Banner Portal
Metassíntese de pesquisas sobre conhecimentos/saberes na formação continuada de professores que ensinam matemática
PDF

Palavras-chave

Professor que ensina matemática
Saberes docentes
Conhecimentos profissionais

Como Citar

FIORENTINI, Dario; CRECCI, Vanessa Moreira. Metassíntese de pesquisas sobre conhecimentos/saberes na formação continuada de professores que ensinam matemática. Zetetike, Campinas, SP, v. 25, n. 1, p. 164–185, 2017. DOI: 10.20396/zet.v25i1.8647773. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8647773. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

Este artigo visa compreender o modo como as pesquisas brasileiras sobre formação continuada concebem e investigam os saberes e conhecimentos profissionais de professores que ensinam matemática e sua relação com as práticas profissionais. Após mapear os focos temáticos de estudo das teses de doutorado sobre formação continuada relativas ao Projeto de “Mapeamento e Estado da Arte da Pesquisa Brasileira sobre o Professor que Ensina Matemática”, no período 2001-2012, foram encontradas  13 dentre elas, que abordam  os conhecimentos e saberes profissionais do professor que ensina matemática e que constituem o corpus da revisão sistemática deste estudo. Os resultados de uma metassíntese desse corpus apontam diferentes maneiras de conceber e desenvolver estes estudos e evidenciam contribuições, possibilidades e limites acerca da especificidade e da natureza dos saberes e conhecimentos profissionais de professores que ensinam matemática em um contexto de formação e aprendizagem docente em serviço.

https://doi.org/10.20396/zet.v25i1.8647773
PDF

Referências

Ball, D., Thames, M. H., & Phelps, G. (2008). Content Knowledge for Teaching: What makes it special? Journal of Teacher Education, 59, 389–407.

Carr, W., & Kemmis, S. (1988). Teoria crítica de la enseñanza: la investigación-acción en la formación del profesorado. Barcelona: Ediciones Martinez Roca.

Carrillo, J., Climent, N., Contreras, L. C. & Muñoz-Catalán, M. C. (2013). Determining Specialized Knowledge for Mathematics Teaching. In B. Ubuz, C. Haser, & M. A. Mariotti (Eds.), Proceedings VIII Congress of the European Society for Research in Mathematics Education (CERME 8) (pp. 2985-2994). Antalya: Middle East Technical University, Ankara.

Cochran-Smith, M., & Lytle, S. L. (1999). Chapter 8: Relationships of knowledge and practice: Teacher learning in communities. Review of research in education, 24(1), 249-305.

Cochran-Smith, M., & Lytle, S. L. (2009). Inquiry as stance: practitioner research for the next generation. New York: Teacher College Press.

Fiorentini, D. (2000). Pesquisando com professores – reflexões sobre o processo de produção e ressignificação dos saberes da profissão docente. In J. F. Matos, & E. Fernandes (Eds), Investigação em Educação Matemática – perspectivas e problemas (pp. 187-195). Lisboa: APM, p. 187-195.

Fiorentini, D. (2009). Quando acadêmicos da universidade e professores da escola básica constituem uma comunidade de prática reflexiva e investigativa. In D. Fiorentini, R. C. Grando, & R. G. S. Miskulin (Orgs.), Práticas de formação e de pesquisa de professores que ensinam matemática (pp.233-255). Campinas: Mercado de Letras.

Fiorentini, D. (2013). A Investigação em Educação Matemática desde a perspectiva acadêmica e profissional: desafios e possibilidades de aproximação. Cuadernos de Investigación y Formación en Educación Matemática, 1(8), 61-82.

Fiorentini, D., & Carvalho, D. L. (2015). O GdS como lócus de experiências de formação e aprendizagem docente. In D. Fiorentini, F. L. P. Fernandes, D. L. Carvalho (Orgs.), Narrativas de práticas de aprendizagem docente em matemática (1ed., vol. 1, pp.15-37). São Carlos: Pedro & João Editores.

Fiorentini, D., & Coelho, M. A. V. M. (2012). Aprendizagem profissional de professores em comunidades investigativas. Leitura. Teoria & Prática, 58(30), 1053-1062.

Fiorentini, D., Nacarato, A., & Pinto, R. A. (1999). Saberes da experiência docente em matemática e educação continuada. Quadrante: Revista Teórica e de Investigação, 8(1-2), 33-60. Lisboa: APM.

Fiorentini, D., Nacarato, A.M., Ferreira, A. C., Lopes, C. A. E., Freitas, M. T. M., Miskulin, R. G. S. (2002). Formação de professores que ensinam Matemática: um balanço de 25 anos da pesquisa brasileira. Educação em Revista 36, 137-160.

Fiorentini, D., Passos, C. L. B., Lima, R. C. R. (Org.). (2016). Mapeamento da pesquisa acadêmica brasileira sobre o professor que ensina Matemática: Período 2001 a 2012 (1a ed.). Campinas: FE-Unicamp. Retirado em dezembro de 2016, de[ https://www.fe.unicamp.br/biblioteca/e-book- mapeamento-pesquisa- PEM].

Fiorentini, D., Souza Jr, A., & Melo, G. A. (1998). Saberes docentes: um desafio para acadêmicos e práticos. In C. M. G. Geraldi, D. Fiorentini, & E. M. Pereira (Orgs), Cartografias do Trabalho Docente: professor(a)-pesquisador(a) (pp.307-335). Campinas: ALB e Mercado de Letras.

Gauthier, C., & Tardif, M. (1997). Elementos para uma análise crítica dos modos de fundação do pensamento e da prática educativa. Contexto e Educação, 12(48), 17-39. Ijuí: Ed. Unijuí.

Godfrey, M., & Denby, T. (2006). The methodology of systematic reviews: conception of the process. Centre for health and Social Care, Institute of Health Science and Public Research: University of Leeds.

Moreira, P. C., & David, M. M. M. S. (2006). A formação matemática do professor: licenciatura e prática docente escolar. Belo Horizonte: Autêntica.

Shulman, L. S. (1986). Those who understand: Knowledge growth in teaching. Educational Researcher, 15(2), 4-14.

Shulman, L. S. (1987). Knowledge and teaching: Foundations of the new reform. Harvard Educational Review, 57(1), 1-22.

Tardif, M., Lessard, C., & Lahaye, L. (1991). Os professores face ao saber – esboço de uma problemática do saber docente. Teoria & Educação, 01(4), 215-133.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2017 Zetetike

Downloads

Não há dados estatísticos.