Artes de si no magistério

o Dândi educador

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v21i2.8651066

Palavras-chave:

Dandismo, Educador, Estética da existência, Subjetivação.

Resumo

Este artigo pensa o ensino, a moda e a arte em novos modos de se reinventar na vida magisterial. Para isso, toma o dandismo e as práticas desenvolvidas no século XIX como disparo para tratar a prática educativa como um exercício afirmativo da vida, tal como a estética da existência em Michel Foucault. A partir disso, fabrica um conjunto de práticas, nas quais possam se operar outros modos de pensar a arte, enquanto campo de um saber ampliado sobre si. Cada procedimento é também uma multiplicidade e entende que seus processos e feituras na educação são imanentes à vida e acontecem junto dela. Deste modo, o dândi educador, através de sua arte, opera por repetição. Ao repetir, observa seus procedimentos, afim de produzir singularidades e constituir o seu modo de ser professor  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paola Basso Menna Barreto Gomes Zordan, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Educação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora do Departamento de Artes Visuais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Ana Cleia Christovam Hoffmann, Universidade Feevale

Doutoranda em Educação -  Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora de ensino superior - Universidade Feevale.

Referências

BALZAC, Honoré; BAUDELAIRE, Charles; D'AUREVILLY, Barbey. Manual do Dândi: a vida com estilo. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

BAUDELAIRE, Charles. O pintor da vida moderna. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

BAUDELAIRE, Charles. Sobre a modernidade: o pintor da vida moderna. Charles Baudelaire. 7ª.reimp. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

DELEUZE, Gilles. III Michel Foucault. In: Conversações. Tradução de Peter Pál Pelbart. p.109-154. São Paulo: Ed. 34, 1992.

DELEUZE, Gilles. Foucault. Tradução Claudia Sant´Anna Martins. São Paulo: Brasiliense, 2005.

DELEUZE, Gilles. Empirismo e subjetividade: ensaio sobre a natureza humana segundo Hume. Tradução Luiz B. L. Orlandi. São Paulo: Ed. 34, 2012.

FARINA, Juliane Tagliare; BARONE, Luciana Rodrigues; FONSECA, Tania Mara Galli; MOEHLECKE, Vilene. A construção social do presente: ética, estética e política. nº 3. n.41, Porto Alegre: PUCRS, 2010. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/viewFile/8159/5849 Acesso em: 13/08/2014.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. s/d. Disponível em: http://www.nodo50.org/insurgentes/biblioteca/A_Microfisica_do_Poder_-_Michel_Foulcault.pdf Acesso em: 18/04/2014.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade 3: o cuidado de si. Tradução Maria Thereza da Costa Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

FOUCAULT, Michel. A hermenêutica do sujeito. Tradução Márcio Alves da Fonseca e Salma Tannus Muchail. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FOUCAULT, Michel. Uma estética da existência. In: Ditos e escritos V: ética, sexualidade, política. 3.ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012, 1984.

FOUCAULT, Michel. O cuidado com a verdade. In: Ditos e escritos V: ética, sexualidade, política. 3.ed. Org. Manoel Barros da Motta. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012, 1984.

FOUCAULT, Michel. A escrita de si. In: Ditos e escritos V: ética, sexualidade, política. 3.ed. Org. Manoel Barros da Motta. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012, 1983.

LEVY, Tatiana Salem. A experiência do fora: Blanchot, Foucault e Deleuze. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

MARX, Karl; ENGEL, Freiderich. Manifesto comunista. Disponível em: http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/manifestocomunista.pdf Acesso em: 26/02/2014.

NIETZSCHE, Friedrich. Ecce Homo: de como a gente se torna o que a gente é. Tradução Marcelo Backes. Porto Alegre: L&PM, 2010.

NIETZSCHE, Friedrich. Assim falou zaratustra. Tradução Alex Marins. 6.ed. São Paulo: Martin Claret, 2012.

ORTEGA, Francisco. Estética da existência no Renascimento e no Dandismo. In: Amizade e estética da existência em Foucault. Rio de Janeiro: Graal, 1999.

SIMMEL, Georg. Filosofia da moda: e outros escritos. Lisboa: Texto e gráfica, 2008.

SOUZA, Gilda de Mello e. O espírito das roupas: a moda no século XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

WILDE, Oscar. De profundis e outros escritos sobre o cárcere. Tradução de Júlia Tettamanzy e Maria Angela Saldanha Vieira de Aguia

Downloads

Publicado

2019-04-30

Como Citar

ZORDAN, P. B. M. B. G.; HOFFMANN, A. C. C. Artes de si no magistério: o Dândi educador. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 21, n. 2, p. 530–545, 2019. DOI: 10.20396/etd.v21i2.8651066. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8651066. Acesso em: 7 dez. 2021.