Banner Portal
A gestão da evasão nas políticas educacionais brasileiras
PDF

Palavras-chave

Evasão
Políticas educacionais
Graduação
Pós-Graduação

Como Citar

SANTOS JUNIOR, J. da S.; MAGALHÃES, A. M. da S.; REAL, G. C. M. A gestão da evasão nas políticas educacionais brasileiras: da graduação à pós-graduação stricto sensu. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 22, n. 2, p. 460–478, 2020. DOI: 10.20396/etd.v22i2.8654823. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8654823. Acesso em: 4 mar. 2024.

Resumo

O processo de expansão da educação superior no Brasil contemplou nas últimas décadas tanto a graduação como a pós-graduação, com a entrada de número significativo de mais estudantes em ambos os níveis. Contudo, existem problemáticas ainda não solucionadas que compõem a agenda dos gestores educacionais, representando desafios para a educação superior no que se refere à permanência do estudante no curso de ingresso. A evasão universitária é uma delas, representando perdas para todo o sistema educacional brasileiro, incidindo ainda na sociedade, uma vez que há recursos públicos investidos. O objetivo do artigo é analisar como se constata o processo de gestão da evasão no Brasil a partir das políticas de educação nacionais formuladas para o aprimoramento da graduação e da pós-graduação stricto sensu nas últimas décadas. A investigação é quanti-qualitativa, analisando-se pesquisas já produzidas sobre o tema, documentos e dados estatísticos obtidos a partir de sites oficiais do Inep e da Capes. Verifica-se que as ações governamentais de controle à evasão tiveram rumos diferenciados para a graduação e a pós-graduação stricto sensu. Para o caso da graduação, as ações tiveram seu foco na implementação de políticas de assistência estudantil, enquanto que na pós-graduação stricto sensu, as ações foram voltadas para medidas avaliativas. No entanto, não se sabe quais as limitações dessas políticas, tendo em vista a diversidade de questões que envolvem o tema da evasão e da permanência na educação superior, cuja discussão é necessária para fortalecer o processo de expansão em curso e aprimorar seus mecanismos de gestão.

https://doi.org/10.20396/etd.v22i2.8654823
PDF

Referências

ADACHI, Ana Amélia Chaves Teixeira. Evasão e evadidos nos cursos de graduação da Universidade Federal de Minas Gerais. 2009. 214 f. Dissertação (Mestrado em Educação) -Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.

ADACHI, Ana Amélia Chaves Teixeira. Evasão de estudantes de cursos de graduação da USP - Ingressantes nos anos de 2002, 2003 e 2004. 2017. 294f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

AFONSO, Almerindo Janela. Mudanças no estado-avaliador: comparativismo internacional e teoria da modernização revisitada. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 18, n. 53, abr./jun. 2013. Disponível em: www.scielo.br/pdf/rbedu/v18n53/02.pdf . Acesso em: 20 jan. 2019.

BRASIL. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Brasília: ANDIFES/ABRUEM/SESu/MEC, 1997. 152 p.

BRASIL. Parecer nº. 977/65, de 03 de dezembro de 1965. Definição dos cursos de Pós-Graduação. Diário Oficial, Brasília, DF, 3 dez. 1965.

BRASIL. Plano Nacional de Pós-Graduação (2005-2010). Brasília: MEC/CAPES, 2004. Disponível em: www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/PNPG_2005_2010.pdf . Acesso em: 19 fev. 2019.

BRASIL. Plano Nacional de Pós-Graduação (2011-2020). Brasília: MEC/CAPES, 2010. Disponível em: www.capes.gov.br/plano-nacional-de-pos-graduacao . Acesso em: 19 fev. 2019.

BUENO, José Lino Oliveira. A evasão de alunos. Paidéia, Ribeirão Preto, SP, 5, ago. 1993. Disponível em: www.scielo.br/pdf/paideia/n5/02.pdf . Acesso em: 30 jan. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Portaria n. 76, de 14 de abril de 2010. Brasília, 2010. Disponível em: www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Portaria_076_RegulamentoDS.pdf . Acesso em: 19 fev. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). História e Missão. Brasília, 2008. Disponível em: www.capes.gov.br/historia-e-missao . Acesso em: 27 de fev. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). INFOCAPES - Boletim Informativo da CAPES. Brasília, v.5, n. 2, p.1-68, abr./jun. 1997. Disponível em: www.capes.gov.br/publicacoes/infocapes/77-salaimprensa/multimidia/9140-infocapes-historico . Acesso em: 19 fev. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Relatório da Avaliação Quadrienal 2017. Disponível em: www.capes.gov.br/images/documentos/Relatorios_quadrienal_2017/20122017-Educacao_relatorio-de-avaliacao-quadrienal-2017_final.pdf . Acesso em: 17 fev. 2019.

DIAS SOBRINHO, José. Democratização, qualidade e crise da educação superior: faces da exclusão e limites da inclusão. Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, out./dez. 2010. Disponível em: www.scielo.br/pdf/es/v31n113/10.pdf . Acesso em: 20 jan. 2019.

DOURADO, Luiz Fernandes. Políticas e gestão da educação superior no Brasil: múltiplas regulações e controle. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação , v.27, n.1, jan./abr. 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/19967/11598 . Acesso em: 20 jan. 2019.

