Banner Portal
Identidade, diferença e personalização no ensino híbrido
PDF

Palavras-chave

Cultura
Educação básica
Educação multicultural

Como Citar

FERNANDES, Carlos Jorge da Silva Correia; MERCADO, Luís Paulo Leopoldo. Identidade, diferença e personalização no ensino híbrido: reflexões em tempos de pandemia, mas para além dela. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 24, n. 1, p. 113–132, 2022. DOI: 10.20396/etd.v24i1.8665573. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8665573. Acesso em: 13 jul. 2024.

Resumo

Este artigo tem como objetivo colaborar com a adoção do ensino híbrido em escolas públicas ao ampliar a compreensão dos seus processos educacionais a partir de perspectivas multiculturais. A metodologia, de caráter qualitativo, envolveu pesquisa bibliográfica sobre ensino híbrido e multiculturalismo, bem como a construção de uma proposta interdisciplinar acerca de como os pontos de vista defendidos neste artigo poderiam ser praticados. No decorrer do estudo, noções como ecologia de saberes, multiculturalismo e interculturalidade são articuladas ao ensino híbrido com a intenção de argumentar a favor de práticas educacionais em geral, e híbridas em particular, que considerem a problematização de dimensões como a identidade e a diferença. Por fim, defende-se que, em um mundo multicultural e desigual como o atual, o caminho mais coerente em direção a uma educação democrática inicia-se com o reconhecimento das diferenças culturais, na escola e além dos seus muros. 

https://doi.org/10.20396/etd.v24i1.8665573
PDF

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. Professor. In: ANDRADE, Carlos Drummond de. A senha do mundo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007, p. 41.

BACICH, Lilian. Formação continuada de professores para o uso de metodologias ativas. In: BACICH, Lilian; MORAN, José (Org.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018, p. 129-152.

BACICH, Lilian; MORAN, José. Aprender e ensinar com foco na educação híbrida. Revista Pátio, Porto Alegre, n. 25, p. 45-47, jun. 2015. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2015/07/hibrida.pdf. Acesso em: 20 out. 2020.

BACICH, Lilian et al. (Org.). Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

BARROS, Manoel de. O apanhador de desperdícios. In BARROS, Manoel de. Memórias inventadas: as infâncias de Manoel de Barros. São Paulo: Planeta do Brasil, 2008, p. 45-48.

BENEDITO, Samiles Vasconcelos Cruz; CASTRO FILHO, Pedro Júlio. A educação básica cearense em época de pandemia de coronavírus (Covid-19): perspectivas e desafios no cenário educacional brasileiro. Nova Paideia, Brasília, v. 2, n. 3, p. 58-71, 2020.

CAMPOS, Neide da Silva et al. Educação e diversidade: as experiências exitosas que reconhecem os saberes e fazeres da cultura na escola. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 10, n. 4, p. 1261-1277, 2015.

CANDAU, Vera Maria Ferrão. Diferenças culturais, cotidiano escolar e práticas pedagógicas. Currículo sem Fronteiras, [on-line], v. 11, n. 2, p. 240-255, jul./dez. 2011.

CEMBRANEL, Cristiane Bonetti; SCOPEL, Janete Maria. Ensino híbrido e a construção da aprendizagem dos estudantes do ensino médio. Scientia cum Industria, Caxias do Sul, v. 7, n. 1, p. 12-15, 2019.

EUROPEAN COMISSION. Blended learning in school education: guidelines for the start of the academic year 2020/21. jun. 2020. Disponível em: https://epale.ec.europa.eu/sites/default/files/blended_learning_in_school_education_european_commission_june_2020.pdf. Acesso em: 21 mar. 2021.

FLORES, Jeronimo Becker; LIMA, Valderez Marina do Rosário. Educação em tempos de pandemia: dificuldades e oportunidades para os professores de ciências e matemática da educação básica na rede pública do Rio Grande do Sul. Insignare Scientia, Chapecó, v. 4, n. 3, p. 94-109, 2021.

FOUCAULT, Michel. A coragem da verdade: o governo de si e dos outros II. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011.

GODINHO, Vivian Thais; GARCIA, Clarice Aparecida Alencar. Caminhos híbridos da educação: delimitando possibilidades. In: Simpósio Internacional de Educação a Distância, 2016, São Carlos, SP. Anais... São Carlos: UFSCar, 2016. Disponível em: http://www.sied-enped2016.ead.ufscar.br/ojs/index.php/2016/article/view/1109/909. Acesso em: 6 out. 2020.

