacy. New Brunswick, New Jersey: Rutgers University Press.

SIGNORINI I.; FIAD, R. S. (2012). Ensino de língua: das reformas, das inquietações e dos desafios. Belo Horizonte: Editora UFMG.

SILVA, W. R. (2024). Educação científica na pós-graduação: uma abordagem da Linguística Aplicada. Revista Internacional de Educação Superior, v. 10, n. s/n, p. 1-24. https://doi.org/10.20396/riesup.v10i00.8667236

SILVA, W. R. (2023). Pesquisa científica no centro do magistério: memórias forjadas nos desafios da vida. Palmas: EdUFT. (no prelo)

SILVA, W. R. (2021a). Letramento ou literacia? Ameaças da cientificidade. In: SILVA, W. R. (Org.). Contribuições sociais da Linguística Aplicada: uma homenagem a Inês Signorini. Campinas: Pontes Editores, p. 111-162.

SILVA, W. R. (2021b). Por uma Linguística Aplicada arrojada. In: SILVA, Wagner R. (Org.). Contribuições sociais da Linguística Aplicada: uma homenagem a Inês Signorini. Campinas: Pontes Editores, p. 17-30.

SILVA, W. R. (2020a). Letramento e fracasso escolar: o ensino da língua materna. Manaus: Editora UEA.

SILVA, W. R. (2020b). Educação científica como estratégia pedagógica e investigativa de resistência. Trabalhos em Linguística Aplicada. Campinas: Unicamp, v. 59, n. 3, p.2278-2308. https://doi.org/10.1590/01031813829221620201106

SILVA, W. R. (2020c). Conveniência da ciência na política brasileira de alfabetização. Revista x, v. 15, n. 4, p. 60-66. http://dx.doi.org/10.5380/rvx.v15i4.76142.

SILVA, W. R. (2019a). Educação científica como estratégia pedagógica para formação de professoras. Veredas – Revista de Estudos Linguísticos, v. 23, n. 2, p. 144-161. https://doi.org/10.34019/1982-2243.2019.v23.29504

SILVA, W. R. (2019b). ConGraEduC – Conscientização gramatical pela educação científica. Projeto de Pesquisa. Palmas/Brasília: UFT/CNPq.

SILVA, W. R. Formação sustentável do professor no mestrado profissional. Revista Brasileira de Educação, v. 22, n. 70, p. 708-731, 2017. https://doi.org/10.1590/S1413-24782017227036

SILVA, W. R. (2016). Letramento científico na formação inicial do professor. Revista Práticas de Linguagem, v. 6, n. especial, p. 8-23. Disponível em: https://www.ufjf.br/praticasdelinguagem/files/2017/01/2-Artigo-Wagner.pdf. Acesso em: 02 nov. 2022.

SILVA, W. R. (2015). Gêneros em práticas escolares de linguagens: currículo e formação do professor. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 15, n. 4, p. 1023-1055. https://doi.org/10.1590/1984-639820156170

SILVA, W. R. (2012a). Gêneros textuais em aulas de Língua Portuguesa no Ensino Médio brasileiro. Linguagem & Ensino, v. 15, n. 2, p. 387-418. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/rle/article/view/15422. Acesso em: 02 nov. 2022.

SILVA, W. R. (2012b). Construções da superação do fracasso do ensino de Língua Portuguesa em diretrizes curriculares. In: SIGNORINI, Inês; FIAD, Raquel S. (Org). Ensino de língua: das reformas, das inquietações e dos desafios. Belo Horizonte: Editora UFMG. p. 83-105.

SILVA, W. R. (2009a). Seleção textual no ensino interdisciplinar por projeto. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 9, n. 1, p. 17-39. https://doi.org/10.1590/S1984-63982009000100002

SILVA, W. R. (2009b). Algumas contribuições da linguística aplicada para o ensino de escrita em aulas de língua materna no Brasil. Investigações, v. 22, n. 2, p. 135-160. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/INV/article/view/1354. Acesso em: 02 fev. 2023.

SILVA, W. R. ET AL. (2021). Construção de imagens pela gramática: uma proposta de jogo. Revista Linguística, v. 17, n. 2, p. 84-107. https://doi.org/10.31513/linguistica.2021.v17n2a42659

SILVA, W. R.; LIMA, P. S.; MOREIRA, T. M. (2016.). Gêneros na prática pedagógica: diálogos entre escolas e universidades. Campinas: Pontes Editores.

SILVA, W. R.; MENDES, J.; RIBEIRO, M. H. (2021). Compreensões sobre ciência compartilhadas por alunos da escola básica antes e depois de intervenções pedagógicas. Signo, v. 46, n. 86, p. 42-59. https://doi.org/10.17058/signo.v46i86.15995

SILVA, W. R.; SANTOS, S. S; ANTONELLA, K. (2023). Desafios do trabalho colaborativo num projeto interdisciplinar de pesquisa científica. Revista Leia Escola. (no prelo)

SILVEIRA, R. A.; SILVA, W. R.; REIS, A. P. (2019). Construção paradigmática do ensino de português como língua materna. Eutomia, v. 1, n. 23, p. 108-128. https://doi.org/10.51359/1982-6850.2019.240212

SOARES, M. (2020). Alfaletrar: toda criança pode aprender a ler e a escrever. São Paulo: Contexto.

SOARES, M. (2003a) Letramento e escolarização. In: RIBEIRO, Vera M. (org). Letramento no Brasil. São Paulo: Global, p. 89-113.

SOARES, M. (2003b). Alfabetização e letramento. São Paulo: Contexto.

SOUSA, R. S; SILVA, W. R.; BRITO, C. C. P. (2023). Preconcebidos sobre ciência compartilhados por estudantes de escola pública rural. Educação e pesquisa, v. 49, e249915, 2023. (no prelo)

VYGOTSKY, L. (1986). Thought and language. Massachusetts: The Massachusetts Institute of Technology Press.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Trabalhos em Linguística Aplicada

Downloads

Não há dados estatísticos.