Banner Portal
Ceci n´est pas un article
PDF

Palavras-chave

Arte
Educação matemática
Práticas de pesquisa
Sensibilização

Como Citar

GARNICA, A. V. M. Ceci n´est pas un article: impressões fragmentadas sobre Arte e Educação Matemática. Zetetike, Campinas, SP, v. 23, n. 1, p. 11–32, 2016. DOI: 10.20396/zet.v23i43.8646551. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646551. Acesso em: 1 mar. 2024.

Resumo

 O texto é um arrazoado de ideias sobre a necessidade de cuidar de uma sensibilização para a pesquisa em Educação Matemática e, mais especificamente, para a pesquisa em História da Educação Matemática, na qual a Arte sirva de referência. Pretende, ainda, defender a ideia de que uma teorização é um movimento humano no qual interagem, como motores, leituras, experiências, citações, visualizações, impressões, recursos formais ou informais etc, e cujo objetivo é, sem preconceitos de fontes, gerar sentidos.

https://doi.org/10.20396/zet.v23i43.8646551
PDF

Referências

Baiocchi, M. (1995). Butoh: Dança Veredas d’Alma. São Paulo: Palas Athena.

Barbosa, A. M. (2012). Arte-Educação no Brasil. São Paulo: Perspectiva.

Barbosa, A.M. (2010). Arte/Educação Contemporânea: consonâncias internacionais. São Paulo: Cortez.

Bruner, J. (2014). Fabricando Histórias: Direito, Literatura, Vida. São Paulo: Letra e Voz.

Capote, T. (2006). Música para Camaleões. São Paulo: Cia das Letras.

Eco, U. (2007). História da Feiúra. Rio de Janeiro: Record.

Foucault, M. (2014). Isto não é um cachimbo. São Paulo: Paz e Terra.

Garnica, A.V.M. (2009). Da Historiografia: mitos, campos, biografias. BOLEMA, 22(34), 283-294.

Garnica, A.V.M. (2010a). Um microfone às formigas: crimes, narrativas e história. VIDYA, 29(1), 35-47.

Garnica, A.V.M. (2010b). Analisando Imagens: um ensaio sobre a criação de fontes narrativas para com-preender os Grupos Escolares. BOLEMA, 23(35), 75-100.

Grammont, G. (2008). Aleijadinho e o aeroplano: o paraíso barroco e a construção do herói nacional. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Gusmão, L. D. (2013). Educação Matemática pela Arte: uma defesa da Educação da Sensibilidade no campo da Matemática. Dissertação de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática. Curitiba: UFPR.

Hesíodo. (1991). Teogonia: a origem dos deuses. São Paulo: Iluminuras.

Hockney, D. (2001). O conhecimento secreto. São Paulo: Cosac Naify.

Jolles, A. (1976). Formas Simples. São Paulo: Cultrix.

Lacroix, S. F. (2013). Ensaios sobre o ensino em geral e o de Matemática em Particular. São Paulo: UNESP.

Larrosa, J. (2002). Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, 19(1), 20-28.

Le Goff, J. (2014). Em busca do tempo sagrado. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Meireles, C. (1987). Obra Poética. Rio de Janeiro: Aguilar.

Mendes, M. (1994). Poesia Completa e Prosa. Rio de Janeiro: Nova Aquilar.

Mendes, M. (2014). A Idade do Serrote. São Paulo: Cosac Naify.

Niethammer, L. (1997). Conjunturas de Identidade Coletiva. Projeto História, 15, 119-144.

Pasche, M. (2015). Em versos, (re)versões. Revisa de História da Biblioteca Nacional. 10(114), 66-69.

Rolnik, S. (1989). Cartografia Sentimental: transformações contemporâneas do desejo. São Paulo: Estação Liberdade.

Souza, L.A. (2011). Trilhas na construção de versões históricas sobre um Grupo Escolar. Tese. Doutorado em Educação Matemática. Rio Claro: UNESP.

Varazze, J. (2003). Legenda Áurea – Vidas de Santos. São Paulo: Cia das Letras.

Viola dos Santos, J.R. & LINS, R.C. (2015). Movimentos de Teorizações em Educação Matemática. UFMS-Campo Grande/UNESP-Rio Claro. Mimeo.

Zago. H. S. & FLORES, C.R. (2010). Uma proposta para relacionar Arte e Educação Matemática. RELIME, 13(3), Acesso em 25/05/2015. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?pid=S166524362010000300005&script=sci_arttext.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2015 Zetetiké: Revista de Educação Matemática

Downloads

Não há dados estatísticos.