GOMES, Nilma Lino. Prefácio. In: RIOS, Jane Adriana Vasconcelos Pacheco (Org.). Diferenças e desigualdades no cotidiano da educação básica. Campinas: Mercado de Letras, 2017, p. 9-12.

GONZAGA, Luciano Luz. Precariedade, improvisação e espírito de corpo: representações sociais discursivas de professores da educação básica acerca da sua práxis no contexto da pandemia da Covid-19. Prática Docente, Confresa, v. 5, n. 3, p. 1999-2015, set./dez. 2020.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2011.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2017.

HORN, Michael; STAKER, Heather. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2020a.

KRENAK, Ailton. A vida não é útil. São Paulo: Companhia das Letras, 2020b.

MCLAREN, Peter. Multiculturalismo crítico. São Paulo: Cortez, 1997.

MORAN, José. Metodologias ativas para uma aprendizagem mais profunda. In: BACICH, L.; MORAN, José. (Org.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018, p. 1-25.

MORAN, José. Educação híbrida: um conceito-chave para a educação, hoje. In: BACICH, Lilian et al. (Org.). Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015, p. 27-46.

MOREIRA, Antonio Flavio Barbosa. Currículo, diferença cultural e diálogo. Educação & Sociedade, Campinas, ano 23, n. 79, p. 15-38, ago. 2002.

MORIN, Edgar. Para onde vai o mundo? Petrópolis: Vozes, 2012.

PASINI, Carlos Giovani Delevati et al. A educação híbrida em tempos de pandemia: algumas considerações. Observatório Socioeconômico da Covid-19, Santa Maria, p. 1-9, jun. 2020. Disponível em: https://www.ufsm.br/app/uploads/sites/820/2020/06/Textos-para-Discussao-09-Educacao-Hibrida-em-Tempos-de-Pandemia.pdf. Acesso em: 6 out. 2020.

REIMERS, Fernando Miguel; SCHLEICHER, Andreas. Un marco para guiar una respuesta educativa a la pandemia del 2020 del Covid-19. Global Education Innovation Initiative, Cambridge, p. 1-50, 2020. Disponível em: https://globaled.gse.harvard.edu/files/geii/files/un_marco_para_guiar_una_respuesta_educativa_a_la_pandemia_del_2020_del_covid-19_.pdf. Acesso em: 20 mar. 2021.

RIBEIRO, Djamila. Lugar de fala. São Paulo: Sueli Carneiro; Jandaíra, 2020

RIBEIRO, Djamila. Pequeno manual antirracista. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

SACRISTÁN, José Gimeno. O aluno como invenção. Porto Alegre: Artmed, 2005.

SALATA, André Ricardo.; RIBEIRO, Marcelo Gomes. Boletim desigualdade nas metrópoles. Observatório das Metrópoles, Porto Alegre, n. 1, p. 1-34, 2020. Disponível em: https://www.observatoriodasmetropoles.net.br/wp-content/uploads/2020/10/BOLETIM_DESIGUALDADE-NAS-METROPOLESl_01v02.pdf. Acesso em: 31 mar. 2021.

SANTOS, Boaventura de Souza. Construindo as epistemologias do sul: para um pensamento alternativo de alternativas. Buenos Aires: CLACSO, 2018.

SANTOS, Boaventura de Souza. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. In: SANTOS, Boaventura de Souza; MENESES, M. P. (Org.). Epistemologias do sul. São Paulo: Cortez, 2010a, p. 31-83.

SANTOS, Boaventura de Souza. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010b.

SILVA, Edson Rogério. O ensino híbrido no contexto das escolas públicas brasileiras: contribuições e desafios. Porto das Letras, Porto Nacional, v. 3, n. 1, p. 151-164, 2017.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz Tadeu da et al. (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 15. ed. Petrópolis: Vozes, 2014, p. 73-102.

SOARES, Elza. A carne. In: SOARES, Elza. Do cóccix até o pescoço. São Paulo: Tratore, 2002. 1 disco sonoro (61’), faixa 6 (3’39).

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 ETD - Educação Temática Digital

Downloads

Não há dados estatísticos.