Banner Portal
A internacionalização dos programas de pós-graduação em educação na região Norte do Brasil
PDF

Palavras-chave

Pós graduação
Educação
Região Norte
Internacionalização

Como Citar

MAUÉS, O. C.; ANDRADE, A. C. A internacionalização dos programas de pós-graduação em educação na região Norte do Brasil: políticas, estratégias e ações. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 22, n. 3, p. 651–671, 2020. DOI: 10.20396/etd.v22i3.8659327. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8659327. Acesso em: 3 mar. 2024.

Resumo

A internacionalização da educação superior (ES) passou a ser fundamental na lógica da sociedade do conhecimento, enquanto fator que denota a inserção dos países na globalização econômica, ao mesmo tempo que esse nível de ensino é visto por alguns organismos internacionais (OI) como alavanca do crescimento econômico. Esses dois postulados vêm contribuindo para que a ES, no processo de internacionalização, seja um agente preponderante da produção do conhecimento, enquanto força produtiva para a expansividade do capital. A dimensão internacional da ES passou a ser prioridade tanto para os governos nacionais, quanto para os OI, levando Universidades a se organizarem no sentido de atender essa demanda. Nessa lógica, os órgãos de fomento elegem a internacionalização como indicador de qualidade, presente nas universidades, com destaque para os Programas de Pós-Graduação. Nesta perspectiva, este artigo tem como objetivo apresentar a análise do processo de internacionalização dos Programas de Pós-Graduação na Educação da Região Norte, evidenciando estratégias, mecanismos adotados e os resultados obtidos. A metodologia adotada foi a análise de conteúdo (BARDIN, 2011) dos Planos de Desenvolvimento Institucional das Universidades da Região Norte, dados da Plataforma Sucupira do quadriênio 2013-2016 e do período de 2017-2018. Os primeiros resultados indicam que todos os Programas desenvolvem diversas ações de internacionalização e existem disparidades de políticas entre as instituições, bem como ausência de recursos, e de uma avaliação qualitativa dos resultados aportados por essas ações.

https://doi.org/10.20396/etd.v22i3.8659327
PDF

Referências

ASSOCIATION INTERNATIONALE DES UNIVERSITÉS - AIU. Renforcer les valeurs académiques dans l’internationalisation de l’enseignement supérieur: un appel à l’action. 2012. Disponível em: https://iau-aiu.net/IMG/pdf/renforce_les_valeur_academiques_dans_internationalisation.pdf. Acesso em: 08 mar. 2019.

BANQUE MONDIALE - BM. La voie de l’excellence académique. La création d’universités de recherche de rang mondial. 2012. Disponível em: https://issuu.com/world.bank.publications/docs/9780821389522 . Acesso em: 20 jan. 2019.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERNHEIM, Carlos T. La internacionalización de la educación superior. Significado, relevancia y evolución histórica. In. GACEL-ÁVILA, Jocelyne (Coord.). Educación superior, internacionalización e integración en América Latina y el Caribe. Balance regional y prospectiva. Caracas: UNESCO – IESALC; Córdoba: Universidad Nacional de Córdoba, 2018. p. 17-39. Disponível em: http://erasmusplusriesal.org/sites/default/files/libro_la_es_inter_e_integracion_cres.pdf . Acesso em: 20 jan. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. 2014. Disponível em: http://pne.mec.gov.br/18-planos-subnacionais-de-educacao/543-plano-nacional-de-educacao-lei-n-13-005-2014 . Acesso em: 02 ago. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES. Ministério da Educação. Documento de área 2016 – Educação. Brasília, 2016. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/documentos/Documentos_de_area_2017/Educação.pdf . Acesso em: 29 set. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES. Ministério da Educação. A internacionalização na Universidade Brasileira: resultados do questionário aplicado pela Capes. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: https://www.capes.gov.br/images/stories/download/diversos/A-internacionalizacao-nas-IES-brasileiras.pdf . Acesso em: 01 ago. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES. Plataforma Sucupira. Ficha de Avaliação, 2017. Brasília: MEC, 2017a. Disponível em: file:///C:/Users/SAMSUNG/Downloads/ficha_recomendacao_RELAT%C3%93RIO%20(2).pdf Acesso em: 20 mar. 2020.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES. Relatório da Avaliação Quadrienal 2017 – Educação. Brasília: MEC, 2017b. Disponível em: https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=sites&srcid=Y2FwZXMuZ292LmJyfGF2YWxpYWNhby1xdWFkcmllbmFsfGd4OjFkOWNkNTEwOWU3ZGY3NGM . Acesso em: 29 set. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES. Edital 41/2017 - Capes/Print – Relação dos países parceiros - Anexo 1. Brasília, 2018. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/02022018-Edital-41-2017-Print-alteracao-anexo-1.pdf . Acesso em: 15 mar. 2019.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES. GEOCAPES/ Sistema de Informações Georreferenciadas: dados estatísticos. Brasília, 2019. Disponível em: https://geocapes.capes.gov.br/geocapes/. Acesso em: 15 ago. 2020.

