Mediação pedagógica o sucesso de uma experiência educacional online

  • Ivana Maria Schnitman Faculdade de Tecnologia e Ciência
Palavras-chave: Educação on-line. Mediação pedagógica. Interação. Experiência educacional.

Resumo

Considerando que toda interação da educação online ocorre através de interfaces digitais, pode-se supor que a mediação pedagógica seja um importante fator para o sucesso de uma experiência educacional on-line. O desafio se estabelece quando este princípio é confrontado por projetos educacionais pautados na educação de massa. As características de uma educação em larga escala se chocam e podem até mesmo ameaçar, propostas educacionais que preconizem a mediação pedagógica como princípio educacional básico. Tendo em vista esta perspectiva, buscou-se examinar se existiu uma relação de dependência entre o sucesso de uma experiência educacional online e diferenças na interação pedagógica mediada de docentes on-line. A fim de examinar esta questão, foram coletadas informações sobre os resultados de uma disciplina online de orientação de Trabalho de Conclusão de Cursos (TCC), em um curso de Pós-Graduação a distância. Utilizando parâmetros relacionados: a situação e resultados da orientação e ao grau de interação estabelecido pelos professores orientadores, foi aplicado o teste estatístico Chi Quadrado, que revelou que a interação pedagógica mediada é estatisticamente significante para o sucesso de uma experiência educacional online.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivana Maria Schnitman, Faculdade de Tecnologia e Ciência
Ph.d em educação pela West Virginia University (WVU), é coordenadora da Pós-Graduação EAD da FTC. Publicações mais importantes: Applying the Innovation Diffusion Theory to Foster Web-Based Distance Education in Higher Education: A Professional Development Program Plan (EDMEDIA, Viena, 2008); Interface Design for Highly Motivated Learners. Journal of Interactive Instruction Development (Journal of Interactive Instruction Development, v.19, p.9 - 14, 2007); Desenvolve pesquisas na área de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) e Educação.

Referências

ALMEIDA, C. C. Novas Tecnologias e Interatividade: além das interações mediadas. DataGramaZero – Revista de Ciência da Informação, v. 4, n. 4, 2003. Disponível em: http://dgz.org.br/ago03/Art_01.htm. Acesso em: 09 fev. 2011.

ALVES, J. R. M. Educação a distância e as novas tecnologias de informação e aprendizagem. 2001. Disponível em: http://www.engenheiro2001.org.br/programas/980201a1.htm. Acesso em: 03 jan. 2011.

ANDRADE, A. L. L.; BRITO, M. S. S. e ALVES, L. R. G. Ambiente Moodle como Apoio ao Ensino em Publicidade e Propaganda. XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação - UnB, 2006.

BELLONI, M. L. Educação a distância. 4a ed. Campinas: Autores Associados, 2002.

BRASIL. MEC/Secretaria de Educação Superior. Decreto n°2.494, de 10 de fevereiro de 1998, regulamentando o Art.80 da LDB (Lei n°9.394/96), dispõe sobre cursos superiores a distância. Diário Oficial da União, Brasília, 10 de janeiro de 1998.

BRASIL. MEC/Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior. Resolução n° 1, de 8 de junho de 2007. Resolução CNE/CES 1/2007. Diário Oficial da União, Brasília, 8 de junho de 2007, Seção 1, pág. 9 (alterada pela Resolução no 5, de 25 de setembro de 2008), estabelece as normas para o credenciamento especial de Instituições não Educacionais para oferta de cursos de especialização.

FARIA, E. T. et al. (Org.). Educação presencial e virtual: espaços complementares essenciais na escola e na empresa. Porto Alegre - RS: EDIPUCRS, 2006.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo, SP: Paz e Terra, 2002.

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo, SP: Ed. 34, 1999.

MASETTO, M. T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: MORAN, J. M.; MASETTO, M. T. e BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 14a ed. Campinas: Papirus, 2000.

MORAN, J. M. Contribuições para uma pedagogia da educação on-line. In: SILVA, M. (Org.). Educação On-line. 2. ed. São Paulo, SP: Loyola, 2006.

MORAN, J. M. Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias audiovisuais e telemáticas. In: MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 14. ed. Campinas: Papirus, 2000.

RAMAL, A. C. Educação a distância: entre mitos e desafios. Revista Pátio, ano 5, n. 18, ago./out., p. 12-16, 2001.

RAMAL, A. C. Educação na cibercultura: hipertextualidade, leitura, escrita e aprendizagem. Porto Alegre: Artemed, 2002.

ROPOLI, E. et al. Orientações para o desenvolvimento de cursos mediados por computador. Campinas: EAD Unicamp, 2002. Disponível em: http://www.unicamp.br/EA/documentos/orientacoes.pdf. Acesso em: 04 dez. 2010.

SILVA, M. (Org.). Educação on-line. São Paulo, SP: Loyola, 2006.

SILVA, M. Educação na cibercultura: o desafio comunicacional do professor presencial e on- line. Revista da FAEEBA, Salvador, v.12, n.20, 2003.

VYGOTSKY, L. A formação social da mente. 6. ed. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2000.

Publicado
2010-11-18
Como Citar
Schnitman, I. M. (2010). Mediação pedagógica o sucesso de uma experiência educacional online. ETD - Educação Temática Digital, 12, 287-314. https://doi.org/10.20396/etd.v12i0.1214