Formação e atuação do tutor como orientador de pesquisa na educação on-line

Autores

  • Marcelo Giordan Universidade de São Paulo
  • Luciana Massi Faculdade de Ciências e Letras da UNESP-Araraquara

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v20i1.8646237

Palavras-chave:

Papel do orientador. Educação on-line. Sistemas de atividades.

Resumo

Neste artigo, caracterizamos o trabalho de formação e acompanhamento de tutores que atuaram como orientadores de Trabalhos de Conclusão de Curso no Curso de Especialização em Ensino de Ciências do programa Rede São Paulo de Formação Docente oferecido pela Universidade de São Paulo. Adotamos o modelo dos sistemas de atividade para caracterizar a atividade de orientação e, a partir das respostas dos tutores a um questionário, identificamos aspectos centrais para esta análise: a autonomia para orientação, as regras do sistemas de atividades e a comunidade. Com base nessa perspectiva teórica, vários elementos indicam a criação efetiva de uma comunidade de prática que teve papel fundamental na formação do orientador e para a reestruturação de atividades fundamentais da orientação, como a escrita e a comunicação, no contexto educação on-line.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Giordan, Universidade de São Paulo

2 Doutor em Ciências - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) - São Paulo, SP - Brasil. Livre Docente - Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, SP - Brasil. Professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP) - São Paulo, SP - Brasil.

Luciana Massi, Faculdade de Ciências e Letras da UNESP-Araraquara

Doutora em Ensino de Ciências - Universidade de São Paulo (USP) - São Paulo, SP - Brasil. Professora da Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras - Araraquara, SP - Brasil.

Referências

ALVES, V. M.; ESPINDOLA, I., C., P.; BIANCHETTI, L. A relação orientador-orientando na pós-graduação strictu sensu no Brasil: a autonomia dos discentes em discussão. Revista Educação em Questão, v. 43, n. 29, p. 135-156, 2012.

ARAÚJO, E.; OLIVEIRA, A. Contornos da escrita/pesquisa/autoria e da orientação de mestrandos e doutorandos no contexto académico atual. In: OLIVEIRA, A.; ARAÚJO,E.; BIANCHETTI, L. Formação do investigador: reflexões em torno da escrita/pesquisa/autoria. UFSC, 2014.

BIANCHETTI, L.; QUARTIERO, E. M. Researchers under pressure: a comparative study of the new forms of producing, advising and transmiting knowledge in Brazil and the European Union. European Educational Resarch Journal, v. 9, n. 4, p. 498-509, 2010.

BUTTERY, Ernest Alan; RICHTER, Ewa Maria; LEAL FILHO, Walter An overview of the elements that influence efficiency in postgraduate supervisory practice arrangements. International Journal of Educational Management, v. 19, n. 1, p. 7-26, 2005.

CARVALHO, Anna Maria Pessoa de; GIL-PÉREZ, Daniel. Formação de professores de ciências. 8. Ed. São Paulo: Cortez, 2006.

DANIELS, Harry. Abordagens atuais da teoria sociocultural e da teoria da atividade. In: DANIELS, Harry. (Ed.). Vygotsky e a pedagogia. São Paulo: Edições Loyola, 2003. Cap. 3, p.93-125.

ENGESTRÖM, Yrjö. Learning by expanding. 2nd ed. New York: Cambridge Univ. Press, 2015.

DANIELS, Harry. The future of activity theory. In: Sannino et al (org.). Learning and expanding with activity theory. New York: Cambridge Univ. Press, 2009.

DANIELS, Harry. Activity theory and individual and social transformation. In: Engeström et al. (org.) Perspectives on activity theory. New York: Cambridge Univ. Press, 1999.

DANIELS, Harry.; MIETTINEN, Reijo; PUNAMÄKI, Raija-Leena (org.). Perspectives on activity theory. New York: Cambridge Univ. Press, 1999.

GIORDAN, Marcelo. Computadores e linguagens nas aulas de ciências. Ijuí: Ed da UNIJUÍ, 2008.

GIORDAN, Marcelo; NERY, Belmayr Knopki. Fundamentos da Teoria dos Sistemas de Atividades oara organizar e interpretar programas de formação continuada de professores em ambientes virtuais de aprendizagem. In: CARVALHO, A. M. P. (Org.) Formação de Professores: múltiplos olhares. São Paulo: Editora Sarandi, 2013.

GIORDAN, Marcelo; GUIMARAES, Yara A. F.; MASSI, Luciana. Uma análise das abordagens investigativas sobre sequências didáticas: tendências no ensino de ciências. In: VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências e I Congresso Iberoamericano de Investigación en Enseñanza de las Ciencias, 2011, Campinas. Atas..., 2011. p. 1-13.

LEDER, Gilah C. Higher degree research supervision: a question of balance. Australian Universities’ Review, v. 2, p. 5-8, 1995.

MANATHUNGA, Catherine; PESETA, Tai; MCCORMACK, Coralie. Supervisor development through creative approaches to writing. International Journal for Academic Development, v. 15, n. 1, p. 33-46, 2010.

MASSI, Luciana; GIORDAN, Marcelo. Introdução à pesquisa com sequências didáticas na formação continuada online de professores de ciências. Revista Ensaio, v.16, n.3, p. 75-93, 2014.

MCCALLIN, Antoinette.; NAYAR, Shoba. Postgraduate research supervision: a critical review of current practice. Teaching in Higher Education, v. 17, n. 1, p. 63-74, 2012.

MCCORMACK, Coralie. Stories Return Personal Narrative Ways of Knowing to the Professional Development of Doctoral Supervisors. Studies in Continuing Education, v. 31, n. 2, p.141-156, 2009.

RAUSCH, R. B.; SADALLA, A. M. F. A. Promoção de reflexividade na formação inicial docente: o papel do orientador de pesquisa. Educação Temática Digital, v.9, n.2, p. 170-188, 2008.

RIOLFI, Claudia Rosa; ANDRADE, Emary. Ensinar a escrever o texto acadêmico: as múltiplas funções do orientador. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, v. 48, n. 1, jun. 2009.

SANNINO, Annalisa; DANIELS, Harry; GUTIÉRREZ, Kris D. Learning and expanding with activity theory. New York: Cambridge Univ. Press, 2009.

SWEITZER, Vicky Baker. Towards a Theory of Doctoral Student Professional Identity Development: A Developmental Networks Approach. The Journal of Higher Education, v. 80, n. 1, p. 1-33, 2009.

ZHAO, Chun-Mei; GOLDE, Chris M.; MCCORMICK, Alexander C. More than a signature: how advisor choice and advisor behavior affect doctoral student satisfaction. In: Conference of American Educational Research Association, 2005, Montréal. Book of Abstracts..., 2005.

STEPHENS, Simon. The supervised as the supervisor, Education + Training, v. 56, n. 6, p. 537-550, 2014.

Downloads

Publicado

2018-04-11

Como Citar

GIORDAN, M.; MASSI, L. Formação e atuação do tutor como orientador de pesquisa na educação on-line. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 20, n. 2, p. 495–517, 2018. DOI: 10.20396/etd.v20i1.8646237. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8646237. Acesso em: 3 dez. 2021.