Questões de gênero, sexualidade e laicidade no ensino público tendo como eixo de debate a disciplina de ensino religioso em escolas de Recife

  • Aurenéa Maria de Oliveira Universidade Federal de Pernambuco
  • Marcelo Henrique Gonçalves de Miranda Universidade Federal de Pernambuco
  • Maria Amanda Micaely Pinheiro da Silva Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Gênero. Sexualidade. Ensino religioso em escolas de Recife.

Resumo

Este artigo, oriundo dos resultados de pesquisa de iniciação científica realizada na UFPE (2015-2016), pesquisa esta por sua vez, vinculada a projeto contemplado pelo Edital Universal do CNPq (chamada nº 14/2013), tem como objetivo analisar as falas de gestores, docentes da disciplina de Ensino Religioso (ER) e representantes das secretarias de educação municipal e estadual da cidade de Recife sobre questões de gênero e sexualidade, entrecruzando esse debate à relação laicização e religião. Assim buscou-se compreender como são construídos discursivamente significados em torno das temáticas mencionadas, destacando o lugar que mulheres sexualmente marginalizadas como lésbicas, bissexuais e transexuais ocupam dentro das cosmologias religiosas trabalhadas no espaço curricular dessa disciplina. A análise do material, feita a partir de concepções teóricas de gênero e sexualidade pós-estruturalistas e de um exame metodológico apoiado na Análise de Discurso (AD) francesa, revelou a presença de um discurso hegemônico que invisibiliza conteúdos sobre gênero e sexualidade nas aulas de ER, reforçando posturas estigmatizantes, muito preocupantes, sobretudo nos dias atuais em que essas discussões correm o risco de não serem mais trabalhadas nas escolas públicas, devido, entre outros fatores, a posições de grupos religiosos, especialmente os de vertente pentecostal e neopentecostal.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aurenéa Maria de Oliveira, Universidade Federal de Pernambuco

Pós-doutorado -  Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) - Curitiba, PR - Brasil. Doutora em Sociologia - Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - Recife, PE - Brasil. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação - Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) - Recife, PE - Brasil.

Marcelo Henrique Gonçalves de Miranda, Universidade Federal de Pernambuco

Doutor em Sociologia - Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - Recife, PE - Brasil. Professor permanente do Programa de Pós-graduação - Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - Recife, PE - Brasil.

Maria Amanda Micaely Pinheiro da Silva, Universidade Federal de Pernambuco
Graduanda em Pedagogia - Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - Recife, PE - Brasil

Referências

AQUINO, Camila; MARTELLI, Andrea Cristina. Escola e educação sexual: uma relação necessária. SEMINÁRIO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DA REGIÃO SUL. 2012, Porto Alegre. Anais eletrônicos do IX ANPED Sul. Porto Alegre: UFRGS. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/1105/800 Acesso em: 02 de dez. 2015.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: texto constitucional promulgado em 05 de outubro de 1988. Brasília, DF: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2016.

BRASIL. Lei de diretrizes e bases da educação nº 9394/96. Brasília, DF: Presidência da República, 1996.

BRASIL. Lei Maria da Penha nº 11.340. Brasília, DF: Presidência da República, 2006.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

BUTLER, Judith. Cuerpos que importan: sobre los límites materiales y discursivos del “sexo”. Buenos Aires, Barcelona, México: Paidós, 2008.

COSTA, Iasmin; SILVA, Bartolomeu. Ensino religioso confessional é aprovado pelo STF. Disponível em: https://noticias.cancaonova.com/brasil/supremo-autoriza-ensino-religioso-confessional-nas-escolas-publicas-2/. Acesso em: 30 de set. 2017.

FACCHINI, Regina. Sopa de letrinhas? Movimento homossexual e produção de identidades coletivas nos anos 90. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: a vontade de saber. São Paulo: Edições Graal, 2007.

GIUMBELLI, Emerson. A presença do religioso no espaço público: modalidades no Brasil. Religião & Sociedade, v.28, n.2, p. 80-101, Rio de Janeiro, Instituto de Estudos Religiosos (ISER), 2008.

HARAWAY, Donna. Manifesto ciborgue: ciência, tecnologia e feminismo-socialista no final do século XX. In: SILVA, Tomaz Tadeu da. (Org.). Antropologia do ciborgue: as vertigens do pós-humano. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

LIRA, Andréia; JOFILI, Zélia. O tema transversal Orientação Sexual nos PCN e a atitude dos professores: convergentes ou divergentes? REMPEC – Ensino, Saúde e Ambiente, v.3, n.1, p. 22-41, abr./2010.

LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth. Teorias de currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

LOURO, Guacira L. Teoria Queer: uma política pós-identitária para a educação. Estudos Feministas, v. 9, n. 2, p. 541-553, 2001.

MIRANDA, Marcelo Henrique G. de. Condensação de sentidos e paródia: categorização social sobre sexo, gênero e sexualidade. 2013. 216 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2013.

MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pelas diferenças. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

OLIVEIRA, Aurenéa Maria de; SILVA, Drance Elias da. Alteridade X intolerância: diretrizes curriculares que podem embasar, mais democrática e pluralmente o Ensino Religioso. Revista Teias, v. 13, n. 27, p. 139-160, jan./abr. de 2012.

OLIVEIRA, Aurenéa, Maria de; MIRANDA, Marcelo, Henrique G. de. A visibilidade de corpos gendrados: interfaces com o campo político e educacional. In: VII SEMINÁRIO INTERNACIONAL REDES, 2013, Rio de Janeiro. Anais - As redes educativas e as tecnologias: transformações e subversões na atualidade. Rio de Janeiro: UERJ, 2013, p. 1-15.

OLIVEIRA, Aurenéa Maria de. Tolerância, intolerância e diferenças: como o currículo da disciplina de Ensino Religioso lida com questões que envolvem pluralidade religiosa e sexualidade nas escolas estaduais e municipais de Recife. Projeto de pesquisa aprovado pela CHAMADA UNIVERSAL - MCTI/CNPq N º 14/2013.

OLIVEIRA, Aurenéa Maria de. Pluralismo e alteridade: o lugar que os segmentos LGBTTTI ocupam no currículo da disciplina de Ensino Religioso nas escolas estaduais e municipais de Recife (PE). Revista Pistis & Práxis, v.6, n.2, p. 611-625, 2014.

OLIVEIRA, Aurenéa Maria de. Relações de gênero e orientação sexual no currículo da disciplina de Ensino Religioso em escolas estaduais e municipais de Recife. Horizonte: Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião (Online), v.13, n. 39, p.1510-1533, 2015.

OLIVEIRA, Aurenéa Maria de. Diferença sexual e religiosa no currículo de Ensino Religioso em escolas de Recife. Revista Eletrônica de Educação (São Carlos), v.10, n. 1, p.128-142, 2016.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Terra à vista, discurso do confronto: velho e novo mundo. São Paulo: Cortez, 1990.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas, SP: Pontes, 1999.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas, SP: Unicamp, 1988.

PÊCHEUX, Michel. Discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas, SP: Pontes, 1997.

PENTEADO, Luiz Gonzaga Moura. Entre dizeres, saberes e fazeres: os espaços vivenciados pelo Ensino Religioso no currículo da escola pública em Recife no período de 1996 à 2014. 2015. 141 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2015.

PRECIADO, Beatriz. Manifiesto contra-sexual: prácticas subversivas de identidad sexual. Madrid: Opera Prima, 2002.

PRECIADO, Beatriz. Multitudes Queer: notas para uma política de los “anormales”. Revista Multitudes, n. 12, París, 2003.

PRECIADO, Beatriz. Terror anal: apuntes sobre los anormales días de la revolución sexual. HOCQUENGHEM, Guy. El deseo homosexual. Espanha: Melusina, 2009.

SILVA, Maria Amanda Micaely P. da; OLIVEIRA, Aurenéa Maria de. Relações de gênero e diversidade sexual: qual o lugar que mulheres sexualmente marginalizadas ocupam no currículo da disciplina de Ensino Religioso em escolas estaduais e municipais de Recife. Relatório final PIBIC/UFPE/CNPq. Recife, ago./2015 a jul./2016.

WEEKS, Jeffrey. O corpo e a sexualidade. Louro, Guacira L. (Org.). O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

Publicado
2018-10-14
Como Citar
Oliveira, A. M. de, Miranda, M. H. G. de, & Silva, M. A. M. P. da. (2018). Questões de gênero, sexualidade e laicidade no ensino público tendo como eixo de debate a disciplina de ensino religioso em escolas de Recife. ETD - Educação Temática Digital, 20(4), 864-886. https://doi.org/10.20396/etd.v20i4.8647418