Alguns modos de ver e conceber o ensino da matemática no Brasil

Autores

  • Dario Fiorentini Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/zet.v3i4.8646877

Palavras-chave:

Tendências em Educação Matemática, Concepções em Educação Matemática, Filosofia da Educação Matemática, História do ensino da Matemática

Resumo

Este artigo pretende descrever alguns modos, historicamente produzidos, de ver e conceber o ensino da Matemática no Brasil. As categorias descritivas utilizadas neste estudo foram: a concepção de Matemática; a concepção do modo como se processa a obtenção/produção do conhecimento matemático; os fins e os valores atribuídos ao ensino da Matemática; as concepções de ensino e de aprendizagem; a cosmovisão subjacente; a relação professor-aluno e a perspectiva de estudo/pesquisa visando à melhoria do ensino da matemática. Com base nessas categorias identificamos e descrevemos seis tendências: a formalista clássica; a empírico-ativista; a formalista modera tecnicista e suas variações; a construtivistas e a sócioetnoculturalista. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dario Fiorentini, Universidade Estadual de Campinas

Docente a Área de Educação Matemática do Depto. de Metodologia de Ensino da Faculdade de Educação da UNICAMP.

Downloads

Publicado

2009-10-11

Como Citar

Fiorentini, D. (2009). Alguns modos de ver e conceber o ensino da matemática no Brasil. Zetetike, 3(1). https://doi.org/10.20396/zet.v3i4.8646877

Edição

Seção

Artigo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>