Banner Portal
Um olhar sobre o paradidático de matemática
PDF

Palavras-chave

Paradidático
Educação matemática
Livro
Ensino

Como Citar

DALCIN, Andreia. Um olhar sobre o paradidático de matemática. Zetetike, Campinas, SP, v. 15, n. 1, p. 25–36, 2007. DOI: 10.20396/zet.v15i27.8647014. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8647014. Acesso em: 12 jun. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta uma síntese da dissertação de mestrado “Um olhar sobre o paradidático de Matemática”, defendida em dezembro de 2002 na Faculdade de Educação da UNICAMP. Tal pesquisa teve por objetivo analisar os livros paradidáticos de Matemática destinados às séries finais do Ensino Fundamental. Na análise, dois elementos nortearam a busca por uma caracterização de tais obras: a opção de abordagem do conteúdo matemático e a articulação entre o texto escrito, a simbologia matemática e as imagens entendidas como ilustrações.
https://doi.org/10.20396/zet.v15i27.8647014
PDF

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. 9. ed. São Paulo: Annablume, 2002.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

DALCIN, Andreia. Um olhar sobre o paradidático de Matemática. Campinas (SP): Faculdade de Educação/ UNICAMP, 2002. (Dissertação de Mestrado)

D'AMBRÓSIO, Ubiratan. Da realidade à Ação: reflexões sobre Educação e Matemática. 4. ed. Campinas (SP): Summus/ Editora da UNICAMP, 1986.

D'AMBRÓSIO, Ubiratan. Etnomatemática: Arte ou técnica de explicar e conhecer. São Paulo: Ática, 1990.

EGAN, Kieran. O Uso da Narrativa como Técnica de Ensino. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1994.

IMENEZ, L. M. P. Brincando com números. São Paulo: Scipione, 1987.(Coleção "Vivendo a Matemática").

LOBATO, Monteiro. A Aritmética da Emília. São Paulo: Brasiliense, 1973.

MIGUEL, António. Três estudos sobre história e educação matemática. Campinas (SP): Faculdade de Educação/UNICAMP, 1993.(Tese de Doutorado).

MIGUEL, António. As Potencialidades Pedagógicas da História da Matemática em questão: argumentos reforçadores e questionadores. Zeíeíiké, Campinas, CEMPEM, 5 (8):73-105, jul./dez., 1997.

MIORIM, Maria Angela. Introdução à História da Educação Matemática. São Paulo: Editora Atual, 1998. Momentos do Livro no Brasil. São Paulo: Ática, 1995, pp. 209-239.

MUNAKATA, Kazumi. Produzindo livros didáticos e paradidáticos. São Paulo: PUC, 1997.(Tese de Doutorado).

TAHAN, Malba [Júlio César de Mello e Souza]. A arte de ler e contar histórias. Rio de Janeiro: Conquista, 1957.

TAHAN, Malba [Júlio César de Mello e Souza]. O Homem que calculava. 32. ed. Rio de Janeiro: Record, 1986.

VERGANI, Teresa. Um Horizonte de Possíveis sobre uma educação matemática viva eglobalizante. Lisboa: Universidade Aberta, 1993.

VIANNA, Carlos Roberto. Matemática e História: Algumas Relações e Implicações Pedagógicas. São Paulo: Faculdade de Educação/USP, 1995. Dissertação de mestrado.

ZAMBONI, Ernesta. Que História é essa? Uma proposta analítica dos livros. Campinas (SP): Faculdade de Educação/UNICAMP, 1991.(Tese de doutorado).

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2014 Zetetiké: Revista de Educação Matemática

Downloads

Não há dados estatísticos.