Disposições aos sacrifícios da escolarização: trajetórias de jovens das classes populares

  • Lajara Janaina Lopes Correa Pontifícia Universidade Católica de Campinas
  • Maria Silvia Pinto de Moura Librandi da Rocha Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Palavras-chave: Escolarização. Pré-vestibular. Acesso ao ensino superior. Identidade.

Resumo

Este artigo aborda as trajetórias de sete jovens pertencentes aos grupos populares, ex-alunos do curso pré-vestibular Herbert de Souza, situado na cidade de Campinas, SP, que ingressaram em universidades prestigiosas. Com a pesquisa, procuramos identificar: (i) como esses jovens interpretam e avaliam suas experiências educacionais e escolares; (ii) pontos nestas trajetórias que (não) contribuíram para a longevidade escolar;  e (iii) efeitos da frequência ao cursinho sobre os estudantes. Para atingir estes objetivos, realizamos entrevistas semiestruturadas com os jovens e pesquisa documental sobre o cursinho. Por se tratar de uma pesquisa qualitativa, os entrevistados não foram escolhidos segundo critérios estatísticos, mas de forma intencional; priorizamos o critério de rede, pelo qual os próprios depoentes indicam outros para serem entrevistados, criando uma comunidade de argumentos. Destacamos, neste artigo, como resultado da pesquisa, a importância de experiências escolares no processo de construção e de reconstrução da identidade dos que delas participam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lajara Janaina Lopes Correa, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Mestre em Educação, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação do Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2011).

Maria Silvia Pinto de Moura Librandi da Rocha, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Orienta dissertação de mestrado. Integra a Linha de Pesquisa “Práticas Pedagógicas e Formação do Educador”. É docente dos Cursos de Graduação em Psicologia e Pedagogia e é parecerista ad hoc FAPESP desde 2007.

Referências

BAGGI, Cristiane Aparecida dos Santos. Evasão e Avaliação institucional: uma discussão bibliográfica. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, PUC-Campinas, Campinas, SP, 2010. Disponível em: http://www.puc-campinas.edu.br. Acesso em: 1 mar. 2011.

BOURDIEU, Pierre. A Escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In: CATANI, A.; NOGUEIRA, M. A. (Org). Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 1998.

BOURDIEU, Pierre.; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Petrópolis: Vozes, 2008.

CARVALHO, Marília Pinto de. Avaliação escolar, gênero e raça. Campinas: Papirus, 2009.

CARVALHO, Marília Pinto de. Mau aluno, boa aluna?: Como as professoras avaliam meninos e meninas. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 9, n. 2, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br. Acesso em: 10 out. 2009.

DELARI JUNIOR, Achilles. O problema da subjetivação numa abordagem histórico-cultural: anotações iniciais para um trabalho de revisão crítica. Piracicaba, 2001, p. 23. Disponível em: http://www.vigotski.net/probsubj.pdf Acesso em: 4 fev. 2011. (Mimeo).

GATTAZ, André Castanheira. Braços da resistência: uma história oral da imigração espanhola. São Paulo, SP: Xamã, 1996.

GÓES, Maria Cecília Rafael de. A formação do indivíduo nas relações sociais: contribuições teóricas de Lev Vigotski e Pierre Janet. Educação e Sociedade, Campinas, p. 116-131, ano

, n. 71, jul. 2000.

LAHIRE, Bernard. Sucesso escolar nos meios populares: as razões do improvável. São Paulo, SP: Ática, 1997.

MITRULIS, Eleny; PENIN, Sônia Teresinha de Sousa. Pré-vestibulares alternativos: da igualdade à eqüidade. Cad. Pesqui., São Paulo, v. 36, n. 128, ago. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br. Acesso em: 12 mai. 2009.

PRESTA, Sueli; ALMEIDA, Ana Maria F. Fronteiras imaginadas: experiências educativas e construção das disposições quanto ao futuro por jovens dos grupos populares e médios. Educ. Soc., Campinas, v. 29, n. 103, ago. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br Acesso em: 14 set. 2010.

SOUZA E SILVA, Jailson de Souza. “Por que uns e não outros?”: caminhada de jovens pobres para a universidade. Rio de Janeiro, RJ: 7 Letras, 2003.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo, SP: Cortez, 2003.

VIGOTSKI, Lev. Semenovitch. Psicologia concreta do homem. Educação e Sociedade, Campinas, ano 21, n. 71, p. 23-44, jul. 2000.

ZAGO, Nadir. Do acesso à permanência no ensino superior: percursos de estudantes universitários de camadas populares. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, v. 11, n. 32, ago. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br Acesso em: 30 jun. 2010.

ZAGO, Nadir. Pré-vestibular popular e trabalho docente: caracterização social e mobilização. Rev. Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 4, n. 8, dez. 2009. Disponível em: http://www.educacao.ufrj.br Acesso em: 30 jun. 2010.

Publicado
2012-05-21
Como Citar
Correa, L. J. L., & Rocha, M. S. P. de M. L. da. (2012). Disposições aos sacrifícios da escolarização: trajetórias de jovens das classes populares. ETD - Educação Temática Digital, 14(1), 420-441. https://doi.org/10.20396/etd.v14i1.1261

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)