Interações intergeracionais

concepções de um grupo acadêmico sobre o envelhecimento humano e suas implicações

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v22i2.8654388

Palavras-chave:

Idosos, Recursos tecnológicos, Práticas corporais, Extensão universitária

Resumo

A presente investigação é resultante de um projeto de extensão desenvolvido em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), localizada na cidade de Bagé-RS e traz como objetivo geral reflexionar sobre o preconceito e a desigualdade social na terceira idade, a partir dos atravessamentos e problemáticas que a compõem. Tendo em vista as evidências com relação ao preconceito, buscou-se, ainda, apontar os caminhos que um grupo de acadêmicos do curso de Pedagogia de uma universidade pública, voluntários, participantes do referido projeto, seguiu para amenizar e constatar tal realidade. Para tanto, a presente investigação caracterizou-se como uma pesquisa qualitativa, cujos dados foram coletados durante seis meses e, como instrumento, utilizaram-se os diários reflexivos produzidos pelos acadêmicos voluntários. Para fins de análise, foram selecionadas trechos dos diários reflexivos de três acadêmicos. Destaca-se, nesta pesquisa, a relevância de que jovens acadêmicos possam participar de ações como esta, tendo em vista que se constitui num espaço de intervenção para um trabalho intergeracional e para a desconstrução de preconceitos com relação ao processo de envelhecimento e suas limitações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaison Marques Luiz, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Mestrado profissional em andamento em Educação e Tecnologia - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-riograndense (IFSUL), Pelotas, RS -  Brasil. Pesquisador - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-riograndense (IFSUL), Pelotas, RS.

Rafael Silveira da Mota, Universidade Federal de Santa Maria

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação Física - Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, RS - Brasil. Professor de Educação Física Substituto do Centro Federal de Educação Tecnológica. Santa Maria, RS.

Veronice Camargo da Silva, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Doutora em Letras pela Universidade Católica de Pelotas. Professora adjunta e professora do Mestrado Profissional em Educação da Universidade Estadual do Rio grande do Sul. Bagé, RS.

Referências

ANTUNES NETO, Joaquim Maria Ferreira; FERREIRA, Daiana Cardoso Balleiro Guimarães; REIS, Ivone Cristina; CALVI, Régis George; RIVERA, Rodrigo José Battibugli. Manutenção de microlesões celulares e respostas adaptativas a longo prazo no treinamento de força. Brazilian Journal of Biomotricity, v. 1, n. 4, p. 87-102, 2007.

AZEVEDO, Álvaro Villaça. Abandono moral. Jornal do Advogado, OAB/SP, v. 1, n.289, p. 14, dez./2004.

BEE, Helen. O ciclo vital. Porto Alegre: Artes Médicas. 1997.

BOBBIO, Norberto. O tempo da memória: de Senectute e outros escritos autobiográficos. 6. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

BRAGA, Pérola Melissa Vianna. Curso de direito do idoso. São Paulo: Atlas, 2011.

BRANDÃO, Vera Maria Antonieta Tordino; MERCADANTE, Elizabeth Frohlich. Envelhecimento ou longevidade? São Paulo: Paulus, 2009. (Coleção Questões Fundamentais do Ser Humano)

BRASIL, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. RDC nº 283, de 26 de setembro de 2005. Regulamento técnico para o funcionamento das instituições de longa permanência para idosos. Brasília, Distrito Federal: ANVISA, 2005.

BRASIL, Ministério da Saúde. Estatuto do idoso. 2013. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estatuto_idoso_3edicao.pdf . Acesso em: 20 de ago. 2018.

CARONE, Iray. De Frankfurt à Budapest: os paradoxos de uma psicologia de base marxista. Psicologia USP, São Paulo, v. 2, n. 1-2, p. 11-120, 1991.

CASTELLS, Manuel. La era de la información: economía, sociedad y cultura. México: Siglo Veintiuno, 1999.

CIAMPA, Antônio da Costa. A estória do Severino e a história da Severina: um ensaio de psicologia social. 3. ed. São Paulo: Brasiliense, 2011.

DA SILVA, Michel Carvalho. As tecnologias de comunicação na memória dos idosos. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-66282016000200379&lng=pt&tlng=pt Acesso em: 18 ago. 2018.

DEL-MASSO, Maria Candida Soares. Universidade aberta à terceira idade: percurso de uma história na UNESP. In: DÁTILO, Gilsenir Maria Prevelato de Almeida, CORDEIRO, Ana Paula (Org.). Envelhecimento humano: diferentes olhares. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015.

FONSECA, João José Saraiva. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Dicionário de Ciências Sociais. Rio de Janeiro: FGV, 1990.

IBGE, Agência de notícias. Projeção da População 2018: número de habitantes do país deve parar de crescer em 2047. 2018. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/21837-projecao-da-populacao-2018-numero-de-habitantes-do-pais-deve-parar-de-crescer-em-2047 . Acesso em: 18 ago. 2018.

IZQUIERDO, Ivan. Questões sobre memória. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2004.

JOAQUIM, Nelson. Igualdade e discriminação. Âmbito Jurídico, Rio Grande, IX, n. 31, jul. 2006. Disponível em: http://www.ambitojuridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=1663 . Acesso em: 18 mai. 2019.

MEZAN, Renato. Tempo de muda: ensaios de psicanálise. São Paulo: Cia das Letras, 1998.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Pesquisa social: teoria método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001.

REIS, Elisa. Dossiê Desigualdade: apresentação. Revista Brasileira de Ciências Sociais da ANPOCS, v. 15, n. 42, p. 73-75, fev. 2000.

SILVA; Barbara Tarouco; SANTOS; Silvana Sidney Costa. Cuidados aos idosos institucionalizados - opiniões do sujeito coletivo enfermeiro para 2026. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010321002010000600010&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 19 de maio de 2019.

SCHIAVINATO, Alessandra Maria; MACHADO, Bruna de Carvalho; PIRES, Marcela de Araújo; BALDAN, Cristiano. Influência da realidade virtual no equilíbrio de pacientes portadores de disfunção cerebelar - estudo de caso. Revista Neurociência. Santana de Parnaíba, v.19, n.1, p. 119- 127, 2011.

TAGUIEFF, Pierre-André. La force du prejugé: essai sur le racisme et ses doubles. Paris: Éditions La Découverte, 1987.

TAUSSIG, Michael. Mimesis and alterity. New York and London: Routledge, 1993.

THEISEN, Jossemar de Matos. O letramento digital e a leitura online no contexto universitário. Pelotas: UCPEL, 2015.

WATANABE, Helena Akemi; DI GIOVANNI, Vera Maria. Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). Envelhecimento & Saúde. Boletim do Instituto de Saúde, abr./2009.

Downloads

Publicado

2020-04-13

Como Citar

LUIZ, J. M.; MOTA, R. S. da; SILVA, V. C. da. Interações intergeracionais: concepções de um grupo acadêmico sobre o envelhecimento humano e suas implicações. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 22, n. 2, p. 317–335, 2020. DOI: 10.20396/etd.v22i2.8654388. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8654388. Acesso em: 6 dez. 2021.