Banner Portal
Coletivos, ocupações e protestos secundaristas: a fênix, o leão e a criança
PDF

Palavras-chave

Movimento estudantil. Resistência à escola. Democratização da educação.

Como Citar

ALVIM, Davis Moreira; RODRIGUES, Alexsandro. Coletivos, ocupações e protestos secundaristas: a fênix, o leão e a criança. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 19, p. 75–95, 2017. DOI: 10.20396/etd.v19i0.8647747. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8647747. Acesso em: 19 maio. 2024.

Resumo

Pretende-se cartografar resistências secundaristas, indagando em que medida a construção da democracia, o aprendizado do comum e a conversação entre as diferenças podem ser suscitadas por resistências no campo educativo, especialmente na forma de coletivos, ocupações e protestos. Por meio do método cartográfico, busca-se encontrar campos de forças e potências das lutas, investigando a afirmatividade combativa e criativa das resistências. Demonstra-se que as lutas estudantis produzem contornos de um ensino, uma aprendizagem e uma convivência autônomos, envolvendo a construção de uma educação horizontal, prefigurando formas coletivas de liberdade e responsabilidade direcionadas pela horizontalidade de processos decisórios e ensaiando uma cultura educacional democrática.

https://doi.org/10.20396/etd.v19i0.8647747
PDF

Referências

AGUIAR, Plínio. Campanha “Vai Ter Shortinhos Sim!” derruba proibição de “roupa curta” para meninas em escola de SP. Disponível em: http://noticias.r7.com/sao-paulo/campanha-vai-ter-shortinhos-sim-derruba-proibicao-de-roupa-curta-para-meninas-em-escola-de-sp-08112015. Acesso: 28 out. 2016.

BRASIL. Senado Federal. Projeto de Lei do Senado nº 193, de 2016. Inclui entre as diretrizes e bases da educação nacional, de que trata a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, o "Programa Escola sem Partido". Disponível em: http://www.senado.leg.br/atividade/rotinas/materia/getTexto.asp?t=192255&c=PDF&tp=1. Acesso em: 16 out. 2016. Texto Original.

BULFINCH, Thomas. O livro de ouro da mitologia: histórias de deuses e heróis. Rio de Janeiro: Ediouro, 2006.

CAMPOS, Antonia J. M; MEDEIROS, Jonas; RIBEIRO, Marcio M. Escolas de luta. São Paulo: Veneta, 2016.

CARVALHO, Alexandre Filordi de; CAMARGO, André Campos de. Guattari e a topografia da máquina escolar. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, volume 17, nº 1, jan./abr, 2015. http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8634821. Acesso: 07 out. 2016.

CHARGE.ORG. Vai ter shortinho sim. Disponível em https://www.change.org/p/col%C3%A9gio-anchieta-vai-ter-shortinho-sim Acesso: 10 out. 2016.

CORRÊA, Murilo Duarte Costa. Escola contra o Estado. Disponível em http://uninomade.net/tenda/escola-contra-estado/. Acesso: 05 nov. 2016.

CAZÉ, Bárbara Maia Cerqueira. O uso e os atravessamentos do cineclube (e do cinema) na tessitura dos currículos em redes nos cotidianos. 2015. 126f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal do Espírito Santo. Vitória, ES. 2015.

CINECLUBE NOME PROVISÓRIO. Facebook. Disponível em https://www.facebook.com/cinenomeprovisorio/about/. Acesso: 20 out. 2016.

DELEUZE, Gilles. Desejo e prazer. In: PELBART, Peter; ROLNIK, Suely (orgs.). Cadernos de Subjetividade. São Paulo: PUC-SP, v.1, n.1, 1993.

FEMINIFES. Facebook. Disponível em https://www.facebook.com/feminifes/about/ Acesso: 02 nov. 2016.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade I: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Edições Graal, 2006.

FOUCAULT, Michel. Michel Foucault, uma Entrevista: Sexo, Poder e Política da Identidade. In: FOUCAULT, Michel. Ditos e escritos, volume IX: genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014. p. 251-265.

GALLO, Sílvio; FIGUEIREDO, Gláucia Maria. Entre maioridade e menoridade: as regiões de fronteira no cotidiano escolar. Aprender: cadernos de Filosofia e Psicologia da Educação, ano IX, nº 14, jan./jun., 2015. Disponível em http://periodicos.uesb.br/index.php/aprender/article/viewFile/5299/5076. Acesso: 13 out. 2016.

GUATTARI, Félix. Psicanálise e transversalidade. Aparecida: Ideias e Letras, 2004.

HARDT, Michel. The Commom in Communism. In: DOUZINAS, Costas; ZIZEK, Slavoj Orgs.). The idea of communism. London / New York: Verso, 2010. p. 131-144.

HECKERT, Ana Lúcia Coelho. Narrativas de resistências: educação e política. 2014. 313f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação. Universidade Federal Fluminense. Niterói, RJ. 2014.

JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Heteronormatividade e vigilância de gênero no cotidiano escolar. In: RODRIGUES, Alexsandro; DALLAPICULA, Catarina; FERREIRA, Sérgio Rodrigo da Silva (orgs.). Transposições: lugares e fronteiras em sexualidade e educação. Vitória: EDUFES, 2014. p. 99-124.

KÓKA, Lucas Penteado. “O movimento secundarista é 100% horizontal”, defende aluno que ocupou colégio em SP [01/06/16]. Entrevista concedida à Leandro Melito. Disponível em: http://www.ebc.com.br/cidadania/2016/05/ocupacoes-nas-escolas-entenda-o-movimento-estudantes-secundaristas. Acesso: 09 out. 2016.

MENDES, Alexandre. Ocupações estudantis: novas assembleias constituintes diante da crise? 2015. Disponível em: http://uninomade.net/tenda/ocupacoes-estudantis-novas-assembleias-constituintes-diante-da-crise-2/. Acesso: 01 nov. 2016.

MOREIRA, Matheus. Secundaristas: anarquismo temporário contra governabilidade partidarista. 2015. Disponível em: http://www.revistaforum.com.br/diariodeestudante/2015/12/07/secundaristas-anarquismo-temporario-contra-governabilidade-partidarista/. Acesso: 13 out. 2016.

MOVIMENTO FALA BOCA - #ocuparecreioimh. Facebook. Disponível em https://www.facebook.com/movimentofalaboca/about/. Acesso: 22 out. 2016

NEGRI, Antonio; HARDT, Michel. Declaração – Isso não é um manifesto. São Paulo: n-1 edições, 2014.

NEGRI, Antonio. Bem-estar comum. Rio de Janeiro: Record, 2016.

NIETZSCHE, Friedrich. Assim falava Zaratustra: um livro para todos e para ninguém. Petrópolis: Vozes, 2007.

O GLOBO. Colégio Pedro II extingue distinção de uniforme por gênero. Disponível em: http://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/colegio-pedro-ii-extingue-distincao-de-uniforme-por-genero-20139240. Acesso: 07 out. 2016.

OCUPA IRMÃ MARIA ORTA. Facebook Disponível em: https://www.facebook.com/OCUPAIMH/posts/1782163445332612. Acesso: 05 nov.2016.

OLIVEIRA, Hanna; PUERTA, Sara. A revolução será secundarista. Disponível em: http://www.ueesp.org.br/noticia/295/a-revolucao-sera--secundarista.html. Acesso: 03 out. 2016.

ORTELLADO, Pablo. A primeira flor de junho. In: CAMPOS, Antonia J. M; MEDEIROS, Jonas; RIBEIRO, Marcio M. Escolas de luta. São Paulo: Veneta, 2016.

PELBART, Peter Pál. Tudo o que muda com os secundaristas. Outras Palavras: comunicação compartilhada e pós-capitalismo. 2016. Disponível em: http://outraspalavras.net/brasil/pelbart-tudo-o-que-muda-com-os-secundaristas/ Acesso: 09 out. 2016.

REVEL, Judith. Resistências, subjetividades, o comum. Lugar Comum, – Vol 1, n.º 35-36 – out. 2012. Disponível em: http://uninomade.net/wp-content/files_mf/110210120912Resist%C3%AAncias%20subjetividades%20o%20comum%20-%20Judith%20Revel.pdf. Acesso: 12 out. 2016.

RODRIGUES, Alexsandro; ALVIM, Davis Moreira. Como cartografar resistências? Apontamentos sobre contradispositivo e criação. Lugar Comum, – Vol 1, n.º 48 – jun 2016 - ago 2016. Disponível em http://uninomade.net/wp-content/files_mf/147097436400Como%20cartografar%20resist%C3%AAncias,%20apontamentos%20sobre%20contradispositivo%20e%20cria%C3%A7%C3%A3o%20-%20Alexsandro%20Rodrigues%20e%20Davis%20Moreira%20Alvim.pdf. Acesso: 17 out. 2016.

UNIÃO BRASILEIRA DOS ESTUDANTES SECUNDARISTAS (UBES). Primavera secundarista: a luta de quem ocupa as escolas. Disponível em http://ubes.org.br/2016/primavera-secundarista-a-luta-de-quem-ocupa-as-escolas-do-brasil/ Acesso: 09/10/2016.

VAI TER SHORTINHOS SIM. Facebook. Disponível em: https://www.facebook.com/Vai-ter-shortinhos-sim-579551658849480/?fref=ts. Acesso: 14 set. 2016.

VASCONCELLOS, Hygino. Alunos usam shorts femininos em apoio às meninas em escola do RS. Disponível em: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/02/alunos-usam-shorts-femininos-em-apoio-meninas-em-escola-do-rs.html Acesso: 28 out. 2016.

YOUTUBE. Escola sem Opressão. Movimento Fala Boca. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=EAIa2K-LU6k. Acesso: 05 out. 2016.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.