A gestão da evasão nas políticas educacionais brasileiras

da graduação à pós-graduação stricto sensu

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v22i2.8654823

Palavras-chave:

Evasão, Políticas educacionais, Graduação, Pós-Graduação

Resumo

O processo de expansão da educação superior no Brasil contemplou nas últimas décadas tanto a graduação como a pós-graduação, com a entrada de número significativo de mais estudantes em ambos os níveis. Contudo, existem problemáticas ainda não solucionadas que compõem a agenda dos gestores educacionais, representando desafios para a educação superior no que se refere à permanência do estudante no curso de ingresso. A evasão universitária é uma delas, representando perdas para todo o sistema educacional brasileiro, incidindo ainda na sociedade, uma vez que há recursos públicos investidos. O objetivo do artigo é analisar como se constata o processo de gestão da evasão no Brasil a partir das políticas de educação nacionais formuladas para o aprimoramento da graduação e da pós-graduação stricto sensu nas últimas décadas. A investigação é quanti-qualitativa, analisando-se pesquisas já produzidas sobre o tema, documentos e dados estatísticos obtidos a partir de sites oficiais do Inep e da Capes. Verifica-se que as ações governamentais de controle à evasão tiveram rumos diferenciados para a graduação e a pós-graduação stricto sensu. Para o caso da graduação, as ações tiveram seu foco na implementação de políticas de assistência estudantil, enquanto que na pós-graduação stricto sensu, as ações foram voltadas para medidas avaliativas. No entanto, não se sabe quais as limitações dessas políticas, tendo em vista a diversidade de questões que envolvem o tema da evasão e da permanência na educação superior, cuja discussão é necessária para fortalecer o processo de expansão em curso e aprimorar seus mecanismos de gestão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José da Silva Santos Junior, Universidade Federal da Grande Dourados

Doutorando em Educação pela Universidade Federal da Grande Dourados. Técnico em Assuntos Educacionais na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Dourados, MS - Brasil. 

Ana Maria da Silva Magalhães, Universidade Federal da Grande Dourados

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Grande Dourados. Técnico em Assuntos Educacionais na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Dourados, MS - Brasil.

Giselle Cristina Martins Real, Universidade Federal da Grande Dourados

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Professora associada na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) - Dourados, MS - Brasil.

Referências

ADACHI, Ana Amélia Chaves Teixeira. Evasão e evadidos nos cursos de graduação da Universidade Federal de Minas Gerais. 2009. 214 f. Dissertação (Mestrado em Educação) -Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.

ADACHI, Ana Amélia Chaves Teixeira. Evasão de estudantes de cursos de graduação da USP - Ingressantes nos anos de 2002, 2003 e 2004. 2017. 294f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

AFONSO, Almerindo Janela. Mudanças no estado-avaliador: comparativismo internacional e teoria da modernização revisitada. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 18, n. 53, abr./jun. 2013. Disponível em: www.scielo.br/pdf/rbedu/v18n53/02.pdf . Acesso em: 20 jan. 2019.

BRASIL. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Brasília: ANDIFES/ABRUEM/SESu/MEC, 1997. 152 p.

BRASIL. Parecer nº. 977/65, de 03 de dezembro de 1965. Definição dos cursos de Pós-Graduação. Diário Oficial, Brasília, DF, 3 dez. 1965.

BRASIL. Plano Nacional de Pós-Graduação (2005-2010). Brasília: MEC/CAPES, 2004. Disponível em: www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/PNPG_2005_2010.pdf . Acesso em: 19 fev. 2019.

BRASIL. Plano Nacional de Pós-Graduação (2011-2020). Brasília: MEC/CAPES, 2010. Disponível em: www.capes.gov.br/plano-nacional-de-pos-graduacao . Acesso em: 19 fev. 2019.

BUENO, José Lino Oliveira. A evasão de alunos. Paidéia, Ribeirão Preto, SP, 5, ago. 1993. Disponível em: www.scielo.br/pdf/paideia/n5/02.pdf . Acesso em: 30 jan. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Portaria n. 76, de 14 de abril de 2010. Brasília, 2010. Disponível em: www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Portaria_076_RegulamentoDS.pdf . Acesso em: 19 fev. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). História e Missão. Brasília, 2008. Disponível em: www.capes.gov.br/historia-e-missao . Acesso em: 27 de fev. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). INFOCAPES - Boletim Informativo da CAPES. Brasília, v.5, n. 2, p.1-68, abr./jun. 1997. Disponível em: www.capes.gov.br/publicacoes/infocapes/77-salaimprensa/multimidia/9140-infocapes-historico . Acesso em: 19 fev. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Relatório da Avaliação Quadrienal 2017. Disponível em: www.capes.gov.br/images/documentos/Relatorios_quadrienal_2017/20122017-Educacao_relatorio-de-avaliacao-quadrienal-2017_final.pdf . Acesso em: 17 fev. 2019.

DIAS SOBRINHO, José. Democratização, qualidade e crise da educação superior: faces da exclusão e limites da inclusão. Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, out./dez. 2010. Disponível em: www.scielo.br/pdf/es/v31n113/10.pdf . Acesso em: 20 jan. 2019.

DOURADO, Luiz Fernandes. Políticas e gestão da educação superior no Brasil: múltiplas regulações e controle. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação , v.27, n.1, jan./abr. 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/19967/11598 . Acesso em: 20 jan. 2019.

