Internacionalização na educação superior

pressupostos, significados e impactos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v22i3.8660914

Palavras-chave:

Internacionalização, Educação Superior

Resumo

A internacionalização da educação superior, embora assuma um novo papel na atualidade, é um dos aspectos integrantes que constituem a organização da universidade desde sua origem. Como fenômeno complexo que é (MOROSINI, 2006), tem exigido das Instituições de Educação Superior (IES) uma explicitação de sua concepção e um planejamento com metas e estratégias consistentes que atendam as particularidades institucionais com finalidade de promoção e valorização da formação do aluno, do docente, do pesquisador e do técnico-administrativo. Se, por um lado, verificamos atualmente a presença da internacionalização em um número grande de universidades, por outro, observamos a necessidade de refletirmos sobre seu significado, pressupostos, políticas, ações e impactos, seja nas IES, ou nos âmbitos nacional e internacional. Considerando este cenário, a proposta deste dossiê, “A Internacionalização na educação superior: pressupostos, significados e impactos”, teve como principal objetivo oportunizar espaço para análise e divulgação das visões sobre internacionalização que se processam, na contemporaneidade, nos âmbitos institucional, nacional e internacional. O dossiê é composto por um conjunto de nove artigos e uma entrevista, com um leque amplo e abrangente de reflexões sobre a temática em pauta. A variedade de análises dos textos também pode ser observada na diversidade de instituições e regiões em que os(as) autores(as) atuam, no Brasil e no exterior. Neste sentido, os artigos do dossiê representam uma importante contribuição para o campo da educação superior e, especialmente, para os estudiosos da internacionalização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joyce Wassem, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Pós-doutora em Educação – Universidade Federal de Viçosa (UFV). Pós-doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Bolsista FAPES/CAPES edital n. 10/2018 - PROFIX 2018.

Elisabete Monteiro de Aguiar Pereira, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora Titular – Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2.

Kyria Rebeca Finardi, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutora em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Pós-doutora em Letras Universidade de Genebra, Suíça. Professora do Departamento de Linguagens, Cultura e Educação (DLCE) e dos Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e Linguística (PPGEL) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2.

Referências

DIAS SOBRINHO, José. Concepções de universidade e de avaliação institucional. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Sorocaba, v. 4, n. 2, p. 29-40, 1999.

MOROSINI, Marília Costa. Estado do conhecimento sobre internacionalização da educação superior: conceitos e práticas. Educar em Revista, Curitiba, n. 28, p. 107-124, 2006. https://doi.org/10.1590/S0104-40602006000200008

Publicado

2020-08-26

Como Citar

WASSEM, J.; PEREIRA, E. M. de A. .; FINARDI, K. R. Internacionalização na educação superior: pressupostos, significados e impactos. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 22, n. 3, p. 520–528, 2020. DOI: 10.20396/etd.v22i3.8660914. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8660914. Acesso em: 3 dez. 2021.