Estado do conhecimento da pesquisa brasileira sobre disciplinas de conteúdo matemático na Licenciatura

Amanda Larissa de Almeida, Eliane Matesco Cristovão

Resumo


Este artigo apresenta parte de uma pesquisa do estado do conhecimento que mapeou as pesquisas brasileiras sobre disciplinas de conteúdo matemático na Licenciatura e visa analisar como estas contribuem para compreender o campo da formação inicial.  Inicialmente, é apresentado um panorama geral do estudo, tendo por base a análise de um corpus de 15 estudos obtido a partir do projeto “Mapeamento e Estado da Arte da pesquisa brasileira sobre o professor que ensina matemática”. Em seguida, são analisadas nove teses e dissertações relativas à categoria dos trabalhos que investigaram propostas ou práticas inovadoras. A discussão dos resultados aponta contribuições em relação às abordagens metodológicas adotadas, destacando o uso das tecnologias e a participação dos discentes em práticas colaborativas, investigativas e reflexivas. Entretanto, o estabelecimento de relações entre os conteúdos ensinados e aqueles que o licenciando futuramente irá ensinar revela-se ainda pouco presente nas licenciaturas.


Palavras-chave


Formação inicial de professores. Formação matemática. Disciplinas de conteúdo matemático. Estado do conhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil (2002). Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CES 1.302/2001. Brasília. Retirado em 02 de março, 2016, de: http://planalto.gov.br/cne/arquivos/pdf/ces1302.pdf.

Ferreira, N. S. (2002). As pesquisas denominadas “estado da arte“. Educação & Sociedade, 79, 257-272.

Fiorentini, D. (2005). A formação Matemática e didático-pedagógica nas Disciplinas da Licenciatura em Matemática, Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, 8, 107-115.

Fiorentini, D., Passos, C. L. B., & Lima, R. C. R. (Org.)(2016). Mapeamento da pesquisa acadêmica brasileira sobre o professor que ensina Matemática: Período 2001 a 2012. Campinas, FE-Unicamp, Retirado em 25 de julho, 2017, de: https://www.fe.unicamp.br/pf-fe/pagina_basica/58/e-book-mapeamento-pesquisa-pem.pdf.

Grilo, J. S., Barbosa, J. C., & Luna, A. V. (2015). Repercussões de disciplinas específicas na ação do professor de matemática da educação básica: Uma revisão sistemática, Educação Matemática e Pesquisa, 17(1), 04-24.

Manrique, A. L. (2009). Licenciatura em Matemática: formação para a docência x formação específica. Educação Matemática Pesquisa, 11(3), 515-534.

Moreira, P. C., & David, M. M. (2005). A formação matemática do professor. São Paulo: Autêntica, 1ª ed.

Nunes, C. M. F. (2001). Saberes docentes e formação de professores: Um breve panorama da pesquisa brasileira. Educação e Sociedade, 74, 27–42.

Passos, C. L., Nacarato, A. M., Fiorentini, D., Miskulin, R. G. S., Grando, R. C., Gama, R. P., & Melo, M. V. (2006). Desenvolvimento profissional do professor que ensina Matemática: Uma meta-análise de estudos brasileiros. Quadrante, 25(1-2), 193-219.




DOI: https://doi.org/10.20396/zet.v25i3.8649991

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Zetetike

(c) Zetetiké, Campinas (SP) - ISSN 2176-1744.