Conhecimento matemático para ensinar Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental

  • Miriam Criez Nobrega Ferreira Universidade Federal do ABC http://orcid.org/0000-0001-8122-1136
  • Miguel Ribeiro Universidade Estadual de Campinas
  • Alessandro Jacques Ribeiro Universidade Federal do ABC
Palavras-chave: Álgebra nos anos iniciais. Pensamento algébrico. Conhecimento matemático dos professores

Resumo

Várias são as pesquisas, sobretudo realizadas no exterior, que evidenciam a importância do trabalho com o Pensamento Algébrico nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, porém elas vêm focando essencialmente o aluno e o que ele aprende, deixando o professor à margem dessa discussão. Em razão da importância, para a aprendizagem dos alunos, do conhecimento matemático para ensinar e também da potencialidade do trabalho com o Pensamento Algébrico nos Anos Iniciais, este artigo tem por objetivo debater o conhecimento matemático revelado por um grupo de professores dos Anos Iniciais, ao discutir tarefas com potencial algébrico. Os dados foram coletados no contexto de um curso de extensão de 32 horas, e os resultados evidenciam a ainda pouca familiaridade dos participantes com as questões centrais que envolvem a caracterização e o trabalho com o Pensamento Algébrico. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Miriam Criez Nobrega Ferreira, Universidade Federal do ABC
Mestre do Programa de Pós-Graduação em História e Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal do ABC (UFABC).
Miguel Ribeiro, Universidade Estadual de Campinas
Doutor em Educação Matemática pela Universidade de Huelva (Espanha). Professor da Faculdade de Educação da UNICAMP
Alessandro Jacques Ribeiro, Universidade Federal do ABC
Professor do Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC) da Universidade Federal do ABC (UFABC).

Referências

Amaral, R. B., Ribeiro, M., & Godoy J. S. (2014). Choosing textbooks without looking at the textbooks – the role of the other’s interpretations. In International conference on mathematics textbook research and development (ICMT) (pp. 29-31). University of Southampton, UK.

Ball, D., Thames, M. H., & Phelps, G. (2008). Content knowledge for teaching: what makes it special? Journal of Teacher Education, 59(5), 389-407.

Blanton, M. et al. (2011). Developing essential understanding of algebraic thinking for teaching Mathematics in grades 3-5. Reston,Va: NCTM - National Council Teachers of Mathematics.

Blanton, M. L., & Kaput, J. J. (2004). Elementary grade students’ capacity for functional thinking. In M. J. Høines, & A. B. Fuglestad (Eds.), Proceedings of the 28th Conference of the International Group for the Psychology of Mathematics Education (Vol. 2, pp. 135-42). Bergen, Norway: PME.

Blanton, M., & Kaput, J. (2005). Characterizing a classroom practice that promotes algebraic reasoning. Journal for Research in Mathematics Education, 36(5), 412-446.

Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1997.

Cai, J., & Knuth, E. (Eds.). (2011). Early algebraization. New York: Springer.

Canavarro, A. P. (2007). O pensamento algébrico na aprendizagem da Matemática nos primeiros anos. Quadrante, Lisboa-PT, 16(2), 81-118.

Carpenter, T. P., Franke, M. L., & Levi, L. (2003). Thinking mathematically:Integrating arithmetic and algebra in elementary school. Portsmouth, NH: Heinemann.

Carraher, D. W., Schliemann, A. D., Brizuela, B. M., & Earnest, D. (2006). Arithmetic and algebra in early Mathematics Education. Journal for Research in Mathematics Education, 2(37), 87-115.

Ferreira, M. C. N. (2017a). Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: uma análise do conhecimento matemático acerca do Pensamento Algébrico. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do ABC.

Ferreira, M. C. N. (2017b) (no prelo). Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: uma análise dos documentos curriculares nacionais.

Ferreira, M. C. N, Ribeiro, A. J., & Ribeiro, M. (2017) (no prelo). Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: investigando a compreensão dos professores acerca do Pensamento Algébrico.

Fiorentini, D., Fernandes, F. L. P., & Cristóvão, E. M. (2005). Um Estudo das Potencialidades pedagógicas das investigações Matemáticas no desenvolvimento do pensamento algébrico. In: Seminário Luso-Brasileiro de Investigações Matemáticas no Currículo. Portugal. Retirado em 26 de maio, 2015, de: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/jponte/seminario_lb.htm.

Franke, M., Carpenter, T. P., & Battey, D. (2008). In J. J. Kaput, D. W. Carraher, & M. L. Blanton (Eds.), Algebra in the early grades (pp. 333–360). New York: Routledge.

