Práticas e representações na Escola Normal de Campinas no período 1920-1936

Autores

  • Maria de Lourdes Pinheiro Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v8i2.645

Palavras-chave:

Educação. História. Escola normal. Formação de professores.

Resumo

O presente trabalho traz uma discussão acerca das práticas vividas na Escola Normal de Campinas e das representações dessas práticas, por aqueles que as vivenciaram no período investigado. Ao tentar captar os movimentos de continuidades e rupturas, que se articulam a signos e vestígios da condição e das relações sociais de e entre os sujeitos, as práticas relatadas e as suas representações projetam-se como símbolos de uma época. Os usos que delas foram feitos explicam o movimento de constituição do perfil da Escola, num tempo e num espaço institucionais em que se apostava na escola e no seu poder de transformação cultural para moralizar e instruir a população. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Lourdes Pinheiro, Universidade Estadual de Campinas

Doutoranda em Educação Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas

Referências

AMARAL, L. Campinas: recordações. São Paulo: Secção de Obras d’O Estado de São Paulo, 1927.

CAMARGO, J. B. A. Arquitetura e mobília seguiam estilo europeu. Correio Popular, Campinas, 11 mai. 1993.

CHARTIER, R. O mundo como representação. Estudos Avançados, São Paulo, v.5, n. 11, p.173-191, jan./abr.1991.

DUTRA, A. P. O ensino de desenho em escolas normaes e complementares. Revista Educação, v. 8, p. 96-106, jun./jul.1932.

ESTADO DE SÃO PAULO. Secretaria da Cultura. Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado. Tombamento da EEPSG “Carlos Gomes”. Processo n. 21.822, 1981.

FARJALLAT, C. S. Antigos prédios escolares. Correio Popular, Campinas, 6 jun. 1997.

RANGEL, W.G. F. Pequena história do Largo das Andorinhas. Primeira parte. Campinas, Correio Popular, 13 maio 1971a.

RANGEL, W.G. F. Pequena história do Largo das Andorinhas. Conclusão. Correio Popular, Campinas, 14 maio 1971b.

ROVERI, A. Saudades eternas para o ‘uniforme azul e branco’. A Tribuna, Campinas, 2 nov. 1997.

VERZIGNASSE, R. Memória. Correio Popular, Campinas, 4 mar. 1996.

VEYNE, P. Foucault revoluciona a história. In: VEYNE, P. Como se escreve a história. Trad. Alda Baltar e Maria Auxiliadora Kneipp. 4. ed. Brasília: Editora da Universidade de Barsília, 1998, p. 238-285.

WOLFF, S. F. S. Espaço e educação: os primeiros passos da arquitetura das escolas públicas paulistas. 1992, Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1992.

Downloads

Publicado

2008-12-03

Como Citar

Pinheiro, M. de L. (2008). Práticas e representações na Escola Normal de Campinas no período 1920-1936. ETD - Educação Temática Digital, 8(2), 69–79. https://doi.org/10.20396/etd.v8i2.645