Infância, cinema e formação: contornos de modulações, subjetividades e singularidades

  • César Donizetti Pereira Leite Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Infância. Formação. Identidade. Diferença.

Resumo

A partir de uma reflexão sobre as noções de formação – mais especificamente, de “formação do professor” – e tendo como eixo central (1) suas práticas concretas e materiais no universo da escola e (2) trabalhos que temos desenvolvido acerca da “formação docente e cinema”, o texto apresenta reflexões acerca da noção de Educação e de Educação como de construção de identidades. No contexto destas reflexões, procuro problematizar a ideia de identidade como algo fechado, pronto e determinado, que em nossa cultura tem se constituído a partir de processos de modulações, sobretudo a partir da imagem e do cinema. Sendo assim, o texto procura apresentar uma discussão que acene para pensar uma discussão da diferença e toma como autores centrais para esta reflexão Foucault, Agamben e Benjamin.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

César Donizetti Pereira Leite, Universidade Estadual Paulista
Psicólogo pela Puc Campinas, mestre e doutor pela Faculdade de Educação - UNICAMP e Pós Doutorado pela FLACSO - Argentina.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Infância e história: destruição da experiência e origem da história. Belo Horizonte, MG: UFMG, 2005a.

AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? E outros dispositivos. Chapecó: Argos Editora, 2009.

BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas I: magia e técnica, arte e política. São Paulo, SP: Brasiliense, 1994.

BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas II: rua de mão única. São Paulo, SP: Brasiliense, 1995.

BENJAMIN, Walter. Reflexões: a criança, o brinquedo, a educação. São Paulo, SP: Summus, 1984.

BRASIL, André. Modulação/montagem: ensaio sobre biopolítica experiência estética. Tese (Doutorado em Comunicação) – Faculdade de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2008.

BOLLE, Willi. A idéia de formação na modernidade. In: GHIRALDELLI JÚNIOR, Paulo. (Org.). Infância, escola e modernidade. São Paulo, SP: Cortez Editora, 1997.

CALVINO, Italo. Seis propostas para o próximo milênio. São Paulo, SP: Companhia das Letras, 1995.

CASTELLO, Luis; MÁRSICO, Cláudia. O oculto nas palavras: dicionário etimológico para ensinar e aprender. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

COMENIUS, Jan Amos. Didática Magna. São Paulo, SP: Martins Fontes, 1997.

DURKHEIM, Émilie. Durkheim. São Paulo, SP: Editora Ática, 1978.

FERNANDES, Heloíza. Infância e modernidade: doença do olhar. In: GHIRALDELLI JÚNIOR, Paulo. (Org.). Infância, escola e modernidade. São Paulo, SP: Cortez Editora, 1997.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. São Paulo, SP: Graal, 2009.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Infância e pensamento. In: GHIRALDELLI JÚNIOR, Paulo. (Org.). Infância, escola e modernidade. São Paulo, SP: Cortez Editora, 1997.

LEITE, César D. Labirinto: infância, linguagem e escola. Taubaté: Cabral Editora Universitária, 2007.

POSTMAN, Neil. O desaparecimento da infância. Rio de Janeiro, RJ: Graphia, 1999.

RANCIÈRE, Jacques. O mestre ignorante. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

SKLIAR, Carlos. Fragmentos de experiencia y alteridad. In: LARROSA, Jorge; SKLIAR, Carlos. Experiencia y alteridad en educación. Rosário: Homo Sapiens Ediciones, 2009.

SKRAMIN, Susana.; HONESKO, Vinícius. Apresentação. In: AGAMBEN, G. O que é o contemporâneo. Chapecó: Argos Editora, 2009.

Publicado
2012-02-24
Como Citar
Leite, C. D. P. (2012). Infância, cinema e formação: contornos de modulações, subjetividades e singularidades. ETD - Educação Temática Digital, 14(1), 314-331. https://doi.org/10.20396/etd.v14i1.1255