FERNANDES, Eduardo Francisco. O fenômeno da evasão discente: estudo multicaso nos programas de pós-graduação em Administração do estado de Santa Catarina. 2018. 228f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Departamento de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

FONSECA, Claudia. Avaliação dos programas de pós-graduação: do ponto de vista de um nativo. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 7, n. 16, dez. 2001. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ha/v7n16/v7n16a14.pdf . Acesso em: 01 fev. 2019.

GOMES, Alfredo Macedo; MORAES, Karine Nunes. Educação superior no Brasil contemporâneo: transição para um sistema de massa. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 33, n. 118, jan./mar. 2012. Disponível em: www.scielo.br/pdf/es/v33n118/v33n118a11.pdf . Acesso em: 25 jan. 2019.

HORTA, José Silvério Baía; MORAES, Maria Célia Marcondes de. O sistema CAPES de avaliação da pós-graduação: da área de educação à grande área de ciências humanas. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 30, set./dez. 2005. Disponível em: www.scielo.br/pdf/rbedu/n30/a08n30 . Acesso em: 28 jan. 2019.

KIPNIS, Bernardo. A pesquisa institucional e a educação superior brasileira: um estudo de caso longitudinal da evasão. Linhas Críticas. Brasília, v. 6, n. 1, jul./dez. 2000. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/2870/2574 . Acesso em: 19 jan. 2019.

LIVRAMENTO, Vanessa. Evasão nos cursos presenciais de graduação da Universidade Federal de Santa Catarina. 2012. 125 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Departamento de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

MACEDO, Arthur Roquete, et al. Educação superior no século XXI e a reforma universitária brasileira. Ensaio: avaliação de políticas públicas. Rio de Janeiro, v. 13, n. 47, abr./jun. 2005. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ensaio/v13n47/v13n47a02.pdf . Acesso em: 02 fev. 2019.

MACIEL, Carina Elisabeth; LIMA, Elizeth Gonzaga dos Santos; GIMENEZ, Felipe Vieira. Políticas e permanência para estudantes na educação superior. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação. v. 32, n. 3, set./dez. 2016. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/68574/39683 . Acesso em: 05 fev. 2019.

NUNES, Raul Ceretta. Panorama Geral da Evasão e Retenção no Ensino Superior no Brasil (IFES). In: XXVII Encontro Nacional de Pró-Reitores de Graduação, Painel... Recife: FORGRAD, 2013. Disponível em: http://arquivos.info.ufrn.br/arquivos/201723623308a84006474291af3e089d2/2013_-_Painel_Forgrad_Agosto_-_Evasao.pdf . Acesso em: 15 jan. 2019.

OLIVEIRA, Pedro Rodrigues de; OESTERREICH, Silvia Aparecida; ALMEIDA, Vera Luci de. Evasão na pós-graduação a distância: evidências de um estudo no interior do Brasil. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 44, 2018. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ep/v44/1517-9702-ep-S1678-4634201708165786.pdf . Acesso em: 30 jan. 2019.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. A transformação da educação em mercadoria no Brasil. Educação & Sociedade. Campinas, SP, v.30, n.108, out. 2009. Disponível em: www.scielo.br/pdf/es/v30n108/a0630108.pdf . Acesso em: 26 jan. 2019.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. Da universalização do ensino fundamental ao desafio da qualidade: uma análise histórica. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, out. 2007. Disponível em: www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a0328100.pdf . Acesso em: 30 jan. 2019.

REAL, Giselle Cristina Martins. Acesso e qualidade na política da educação superior no Brasil dos anos 2000: entraves e perspectivas. In: JEFFREY, Débora Cristina; AGUILAR, Luis Enrique (Org.). Política educacional brasileira: análises e entraves. Campinas: Mercado de Letras, 2012. p. 81-106.

SANTOS JUNIOR, José da Silva; REAL, Giselle Cristina Martins. A evasão na educação superior: o estado da arte das pesquisas no Brasil a partir de 1990. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 22, n. 2, p.385-402, jul. 2017.

SILVA FILHO, Roberto Leal Lobo et al. A evasão no Ensino Superior brasileiro. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 132, set./dez. 2007. Disponível em: www.scielo.br/pdf/cp/v37n132/a0737132.pdf . Acesso em: 26 jan. 2019.

SILVA, Maria das Graças Martins; VELOSO, Tereza Christina Mertens Aguiar. Acesso nas políticas de educação superior: dimensões e indicadores em questão. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 18, n. 3, nov. 2013. Disponível em: www.scielo.br/pdf/aval/v18n3/11.pdf . Acesso em: 2 fev. 2019.

TINTO, Vincent. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research, Washington, v. 45, n. 1, Winter, 1975. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.3102/00346543045001089 . Acesso em: 9 jan. 2019.

TROW, Martin. Reflections on the transition from elite to mass to universal access: forms and phases of higher education in modern societies since WWII. Berkeley: University of California, 2005. Disponível em: http://repositories.cdlib.org/igs/WP2005-4 . Acesso em: 10 fev. 2019.

VARGAS, Michely de Lima Ferreira. Ensino superior, assistência estudantil e mercado de trabalho: um estudo com egressos da UFMG. Avaliação, Campinas, SP, v. 16, n. 1, mar. 2011. Disponível em: www.scielo.br/pdf/aval/v16n1/v16n1a08.pdf . Acesso em: 2 fev. 2019.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.