Conhecimento especializado de licenciandos em matemática no contexto de práticas formativas para inclusão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/zet.v29i00.8661777

Palavras-chave:

Formação Inicial, Inclusão, Conhecimento Especializado do Professor de Matemática

Resumo

Este artigo relata resultados parciais de uma pesquisa de mestrado de abordagem qualitativa, que investiga, em duas disciplinas dedicadas à prática como componente curricular, com enfoque no ensino da Matemática na perspectiva inclusiva, o Conhecimento Especializado do Professor de Matemática mobilizado por licenciandos nessas práticas. A coleta de dados utilizou audiogravações e materiais produzidos pelos licenciandos. A análise, fundamentada no referencial do Conhecimento Especializado do Professor de Matemática, evidenciou a importância de práticas formativas na perspectiva inclusiva para que o licenciando articule conhecimentos matemáticos e conhecimentos pedagógicos de conteúdo com conhecimentos sobre Necessidades Educacionais Especiais, para um ensino inclusivo da matemática. Porém, possíveis lacunas relativas ao Conhecimento da Estrutura Matemática nessas práticas formativas indicam que as disciplinas específicas de Matemática devem abordar a prática como componente curricular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Gomes Ribeiro, Universidade Federal de Itajubá

Licenciada em Matemática, em 2018, e Mestranda em Educação em Ciências pela Universidade Federal de Itajubá-MG, Brasil. Professora do Colégio Empreender, Brasil.

Eliane Matesco Cristovão, Universidade Federal de Itajubá

Doutora em Educação, em 2015, pela Universidade Estadual de Campinas. Professora Adjunta da Universidade Federal de Itajubá-MG, Brasil.

Referências

Ball, D. L., Thames, M. H., & Phelps, G. (2008). Content knowledge for teaching: what makes it special. Journal of Teacher Education, 59(5), 389-407.

Bernardo, R., Policastro, M. S., Almeida, A. R., Ribeiro, M., Melo, J. M., & Aiub, M. (2018). Conhecimento matemático especializado de professores da educação infantil e anos iniciais: conexões em medidas. Cadernos Cenpec, 8(1), 98-124.

Brasil. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. (1996). Fixa Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Brasil. Conselho Nacional de Educação (CNE/CP). (2001). Resolução nº 2, de 11 de setembro de 2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Diário Oficial República Federativa do Brasil, Brasília.

Brasil. Decreto nº 7611 de 17 de novembro de 2011. (2011). Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências.

Carrillo, J., Climent, N., Contreras, L. C., & Muñoz-Catalán, M. D. C. (2013). Determining specialised knowledge for mathematics teaching. Proceedings of the CERME, 8, 2985-2994.

Flores-Medrano, E., Escudero-Ávila, D., Montes, M., Aguilar, A., & Carrillo, J. (2014). Nuestra modelación del conocimiento especializado del professor de Matemáticas, el MTSK. In M. A. Montes, E. Carmona, A. Aguillar-González & J. Carrillo, Un marco teórico para el Conocimiento especializado del Professor de Matemáticas (pp. 71- 93). Huelva: Universidad de Huelva.

Flores-Medrano, E., Montes, A. M., Carrillo, J., Contreras, L. C., Muñoz-Catalãn, M. C., & Liñán, M. M. (2016). El papel del MTSK como modelo de conhecimento del profesor en las interrelaciones entre los espacios de trabajo matemático. Bolema, 30(54), 204-221.

Goldenberg, M. (2004). A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em ciências sociais. Rio de Janeiro: Record.

Longarezi, A. M., & Silva, J. L. (2013). Pesquisa-formação: Um olhar para sua constituição conceitual e política. Revista Contrapontos, 13(3), 214-225.

Lüdke, M., & André, M. E. D. A. (2013). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. Rio de Janeiro: EPU, 2013.

Moreira, P. C., & David, M. M. M. (2013). Formação matemática do professor: licenciatura e prática docente escolar. Belo Horizonte: Autêntica.

Pacheco, M. B., & Andreis, G. S. L. (2018). Causas das dificuldades de aprendizagem em Matemática: percepção de professores e estudantes do 3º ano do Ensino Médio. Revista Principia, 38, 105-119.

Passos, A. A., Passos M. M., & Arruda S. M. (2013). A Educação Matemática inclusiva no Brasil: uma análise baseada em artigos publicados em revistas de Educação Matemática. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 6(2), 1-22.

Ribeiro, C. M. S. (2020). Conhecimento interpretativo de professores de Matemática e suas especificidades para o ensino – uma necessidade de mudança de foco na formação de professores. Palestra. In XII Workshop de Verão em Matemática, Departamento de Matemática, Universidade de Brasília.

Ribeiro, C. M., & Amaral, R. (2015). Early year’s prospective teachers’ specialized knowledge on problem posing. Proceedings of PME, 39, 81-88.

Ribeiro, G. G. (2018). (Como) a temática da inclusão tem sido abordada na formação inicial do professor de Matemática? Anais do IV Congresso Nacional de Formação de Professores. Águas de Lindóia: Unesp. Retirado em 29 de outubro de 2020, de https://sigeve.ead.unesp.br/index.php/submissionProceedings/viewSubmission?trabalhoId=2141.

Rodrigues, A. D., & Bellemain, P. B. B. (2016). A comparação de áreas de figuras planas em diferentes ambientes: papel e lápis, materiais manipulativos e no Apprenti Géomètre 2. Em Teia, 7(3), 1-25.

Shulman, L. S. (1987). Knowledge and teaching: foundations of a new reform. Harvard Educational Review, 57(1), 1-22.

Souza, A. P. (2016). Um mapeamento da inserção da inclusão nos cursos de formação inicial de professores de Matemática nas universidades federais do estado de Minas Gerais e no Instituto Federal do Sul de Minas Gerais. Dissertação de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências. Itajubá: Universidade Federal de Itajubá. Retirado em 01 de fevereiro, 2020, de: https://repositorio.unifei.edu.br/xmlui/handle/123456789/606?locale-attribute=es.

Publicado

2021-06-02

Como Citar

Ribeiro, G. G., & Cristovão, E. M. (2021). Conhecimento especializado de licenciandos em matemática no contexto de práticas formativas para inclusão. Zetetike, 29(00), e021019. https://doi.org/10.20396/zet.v29i00.8661777

Edição

Seção

Dossiê Temático

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)