Documentos de professores como fontes para a história da educação matemática: o Arquivo Pessoal Euclides Roxo - APER

  • Wagner Rodrigues Valente Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: História da matemática, Educação matemática. Euclides Roxo. Arquivo pessoal. Historiografia.

Resumo

Este texto tem por objetivos: destacar a importância que vem ganhando o uso de arquivos pessoais nas práticas historiográficas; salientar a relevância dos arquivos pessoais de professores de Matemática para a história da Educação Matemática no Brasil; divulgar o Arquivo Pessoal Euclides Roxo – APER e analisar, utilizando o APER, como uma proposta de reforma do ensino de Matemática, surgida na República Velha, é incorporada pelo governo revolucionário de Getúlio Vargas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wagner Rodrigues Valente, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática – PUCSP.

Referências

APER. Arquivo Pessoal Euclides Roxo. Centro de Ciências Exatas e Tecnologia/Centro de Documentação da Educação Matemática: PUC-SP.

CIEM. Rapport préliminaire sur l’organisation de la Commission et le plan général de ses travaux. L"Enseignement mathématique. Genebra: Georg & Cie. Éditeurs e Paris: Gauthier-Villars Éditeurs. v. 10, 1908.

DASSIE, B. A Matemática na Reforma Gustavo Capanema. 2001. Dissertação (Mestrado). Rio de Janeiro: PUC.

LACP. Livros de Atas da Congregação do Colégio Pedro II. Rio de Janeiro. Manuscrito.

MIORIM, M. A. Introdução à história da educação Matemática. São Paulo: Atual Editora, 1998.

NAGLE, J. Educação e Sociedade na Primeira República. São Paulo: EPU/Editora da Universidade de São Paulo, 1974.

PROCHASSON, C. Atenção: verdade! - Arquivos Privados e Renovação das Práticas Historiográficas. Revista Estudos Históricos da Fundação Getúlio Vargas. Número Especial "Arquivos Pessoais", v. 11, n. 21. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1998.

REVISTA INTERNATO. Órgão dos antigos alunos e atuais alunos do Internato do Colégio Pedro II. Ano II, jan. de 1951, n. 2.

SCHUBRING, G. O primeiro movimento internacional de reforma curricular em Matemática e o papel da Alemanha: um estudo de caso na transmissão de conceitos. Zetetiké. Campinas, SP: FE/Unicamp. v. 7, n. 11, 1999.

SCHWARTZMAN, S. et al. Tempos de Capanema. Rio de Janeiro: Paz e Terra/Editora FGV, 2000.

Publicado
2009-02-18
Como Citar
Valente, W. R. (2009). Documentos de professores como fontes para a história da educação matemática: o Arquivo Pessoal Euclides Roxo - APER. Zetetike, 12(1), 35-56. https://doi.org/10.20396/zet.v12i21.8646964
Seção
Artigo