Educação e redução de desigualdades: um estudo colaborativo Brasil-Portugal

  • Eliana Perez Gonçalves de Moura Universidade Feevale
  • Dinora Tereza Zucchetti Universidade Feevale
  • Maria Antónia Belchior Ferreira de Barreto Instituto Politécnico de Leira
Palavras-chave: Educação. Desigualdades. Políticas sociais. Vulnerabilidade social. Brasil. Portugal.

Resumo

Apresenta um texto argumentativo sobre as relações entre educação e redução de desigualdades, tomando como referência as práticas de educação desenvolvidas no Brasil e em Portugal voltadas para crianças, adolescentes e jovens socialmente vulnerabilizados. No caso brasileiro, toma o Programa Mais Educação (PME), como exemplo de política afirmativa, uma ação estratégica de articulação entre as áreas pedagógica e social que executa ações prioritariamente dentro das escolas da rede pública e/ou na modalidade de parcerias, com ONGs e serviços comunitários executados por entidades do terceiro setor. No caso português o enfrentamento ocorre por dentro do próprio sistema escolar, por meio das escolas de Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIPs), uma medida de política de combate aos problemas de exclusão social e escolar, num determinado espaço geográfico. Trata-se de práticas educativas que visam a articulação de medidas locais de caráter pedagógico, psicológico e social disponibilizando recursos humanos (mais docentes, psicólogos, mediadores, assistentes sociais, educadores sociais) além de verbas específicas. Defende que em ambos os países a ideia de vulnerabilidade é sinônimo de risco social exigindo uma abordagem diferenciada e específica sobre essa população por meio da promoção de sua educação. Aponta algumas das diferentes formas pelas quais tais experiências educativas, enquanto políticas afirmativas de enfrentamento da pobreza, aproximam-se e distanciam-se em ambos os países. Encerra ressaltando que os dois modelos de intervenção, embora com características distintas, estão voltados para os mesmos segmentos populacionais reconhecidos, em ambos os países, como demandantes de ações específicas no sentido da busca por equidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliana Perez Gonçalves de Moura, Universidade Feevale

Doutora em Educação. Professora do Programa de Pós-Graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social da Universidade Feevale, RS - Brasil

Dinora Tereza Zucchetti, Universidade Feevale

Doutora em Educação.  Bolsista Produtividade do CNPq. Professora do Programa de Pós-Graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social da Universidade Feevale, RS - Brasil

Maria Antónia Belchior Ferreira de Barreto, Instituto Politécnico de Leira

Doutora em Educação e Intervenção Comunitária. Consultora da UNESCO e UNICEF na área da educação na Guiné-Bissau. Coordenadora do Mestrado em Ciências da Educação do Instituto Politécnico de Leiria – Portugal 

Referências

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Secretaria de Educação Básica (SEB). Programa mais Educação – passo a passo. Brasília/DF, 2011. Disponível em: http://goo.gl/McQ1L. Acesso em: 06 mai. 2015.

CARMO, Renato Miguel; CONSTANTE, Frederico. Desigualdades: Portugal no mundo dos relatórios. 2010. Disponível em: http://goo.gl/cK9jQl. Acesso em: 06 jan. 2015.

FAHEL, Murilo et al. (Org.). Desigualdades educacionais & pobreza. Belo Horizonte, Editora PUC Minas, 2013, 394 p.

LOPES, José Rogério. Terceiro Setor: a organização das políticas sociais e a nova esfera pública. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, SP, v. 18, n. 3, p. 57-66. 2004. Disponível em: http://goo.gl/UBI0pa. Acesso em: 06 jul. 2015. ISSN 1806-9452.

MAURIEL, Ana Paula. Capitalismo, políticas sociais e combate à pobreza. Ijuí: Unijuí, 2010.

MELO, Maria Benedita Portugal. Contributos para compreensão do “efeito professor TEIP”: proposta de um programa de pesquisa. Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto, v. 21, p. 159-169. 2011. Disponível em: http://goo.gl/1436tG. Acesso em: 06 jul. 2015. ISSN 2182-9691.

MOLL, Jaqueline (Org.) Caminhos da educação integral do Brasil: direito a outros tempos e espaços educativos. São Paulo: Penso, 2012, 504 p.

MOURA, Eliana Perez Gonçalves de; ZUCCHETTI, Dinora Tereza. Educação além da escola: abertura e acolhimento a outros saberes. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, SP, v. 40, n. 140, p. 629-648. maio/ago. 2010. Disponível em: http://goo.gl/dQtwPP. Acesso em: 06 jul. 2015. ISSN 1980-5314.

MOURA, Eliana Perez Gonçalves; ZUCCHETTI, Dinora Tereza; MENEZES, Magali Mendes de. Cultura e resistência: a criação do popular e o popular como criação. Revista Brasileira Estudos Pedagógicos, Brasília, DF, v. 92, n. 232, p. 663-677. set./dez. 2011. Disponível em: http://goo.gl/bVF8NJ. Acesso em: 06 jul. 2015. ISSN 2176-6681.

ZUCCHETTI, Dinora Tereza; MOURA, Eliana Perez Gonçalves; MENEZES, Magali Mendes de. Projetos socioeducativos. A naturalização da exclusão nos discursos de educadores. Sociedade e estado, Brasília, DF, v. 25, n. 3, p. 465-478. 2010. Disponível em: http://goo.gl/jkYXcg. Acesso em: 06 jul. 2015. ISSN 0102-6992.

ZUCCHETTI, Dinora Tereza, MOURA, Eliana Perez Gonçalves. Práticas socioeducativas e formação de educadores: novos desafios no campo social. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação. Rio de Janeiro, RJ, v. 18, n. 66, p. 09-28. jan./mar. 2010. Disponível em: http://goo.gl/NanrMR. Acesso em: 06 jul. 2015. ISSN 0104-4036.

Publicado
2015-12-17
Como Citar
Moura, E. P. G. de, Zucchetti, D. T., & Barreto, M. A. B. F. de. (2015). Educação e redução de desigualdades: um estudo colaborativo Brasil-Portugal. ETD - Educação Temática Digital, 17(3), 514-522. https://doi.org/10.20396/etd.v17i3.8638238

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)