Ceci n´est pas un article: impressões fragmentadas sobre Arte e Educação Matemática

Autores

  • Antonio Vicente Marafioti Garnica Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.20396/zet.v23i43.8646551

Palavras-chave:

Arte. Educação matemática. Práticas de pesquisa. Sensibilização.

Resumo

 O texto é um arrazoado de ideias sobre a necessidade de cuidar de uma sensibilização para a pesquisa em Educação Matemática e, mais especificamente, para a pesquisa em História da Educação Matemática, na qual a Arte sirva de referência. Pretende, ainda, defender a ideia de que uma teorização é um movimento humano no qual interagem, como motores, leituras, experiências, citações, visualizações, impressões, recursos formais ou informais etc, e cujo objetivo é, sem preconceitos de fontes, gerar sentidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Vicente Marafioti Garnica, Universidade Estadual Paulista

Professor do Departamento de Matemática da UNESP de Bauru e dos Programas de Pósgraduação em Educação Matemática (UNESP-Rio Claro) e Educação para a Ciência (UNESP-Bauru).

Referências

Baiocchi, M. (1995). Butoh: Dança Veredas d’Alma. São Paulo: Palas Athena.

Barbosa, A. M. (2012). Arte-Educação no Brasil. São Paulo: Perspectiva.

Barbosa, A.M. (2010). Arte/Educação Contemporânea: consonâncias internacionais. São Paulo: Cortez.

Bruner, J. (2014). Fabricando Histórias: Direito, Literatura, Vida. São Paulo: Letra e Voz.

Capote, T. (2006). Música para Camaleões. São Paulo: Cia das Letras.

Eco, U. (2007). História da Feiúra. Rio de Janeiro: Record.

Foucault, M. (2014). Isto não é um cachimbo. São Paulo: Paz e Terra.

Garnica, A.V.M. (2009). Da Historiografia: mitos, campos, biografias. BOLEMA, 22(34), 283-294.

Garnica, A.V.M. (2010a). Um microfone às formigas: crimes, narrativas e história. VIDYA, 29(1), 35-47.

Garnica, A.V.M. (2010b). Analisando Imagens: um ensaio sobre a criação de fontes narrativas para com-preender os Grupos Escolares. BOLEMA, 23(35), 75-100.

Grammont, G. (2008). Aleijadinho e o aeroplano: o paraíso barroco e a construção do herói nacional. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Gusmão, L. D. (2013). Educação Matemática pela Arte: uma defesa da Educação da Sensibilidade no campo da Matemática. Dissertação de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática. Curitiba: UFPR.

Hesíodo. (1991). Teogonia: a origem dos deuses. São Paulo: Iluminuras.

Hockney, D. (2001). O conhecimento secreto. São Paulo: Cosac Naify.

Jolles, A. (1976). Formas Simples. São Paulo: Cultrix.

Lacroix, S. F. (2013). Ensaios sobre o ensino em geral e o de Matemática em Particular. São Paulo: UNESP.

Larrosa, J. (2002). Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, 19(1), 20-28.

Le Goff, J. (2014). Em busca do tempo sagrado. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Meireles, C. (1987). Obra Poética. Rio de Janeiro: Aguilar.

Mendes, M. (1994). Poesia Completa e Prosa. Rio de Janeiro: Nova Aquilar.

Mendes, M. (2014). A Idade do Serrote. São Paulo: Cosac Naify.

Niethammer, L. (1997). Conjunturas de Identidade Coletiva. Projeto História, 15, 119-144.

Pasche, M. (2015). Em versos, (re)versões. Revisa de História da Biblioteca Nacional. 10(114), 66-69.

Rolnik, S. (1989). Cartografia Sentimental: transformações contemporâneas do desejo. São Paulo: Estação Liberdade.

Souza, L.A. (2011). Trilhas na construção de versões históricas sobre um Grupo Escolar. Tese. Doutorado em Educação Matemática. Rio Claro: UNESP.

Varazze, J. (2003). Legenda Áurea – Vidas de Santos. São Paulo: Cia das Letras.

Viola dos Santos, J.R. & LINS, R.C. (2015). Movimentos de Teorizações em Educação Matemática. UFMS-Campo Grande/UNESP-Rio Claro. Mimeo.

Zago. H. S. & FLORES, C.R. (2010). Uma proposta para relacionar Arte e Educação Matemática. RELIME, 13(3), Acesso em 25/05/2015. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?pid=S166524362010000300005&script=sci_arttext.

Downloads

Publicado

2016-01-22

Como Citar

GARNICA, A. V. M. Ceci n´est pas un article: impressões fragmentadas sobre Arte e Educação Matemática. Zetetike, Campinas, SP, v. 23, n. 1, p. 11–32, 2016. DOI: 10.20396/zet.v23i43.8646551. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646551. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)