Banner Portal
#OCUPAISERJ: estratégias comunicacionais do movimento de ocupação do instituto superior de educação do Rio de Janeiro
PDF

Palavras-chave

Movimento de ocupação. Autogestão discente. Ativismo político. Políticas educacionais.

Como Citar

SILVA, Andréa Villela Mafra da; MELO, Keite Silva de. #OCUPAISERJ: estratégias comunicacionais do movimento de ocupação do instituto superior de educação do Rio de Janeiro. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 19, n. 1, p. 119–140, 2017. DOI: 10.20396/etd.v19i1.8647817. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8647817. Acesso em: 17 jun. 2024.

Resumo

O artigo se propõe a apresentar a percepção de três alunas, oriundas dos segmentos do ensino médio e ensino superior, sobre o movimento de ocupação do Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ). O método utilizado neste texto, de cunho qualitativo, está fundamentado em entrevistas individuais que foram realizadas por meio de questões semiestruturadas, configurando um estudo de caso. A ocupação enquanto mobilização estudantil do ISERJ é uma ação político-educacional que emerge dos alunos como medida de enfrentamento às políticas do governo do Estado do Rio de Janeiro, no primeiro semestre de 2016. Concluímos que durante a ocupação do ISERJ o protagonismo dos estudantes desenvolvendo atividades culturais, somado à autogestão discente, superou as expectativas diante da complexidade deste movimento em que coabitaram alunos de segmentos distintos. Ademais, trouxe à comunidade do ISERJ novas aprendizagens por meio das assembleias e decisões coletivas que, de alguma forma, contribuíram com o ativismo político dos estudantes. 

https://doi.org/10.20396/etd.v19i1.8647817
PDF

Referências

ANPED. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. 44ª Nota Pública do Fórum Nacional de Educação - PEC 241 que inviabiliza as metas do Plano Nacional de Educação Brasília. 20 de setembro de 2016. Disponível em: http://www.anped.org.br/sites/default/files/images/44_nota_publica_fne_-_contra_a_pec_241_16_final.pdf Acesso em 31 out 2016

BALL, Stephen. Global education. Inc.: new policy networks and the neoliberal imaginary. New York, Routledge, 2012.

BOULIANNE, Shelley. Social media use and participation: a metaanalysis

of current research. Information, Communication & Society, v. 18, n.5, p. 524-538, DOI: 10.1080/1369118X.2015.1008542. Acesso em 20 nov. 2016.

BRASIL. Medida Provisória Nº 746, de 22 de setembro de 2016. Institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e a Lei nº 11.494 de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, e dá outras providências. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato20152018/2016/Mpv/mpv746.htm Acesso em 08 out 2016.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/#/site/inicio Acesso em 08 out. 2016.

BRASIL. Proposta de Emenda à Constituição Nº 241/2016. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=33025CCD2CC1E4B94F80A07B32EE4C5A.proposicoesWeb1?codteor=1468431&filename=PEC+241/2016. Acesso em 25 out. 2016.

BRASIL. Proposta de Emenda à Constituição nº 55, de 2016 - PEC do Teto dos Gastos Públicos. Disponível em: https://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/127337 Acesso em 25 out. 2016.

CASTELLS, Manuel; CARDOSO, Gustavo (Orgs.). A Sociedade em Rede: do conhecimento à ação política; Conferência. Belém (Por). Imprensa Nacional. Casa da Moeda, 2006. Disponível em: http://www.egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/a_sociedade_em_rede_-_do_conhecimento_a_acao_politica.pdf. Acesso em 22 nov. 2016.

GOHN, Maria da Glória. Movimentos pela educação no Brasil. Crítica Educativa (Sorocaba/SP), vol. 2, n. 1, p. 9-20, jan. /jun. 2016. Disponível em: http://www.criticaeducativa.ufscar.br/index.php/criticaeducativa/article/view/75/99. Acesso em 08 nov. 2016.

JURIS, Jeffrey S. Reflections on #Occupy Everywhere: Social media, public space, and emerging logics of Aggregation. American Ethnologist. v. 39, n. 2. 2012. DOI: 10.1111/j.1548-1425.2012.01362. x. Acesso em 20 nov. 2016.

KAVADA, Anastasia. Creating the collective: social media, the Occupy Movement and its constitution as a collective actor. Information, Communication & Society, v. 18 n.8, 872-886, 2015. DOI: 10.1080/1369118X.2015.1043318. Acesso em 20 nov. 2016.

MACEDO, Elizabeth. Base Nacional Curricular Comum: Novas formas de sociabilidade produzindo sentidos para educação. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 12, n. 03 p.1530 - 1555 out. /dez. 2014.

PINHEIRO, Leandro R. e CASTILHOS, Bruno H. S. de. Experiências na escola: a participação de jovens e suas provocações. GEPESVIDA. Edição 1. Volume 1. 2016. Disponível em: http://www.icepsc.com.br/ojs/index.php/gepesvida/article/view/98/51 Acesso em 08 nov. 2016.

PRETTO, Nelson. Redes sociais e educação: o que quer a geração alt + tab nas ruas? Liinc em Revista. v.10, n.1, p.344-350, 2014. Disponível em: https://www.academia.edu/7222923/Redes_sociais_e_educa%C3%A7%C3%A3o_o_que_quer_a_gera%C3%A7%C3%A3o_alt_tab_nas_ruas. Acesso em 20 nov. 2016.

RAMÍREZ, Liliana Galindo. Dinâmicas transnacionais em tempos de Internet: jovens, mobilização e apropriação do Facebook na Colômbia e no Brasil. DESidades.Revista eletrônica de divulgação científica da infância e juventude. Disponível em: http://desidades.ufrj.br/featured_topic/dinamicas-transnacionais-em-tempos-de-internet-jovens-mobilizacao-e-apropriacao-do-facebook-na-colombia-e-no-brasil/ Acesso em 20 nov. 2016.

SANTOS, Edméa. A mobilidade cibercultural: cotidianos na interface educação e comunicação. Em Aberto, Brasília, v. 28, n. 94, p. 134-145, jul. /dez. 2015.

THEOCHARIS, Yannis et al. Using Twitter to mobilize protest action: online mobilization patterns and action repertoires in the Occupy Wall Street, Indignados, and Aganaktismenoi movements. Information, Communication & Society. v 18, n.2, 202-220, 2015. DOI: 10.1080/1369118X.2014.948035. Acesso em 20 nov. 2016.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.