Jakobsen, A., Ribeiro, C. M., & Mellone, M. (2014). Norwegian prospective teachers’ MKT when interpreting pupils’ productions on a fraction task. Nordic Studies in Mathematics Education, 19(3-4), 135-150.

Jakobsen, A., Thames, M., & Ribeiro, C. M. (2013). Delineating issues related to Horizon Content Knowledge for mathematics teaching. In B. Ubuz, Ç. Haser & M. A. Mariotti (Eds.), Proceedings of CERME 8 (pp. 3125-3134). Antalia, Turkie: ERME.

Kieran, C. (1992). The learning and teaching of school algebra. In D. A. Grouws (Ed.), Handbook of research on mathematics teaching and learning (pp. 390-419). New York: Macmillan.

Kieran, C. (2004). Algebraic thinking in the early grades: What is it? The Mathematics Educator, Georgia, 8(1), 139-151.

Kieran, C., Pang, J. S., Schifter, D., & Ng, S. F. (2016). Early Algebra. In ICME-13Topical Surveys, Hamburg.

Krauss, S., Baumert, J., & Blum, W. (2008). Secondary mathematics teachers' pedagogical content knowledge and content knowledge: validation of the COACTIV constructs. ZDM, 40(5), 873-892.

Linchevski, L. (1995). Algebra with numbers and arithmetic with letters: A definition of pre-algebra. Journal of Mathematical Behavior, (14), 113-120.

Lins, R. C., & Gimenez, J. (2001). Perspectivas em aritmética e álgebra para o século XXI. Campinas, SP: Papirus.

Ma, L. (2009). Saber e ensinar: Matemática elementar. Lisboa: Gradiva.

Mason, J., Graham, A., & Johnston-Wilder, S. (2005). Developing thinking in algebra. London: Sage.

Mestre, C., & Oliveira, H. (2011). O pensamento algébrico e a capacidade de generalização de alunos do 3.º ano de escolaridade do ensino básico. In C. Guimarães, & P. Reis, (Orgs.), Professores e infâncias: estudos e experiências (pp. 201-223). São Paulo: Junqueira & Marin.

Molina, M. (2009). Una propuesta de cambio curricular: integración del pensamiento algebraico en educación primaria. PNA, 3(3), 135-156.

Nye, B., Konstantopoulos, S., & Hedges, L. V. (2004). How large are teacher effects? Educational Evaluation and Policy Analysis, 26(3), 237-257.

Ponte, J., Branco, N., & Matos, A. (2009). Álgebra no Ensino Básico. Portugal: Ministério da Educação, Direção Geral de Integração e de Desenvolvimento Curricular (DGIDC).

Ribeiro, M., Mellone, M., & Jakobsen, A. (2016). Interpreting students’ non standard reasoning: Insights for mathematics teacher education practices. For the Learning of Mathematics, 36(2), 8-13.

Russell, S. J., Schifter, D., & Bastable, V. (2011). Developing algebraic thinking in the context of arithmetic. In J. Cai, & E. Knuth (Ed.), Early algebraization (pp. 43-69, Coleção Advances in Mathematics Education). Berlin: Springer-Verlag Heidelberg.

Schliemann, A. D., Carraher, D. W., & Brizuela, B. M. (2007). Bringing out the algebraic character of arithmetic: From children’s ideas to classroom practice. Mahwah, New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates.

Shulman, L. S. (1986). Those who understand: Knowledge growth in teaching. Educational Researcher, 15(2), 4-14.

Silva, T. H. I., & Ribeiro, A. J. (2014). O sinal de igualdade e seus diferentes significados: buscando rupturas na transição entre os Ensinos Fundamental I e II. REnCiMa, 5(2), 75-90.

Trivilin, L. R., & Ribeiro, A. (2015). Conhecimento matemático para o ensino de diferentes significados do sinal de igualdade: um estudo desenvolvido com professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Bolema, 29(51), 38-59.

Wasserman, N.H. (2016). Abstract algebra for algebra teaching: Influencing school mathematics instruction. Canadian Journal of Science, Mathematics and Technology Education, 16(1), 28-47.

Publicado
2017-12-27
Como Citar
Ferreira, M. C. N., Ribeiro, M., & Ribeiro, A. J. (2017). Conhecimento matemático para ensinar Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Zetetike, 25(3), 496-514. https://doi.org/10.20396/zet.v25i3.8648585
Seção
Artigo