Banner Portal
É preciso tomar as coisas com filosofia
PDF

Palavras-chave

Michel Foucault
Filosofia
Ética
Parrhesia
Linguagem

Como Citar

ALMANSA, Sandra Espinosa. É preciso tomar as coisas com filosofia : Michel Foucault e o infinito da tarefa. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 24, n. 2, p. 412–431, 2022. DOI: 10.20396/etd.v24i2.8660118. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8660118. Acesso em: 19 abr. 2024.

Resumo

Este texto é elaborado a partir de uma pequena coleção de fragmentos da obra de Michel Foucault, e de textos sobre sua pessoa e sobre seu pensamento. Em meio à tomada da palavra de Foucault, na voz de seus próprios livros, textos periféricos, cursos e entrevistas, e ante a imagem de Michel, tal como o descrevem seus amigos e alguns daqueles que o conheceram e sobre ele escreveram, presta-se um elogio à filosofia como modo de vida, ou simplesmente como ponto de partida para outros modos mais éticos, mais livres, mais belos e mais verdadeiros de viver, de estar a sós com outro, de relacionar-se consigo mesmo e com o mundo. Com um olhar interessado, de educadora, sobre o percurso intelectual e a paisagem afetiva de Michel Foucault, presume-se a atividade filosófica, à luz de certa curvatura na noção de parrhesia, como linha de força e traço fundamental por meio do qual se deseja ensaiar uma escrita alicerçada na suspeita, decerto insolúvel, do caráter crucial entre palavra e ato, teoria e prática, verdade e vida.

https://doi.org/10.20396/etd.v24i2.8660118
PDF

Referências

ARTIÈRES, Philippe. Dizer a atualidade: o trabalho de diagnóstico em Michel Foucault. In: GROS, F. (Org.). Foucault: a coragem da verdade. São Paulo: Parábola, 2004, p. 15-37.

ARTIÈRES, Philippe. Fazer a experiência da fala. In: FOUCAULT, Michel. O belo perigo. Belo Horizonte: Autêntica, 2016, p. 13-28.

DELEUZE, Gilles. El Saber: Curso sobre Foucault. Buenos Aires: Cactus, 2013.

DELEUZE, Gilles. Lógica do sentido. São Paulo: Perspectiva, 2011.

ERIBON, Didier. Michel Foucault, 1926-1984. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

FISCHER, R. M. B. Foucault revoluciona a pesquisa em educação? In: FISCHER, R. M. B. Trabalhar com Foucault: arqueologia de uma paixão. Belo Horizonte: Autêntica, 2012, p. 99-112.

FOUCAULT, Michel. A coragem da verdade: o governo de si e dos outros II. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011.

FOUCAULT, Michel. A filosofia analítica da política. In: MOTTA, Manoel Barros da (Org.). Ética, sexualidade, política. Ditos & Escritos V. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2017a, p. 36-54.

FOUCAULT, Michel. A função política do intelectual. In: MOTTA, Manoel Barros da (Org.). Arte, epistemologia, filosofia e história da medicina. Ditos & Escritos VII. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2016a, p. 213-219.

FOUCAULT, Michel. A hermenêutica do sujeito. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

FOUCAULT, Michel. Entrevista de Michel Foucault. In: MOTTA, Manoel Barros da (Org.). Genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Ditos & Escritos IX. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014, p. 238-250.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade 2: o uso dos prazeres. Rio de Janeiro: Graal, 1990.

FOUCAULT, Michel. O belo perigo. Belo Horizonte: Autêntica, 2016b.

FOUCAULT, Michel. O cuidado com a verdade. In: MOTTA, Manoel Barros da (Org.). Ética, sexualidade, política. Ditos & Escritos V. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2017b, p. 234-245.

FOUCAULT, Michel. O governo de si e dos outros. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010b.

FOUCAULT, Michel. Os intelectuais e o poder. In: MACHADO, Roberto (Org.). Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 2012a, p. 69-78.

FOUCAULT, Michel. Poder - Corpo. In: MACHADO, Roberto (Org.). Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 2012b, p. 145-152.

FOUCAULT, Michel. Política e ética: uma entrevista. In: MOTTA, Manoel Barros da (Org.). Ética, sexualidade, política. Ditos & Escritos V. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2017c, p. 212-218.

FOUCAULT, Michel. Verdade, poder e si mesmo. In: MOTTA, Manoel Barros da (Org.). Ética, sexualidade, política. Ditos e Escritos V. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2017d, p. 287-293.

FREITAS, Alexandre Simão. A parresía pedagógica de Foucault e o êthos da educação como psicagogia. Revista Brasileira de Educação, v. 18, 2013, p. 325-338.

GROS, Frédéric. A parrhesia em Foucault. In: GROS, Frédéric (Org.). Foucault: a coragem da verdade. São Paulo: Parábola Editorial, 2004, p. 154-166.

GROS, Frédéric. Situação do curso. In: FOUCAULT, Michel. A coragem da verdade: o governo de si e dos outros II. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011, p. 301-316.

GROS, Frédéric. Situação do curso. In: FOUCAULT, Michel. O governo de si e dos outros. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010, p. 341-356.

KOHAN, Walter Omar. A vida filosófica como problema para a filosofia. In: XAVIER, Ingrid Müller; KOHAN, Walter Omar (Org.). Filosofar: aprender e ensinar. Belo Horizonte: Autêntica, 2012, p. 157-169.

LINDON, Mathieu. O que amar quer dizer. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

MACHADO, Roberto. Impressões de Michel Foucault. São Paulo: n-1 edições, 2017.

ROCHA, Jorge Alberto. Michel Foucault: crítico-esteta-cínico mitigado. Campina Grande: EDUEPB, 2014.

VEYNE, Paul. Foucault: seu pensamento, sua pessoa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 ETD - Educação Temática Digital

Downloads

Não há dados estatísticos.