DE WIT, Hans. Globalización e internacionalización de la educación superior. Introducción a monográfico en línea. Revista de Universidad y Sociedad del Conocimiento, Barcelona, v. 8, n. 2, p. 77-84, jul. 2011. Disponível em: http://openaccess.uoc.edu/webapps/o2/bitstream/10609/13540/1/v8n2-de-wit-esp.pdf. Acesso em: 05 ago. 2019.

EVANGELISTA, Olinda. Apontamentos para o trabalho com documentos em políticas educacional. Digitalizado, s/d. Disponível em: http://moodle3.nead.uem.br/pluginfile.php/30539/mod_resource/content/1/Olinda%20Evangelista%20-%20Apontamentos.pdf . Acesso em: 10 set. 2019.

GRUPO COIMBRA DE UNIVERSIDADES BRASILEIRAS - GCUB. Quem somos. 2019. Disponível em: http://www.grupocoimbra.org.br/Sobre_o_Grupo.aspx . Acesso em: 24 set. 2019.

GUIMARÃES, Felipe F.; FINARDI, Kyria R. Interculturalidade, internacionalização e intercompreensão: qual a relação? Ilha do Desterro, Florianópolis, v. 71, n. 3, p. 15-37, set./dez. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ides/v71n3/2175-8026-ides-71-03-15.pdf/ . Acesso em: 15 ago. 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Estatísticas. 2019. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/ . Acesso em: 20 mar. 2020.

KARL, Marx. Para a Crítica da Economia Política. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

KNIGHT, Jane. Updating the definition of internationalization. International Higher Education, v. 33, n. 6, p. 1-2, 2003. Disponível em: https://ejournals.bc.edu/index.php/ihe/article/view/7391/6588 . Acesso em: 20 set. 2019.

KNIGHT, Jane. Modèle d’internationalisation ou comment faire face aux réalités et enjeux nouveaux. In: OCDE. L'enseignement supérieur en Amérique latine: la dimension internationale. Paris: Organization de Coopération et de Développement Économique, 2005. p. 11-45. Disponível em: http://siteresources.worldbank.org/EDUCATION/Resources/278200-1099079877269/547664-1099079956815/Higher_Ed_in_LAC_Intnal_Dimension_FR.pdf . Acesso em: 05 fev. 2019.

MOROSINI, Marília C.; NASCIMENTO, Lorena M. Internacionalização da Educação Superior no Brasil: A Produção Recente em Teses e Dissertações. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 33, p. 1-27, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982017000100109&lng=en&nrm=iso&tlng=pt . Acesso em: 20 jan. 2019.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO - OCDE. Enseignement supérieur pour la société de la connaissance. 2008. Disponível em: http://www.oecd.org/fr/education/apprendre-au-dela-de-l-ecole/40356663.pdf . Acesso em: 06 jul. 2019.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO - OCDE. Indicateurs de l’Éducation à la Loupe. 2016. Disponível em: https://read.oecd-ilibrary.org/education/l-internationalisation-des-etudes-de-doctorat-et-de-master_5jm2f6whlm0s-fr#page1 . Acesso em: 28 abr. 2019.

UNESCO. IESALC. Reunión preparatoria. In. ENCUENTRO DE REDES UNIVERSITARIAS Y CONSEJOS DE RECTORES DE AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE: HACIA LA CRES 2018. La educación superior regional de cara a los objetivos de desarrollo sostenible, 8., 2017, Porto Alegre. Declaración de Porto Alegre. Porto Alegre: UNESCO, 28 y 29 de agosto de 2017. Disponível em: http://www.pucrs.br/eventos/wp-content/uploads/sites/73/2017/11/2017_11_06-cres-declaracao_de_porto_alegre.pdf . Acesso em: 08 dez. 2018.

UNESCO. IESALC. In: CONFERÊNCIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PARA A AMÉRICA

LATINA E O CARIBE, 3., 2018. Declaração. Córdoba, Argentina: UNESCO, 14 de junho de 2018. Disponível em: http://portal.conif.org.br/images/DECLARA%C3%87%C3%83O-CRES-2018-EM-PORTUGU%C3%8AS.pdf . Acesso em: 05 maio 2019.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2017-2027. Belém, PA: UEPA, 2017, 194 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2015-2019. Rio Branco, AC: UFAC, 2015, 154 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPA. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2015-2019. Macapá, AP: UFAM, 2015, 113 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2016-2025. Manaus, AM: UFAM, 2016, 123 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2012-2016. Santarém, PA: UFOPA, 2015, 163 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2016-2025. Belém, PA: UFPA, 2016, 172 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2014-2018. Porto Velho, RO: UNIR, 2014, 146 p.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2018-2022. Boa Vista, RR: UERR, 2017, 143 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS. Plano de Desenvolvimento Institucional, 2016-2020. Palmas, TO: UFT, 2016, 158 p.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.