A leitura e a escrita em mutação: experiências no meio digital

  • Adair Aguiar Neitzel UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ
  • Taíza Mara Rauen Moraes Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE
  • Cleide Jussara Muller Pareja Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI
Palavras-chave: Hipertexto. Formação de leitores. Mediador de leitura

Resumo

Este artigo visa problematizar acerca das mutações de leitura que vem ocorrendo na contemporaneidade, haja vista o acesso aos novos suportes de textos, como a tela do computador, tablets e celulares. Trata-se de um olhar analítico, de caráter qualitativo, respaldado nos trabalhos desenvolvidos por Poulain (2012), Petit (2008), Bélisle (2011), Autor (Ano), entre outros, sobre experiências de leitura e de produção vivenciadas pelos licenciandos do curso de Letras da UNIVALI, bolsistas do programa PIBID, em uma escola pública do Ensino Médio de Barra Velha, SC/Brasil. Os instrumentos de coletas de dados foram: portfólios redigidos pelos licenciandos de Letras, bolsistas do PIBID, disponíveis no ambiente Sophia da instituição e entrevista com os alunos do Ensino Médio que participaram da pesquisa.  Os resultados indicam: a) a descoberta, por parte dos futuros professores de Letras, das potencialidades do texto literário em meio eletrônico tanto para leitura quanto para produção textual; b) exploração de múltiplas estratégias de leitura em meio digital; c) compreensão do conceito de intertextualidade por meio do romance Grau 26 e da produção de links nos textos elaborados; d) análise do papel do mediador de leitura no processo de formação de leitores. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adair Aguiar Neitzel, UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ
Doutora em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina. Efetuou Pos doutorado em 2014 na Universidade Paris VII. Professora do Mestrado e Doutorado em Educação da UNIVALI. Desenvolve pesquisas sobre a Formação de Leitores e Formação estética.
Taíza Mara Rauen Moraes, Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE
Doutora em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora da graduação e mestrado em Patrimônio cultural da UNIVILLE. Coordenadora do PROLER UNIVILLE. Desenvolve pesquisas sobre Leitura.
Cleide Jussara Muller Pareja, Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI
Mestre em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina. Coordenadora do grupo de contação de histórias CONTARTE. Professora da graduação do curso de Letras da UNIVALI. Desenvolve pesquisas sobre Leitura.

Referências

BARTHES, Roland. Aula. São Paulo: Cultrix, 2002.

BON, François. Après le livre. Paris: Ed. du Seuil, 2011.

BEIGUELMAN, Giselle. O livro depois do livro. São Paulo: Petrópolis, 2003.

BÉLISLE, Claire. Du papier à l’écran: lire se transforme. 2011. Disponível em: <http://goo.gl/dqWaTL>. Acesso em: 15 fev. 2016.

BELLANGER, Pierre. De la souveraineté en général et de la souveraineté numérique en particulier. 2011. Disponível em: <http://goo.gl/gQr67s>. Acesso em: 10 jan. 2016.

BENHAMOU, Françoise. Le livre et son doube - réflexions sur le livre numérique. Le débat – le livre, le numérique, n. 170, p. 90-102. mai./ago. 2012. Disponível em: <https://goo.gl/cs3uXp>. Acesso em: 28 mar. 2016. ISSN 0246-2346.

BRIDON, Janete. Entre um texto e outro, o leitor em formação. 2013. 160 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, SC, 2013. Disponível em: <http://goo.gl/GWbYHx>. Acesso em: 28 mar. 2016.

BURGOS, Martine. La lecture à voix haute: un rituel de partage. In: EVANS, Christophe. Lectures et lecteurs à l’heure d’Internet – livre, presse, bibliothèques. Paris: Ed. du Cercle de la librarie, 2011. p. 181-192.

CAVALLO, Guglielmo; CHARTIER, Roger. Histoire de la lecture das le monde occidental. Paris: Ed. du Seuil, 2001.

CHARTIER, Anne-Marie. A importância da escola na formação do leitor. 1999. Disponível em: <http://goo.gl/LJ9auu>. Acesso em: 17 set. 2015.

CORTÁZAR, Julio. O jogo da amarelinha. São Paulo: Círculo do Livro, 2006.

DONNAT, Olivier. Gardons-nous de trop idéaliser la lecture des temps passés. In: BESSARD-BANQUY, Olivier. Les mutations de la lecture. Bordeaux: Presses Univ. de Bordeaux, 2012, p. 39-49.

FERRAND, Olivier. La révolution médiatique de la condition humaine. Le débat – le livre, le numérique, n. 170, p. 160-174. mai./ago. 2012. Disponível em: <https://goo.gl/ue36eE>. Acesso em: 28 mar. 2016. ISSN 0246-2346.

GENETTE, Gerard. Palimpsestes: la littérature au second degré. Paris: Seuil, 1982.

JEAN, Georges. Peuple et culture: Le Club de lecture dans la lecture à haute voix. Paris: Les éditions de l’Atelier, 1999.

NEITZEL, Adair de Aguiar; CARVALHO, Carla. A movência do leitor na leitura do literário. Raído, Dourados, MS, v. 08, n. 17. jul./dez. 2014. Disponível em:

<http://goo.gl/jri06K>. Acesso em: 28 mar. 2016. ISSN 1984-4018.

NEITZEL, Adair de Aguiar. O jogo das construções hipertextuais. Florianópolis: UFSC; Itajaí: UNIVALI, 2009.

PAJOLA, Marco Antonio. Tristessa. 2011. Disponível em: <http://goo.gl/Qyc6d>. Acesso em: 20 fev. 2016.

PETIT, Michèle. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. São Paulo: 34, 2008.

PIBID Univali. Os mistérios do reencontro. 2013a. Disponível em: <http://goo.gl/S3L42p>. Acesso em: 12 mar. 2016.

PIBID Univali. Como se fosse verdade. 2013b. Disponível em: <http://goo.gl/C3ngZ9>. Acesso em: 12 mar. 2016.

POULAIN, Martine. Entretien. In: BESSARD-BANQUY, Olivier. Les mutations de la lecture. Bordeaux: Presses Univ. de Bordeaux, 2012, p. 69-83.

SANTAELLA, Lucia. O novo estatuto do texto nos ambientes de hipermídia. In: SIGNORINI, Inês (Org.). [Re]discutir texto, gênero e discurso. São Paulo: Parábola, 2008, p. 47-72.

SILVA, Ezequiel Theodoro da. Entrevista com o professor Ezequiel Theodoro da Silva. Dossiê Temático Leitura e formação de professores. Revista Profissão Docente, Uberaba, MG, v. 12, n. 26, p. 115-119. jan/jun. 2012. Disponível em: <http://goo.gl/jH6Mjz>. Acesso em: 28 mar. 2016. ISSN 1519-0919.

STIGGER, Verônica. Gran cabaret demenzial. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

ZUIKER, Anthony E. Grau 26: a origem. Rio de Janeiro: Record, 2009.

Publicado
2016-08-30
Como Citar
Neitzel, A. A., Moraes, T. M. R., & Pareja, C. J. M. (2016). A leitura e a escrita em mutação: experiências no meio digital. ETD - Educação Temática Digital, 18(3), 719-735. https://doi.org/10.20396/etd.v18i3.8644572