FERNANDES, Eduardo Francisco. O fenômeno da evasão discente: estudo multicaso nos programas de pós-graduação em Administração do estado de Santa Catarina. 2018. 228f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Departamento de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

FONSECA, Claudia. Avaliação dos programas de pós-graduação: do ponto de vista de um nativo. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 7, n. 16, dez. 2001. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ha/v7n16/v7n16a14.pdf . Acesso em: 01 fev. 2019.

GOMES, Alfredo Macedo; MORAES, Karine Nunes. Educação superior no Brasil contemporâneo: transição para um sistema de massa. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 33, n. 118, jan./mar. 2012. Disponível em: www.scielo.br/pdf/es/v33n118/v33n118a11.pdf . Acesso em: 25 jan. 2019.

HORTA, José Silvério Baía; MORAES, Maria Célia Marcondes de. O sistema CAPES de avaliação da pós-graduação: da área de educação à grande área de ciências humanas. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 30, set./dez. 2005. Disponível em: www.scielo.br/pdf/rbedu/n30/a08n30 . Acesso em: 28 jan. 2019.

KIPNIS, Bernardo. A pesquisa institucional e a educação superior brasileira: um estudo de caso longitudinal da evasão. Linhas Críticas. Brasília, v. 6, n. 1, jul./dez. 2000. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/2870/2574 . Acesso em: 19 jan. 2019.

LIVRAMENTO, Vanessa. Evasão nos cursos presenciais de graduação da Universidade Federal de Santa Catarina. 2012. 125 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Departamento de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

MACEDO, Arthur Roquete, et al. Educação superior no século XXI e a reforma universitária brasileira. Ensaio: avaliação de políticas públicas. Rio de Janeiro, v. 13, n. 47, abr./jun. 2005. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ensaio/v13n47/v13n47a02.pdf . Acesso em: 02 fev. 2019.

MACIEL, Carina Elisabeth; LIMA, Elizeth Gonzaga dos Santos; GIMENEZ, Felipe Vieira. Políticas e permanência para estudantes na educação superior. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação. v. 32, n. 3, set./dez. 2016. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/68574/39683 . Acesso em: 05 fev. 2019.

NUNES, Raul Ceretta. Panorama Geral da Evasão e Retenção no Ensino Superior no Brasil (IFES). In: XXVII Encontro Nacional de Pró-Reitores de Graduação, Painel... Recife: FORGRAD, 2013. Disponível em: http://arquivos.info.ufrn.br/arquivos/201723623308a84006474291af3e089d2/2013_-_Painel_Forgrad_Agosto_-_Evasao.pdf . Acesso em: 15 jan. 2019.

OLIVEIRA, Pedro Rodrigues de; OESTERREICH, Silvia Aparecida; ALMEIDA, Vera Luci de. Evasão na pós-graduação a distância: evidências de um estudo no interior do Brasil. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, 2018. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ep/v44/1517-9702-ep-S1678-4634201708165786.pdf . Acesso em: 30 jan. 2019.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. A transformação da educação em mercadoria no Brasil. Educação & Sociedade. Campinas, SP, v.30, n.108, out. 2009. Disponível em: www.scielo.br/pdf/es/v30n108/a0630108.pdf . Acesso em: 26 jan. 2019.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. Da universalização do ensino fundamental ao desafio da qualidade: uma análise histórica. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, out. 2007. Disponível em: www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a0328100.pdf . Acesso em: 30 jan. 2019.

REAL, Giselle Cristina Martins. Acesso e qualidade na política da educação superior no Brasil dos anos 2000: entraves e perspectivas. In: JEFFREY, Débora Cristina; AGUILAR, Luis Enrique (Org.). Política educacional brasileira: análises e entraves. Campinas: Mercado de Letras, 2012. p. 81-106.

SANTOS JUNIOR, José da Silva; REAL, Giselle Cristina Martins. A evasão na educação superior: o estado da arte das pesquisas no Brasil a partir de 1990. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 22, n. 2, p.385-402, jul. 2017.

SILVA FILHO, Roberto Leal Lobo et al. A evasão no Ensino Superior brasileiro. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 132, set./dez. 2007. Disponível em: www.scielo.br/pdf/cp/v37n132/a0737132.pdf . Acesso em: 26 jan. 2019.

SILVA, Maria das Graças Martins; VELOSO, Tereza Christina Mertens Aguiar. Acesso nas políticas de educação superior: dimensões e indicadores em questão. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 18, n. 3, nov. 2013. Disponível em: www.scielo.br/pdf/aval/v18n3/11.pdf . Acesso em: 2 fev. 2019.

TINTO, Vincent. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research, Washington, v. 45, n. 1, Winter, 1975. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.3102/00346543045001089 . Acesso em: 9 jan. 2019.

TROW, Martin. Reflections on the transition from elite to mass to universal access: forms and phases of higher education in modern societies since WWII. Berkeley: University of California, 2005. Disponível em: http://repositories.cdlib.org/igs/WP2005-4 . Acesso em: 10 fev. 2019.

VARGAS, Michely de Lima Ferreira. Ensino superior, assistência estudantil e mercado de trabalho: um estudo com egressos da UFMG. Avaliação, Campinas, SP, v. 16, n. 1, mar. 2011. Disponível em: www.scielo.br/pdf/aval/v16n1/v16n1a08.pdf . Acesso em: 2 fev. 2019.

Downloads

Publicado

2020-04-30

Como Citar

SANTOS JUNIOR, J. da S.; MAGALHÃES, A. M. da S.; REAL, G. C. M. A gestão da evasão nas políticas educacionais brasileiras: da graduação à pós-graduação stricto sensu. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 22, n. 2, p. 460–478, 2020. DOI: 10.20396/etd.v22i2.8654823. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8654823. Acesso em: 3 dez. 2021.